Conheça o Triplo F: Ford Focus Flex

Reprodução de Marlos Ney Vidal/EM – 26/4/2007

O Ford Focus não é mais nenhuma novidade. O modelo foi lançado em 2000, como linha 2001. Desde então ele não sofreu nenhuma alteração realmente significativa, apenas mudanças de equipamentos e nos propulsores, sempre incluindo o irmão sedã. Já os motores com tecnologia bicombustível se tornaram “comuns”, sem mais representar uma grande atração. Então, qual seria a novidade em relação ao Focus Flex?

Na categoria, os principais concorrentes – Astra, Stilo, Golf e 307 – já podem ser abastecidos com álcool, gasolina e a mistura dos dois combustíveis. Por causa disso, o Ford fica como mais uma alternativa do mercado para o consumidor. Vale lembrar que o modelo da Chevrolet é o líder de mercado, seguido pelo Ford, Peugeot e Volkswagen. Mas os últimos três têm alternado as posições desde o início do ano. O Stilo vem em quinto.

Falando um pouco do carro, o motor flex fez bem a ele. Sua disposição para encarar subidas e viagens (carregado) com o ar-condicionado ligado melhorou. Além de ficar mais em forma, ele manteve as mesmas qualidades, boas e ruins. Ergonomia, posição de dirigir, espaço para os ocupantes e acerto da suspensão chamam a atenção. Já a falta do terceiro apoio de cabeça e do cinto de três pontos para o passageiro central do banco de trás são dois problemas fáceis de serem resolvidos.

A versão GL, que custa a partir de R$ 43.490, vem equipada com direção hidráulica, volante com ajuste de altura e profundidade, ar-condicionado, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; preparação para instalação de som com antena e quatro alto-falantes; banco traseiro bipartido; luz de neblina traseira; e sistema de imobilização eletrônica. Para efeito de comparação, o Astra Advantage 4p custa a partir de R$ 47.091 (com motor 2.0 Flex, ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de liga leve, ajuste de altura e profundidade do volante, trio elétrico,entre outros itens) e o Palio 1.8R 4p pode ser encontrado por R$ 42.350 (1.8 Flex, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricas, rodas de liga leve, volante com regulagem em altura e revestido em couro, entre outros equipamentos).

O Focus sempre foi vendido no Brasil nas carrocerias hatch de cinco portas e sedã de quatro portas. Durante seus sete anos por aqui, ele nunca recebeu a atenção merecida pelo departamento de marketing da Ford. Seus irmãos sempre apareceram mais, principalmente Fiesta e EcoSport. Hoje ele pode ser encontrado nas versões GL e GLX 1.6, com motor Zetec Rocam Flex; GLX e Ghia 2.0 16V (com 147 cv a 6.000 rpm, para câmbio manual, e 140 cv a 6.000 rpm para automático), com motor Duratec. Todas as versões podem vir como sedã e hatch, com exceção da GL, disponível apenas como hatch.

É isso aí pessoal.
Quem estiver em Minas Gerais pode assistir ao teste completo do Ford Focus Flex no programa Auto Papo, da TV Alterosa.

Focus Flex no Auto Papo
Domingo, dia 20 de maio, às 9:30;
Quarta-feira, dia 23 de maio, às 13:25

Vídeo “Triplo F” (estou tentando recuperar o vídeo, já que o Portal Uai o apagou)
Imagens: Renato Parizzi
Edição: Carlos “DJ Lutti” Lucciani

Carro da foto: Ford Focus Flex
De 0 a 100 km/h: 12,8 s (G) / 12,2 s (A)

Comentários (1)

  1. tive fiesta 1.6 flex, extremamente beberrão e manutenção car a, no focus não será diferente dos demais ford’s, revenda ruim, peças caras e bebem muito
    07/06/2007 14:31 | Manoel Alen

    Concordo em partes com o “mestre-brasília”. Conseguiram estr agar o Palio, até então o mais bonito da categoria, e o celta(este já não era muito bonito mesmo!!), principalmente o pr imeiro por ter tão pouco tempo de lançado. E agora quem “enf eiou” foi o Golf (não a traseira q ficou legal)! Será culp a dos designers brasileiros? Valorizo e muito o que é pro duzido por aqui, mas estes carros foram “bolas fora”. Qual será a próxima vítima? Quanto ao Focus, acho-o maravilhoso , mas já sente um pouco o peso da idade. Acho que uma mudanç a seria, sim, bem vinda. Uma BELA e HARMÔNICA mudança, diga- se de passagem (risos) ! Abraço.
    22/05/2007 20:33 | Janjão (Salvador)

    Enquanto a FIAT e a GM estragaram o Palio e o Celta, a FORD mantém o Focus com pouquíssimas alterações desde o lançamento, assim como o Peugeot 206. No Brasil temos a mania de todo ano mudar os carros, mesmo quanod está dando certo. Vejam o que a Fiat fez, em fevereiro de 2007 já lançou um Palio 200 8, além da bagunça de ano, estragou o carr oque antes era o mais bointo de sua categoria, agora tem um frente de Uno e u ma traseira de Fiesta antigo. Já passou da hora das fábricas brasileiras manterem os carros por mais tempo, querem mexer tanto que acabam estragando. Não é obrigatório mudarem os carros toda hora, ainda mais se o modelo está agradando.
    22/05/2007 16:02 | Mestre-Brasília

    Renato, Obrigada pela visita ao meu blog. Pretendo visitar o teu e ler com calma. Nesse momento estou em um intervalo e ntre uma aula e outra. Bjs
    22/05/2007 12:39 | Santa
    http://blogdasanta.blogspot.com/

    O Focus ainda está na primeira geração no Brasil. Na europa, sua terceira geração vai ser apresentada em setembro. Um abraço!
    21/05/2007 10:23 | Renato Parizzi
    http://www.dezeroacem.com.br

    Acho um enorme erro a ford nao investir em marketing para o focus. Mesmo sem atencao voce ve um numero razoavel de focus rodando pelas ruas. Se nao me engano, escutei uma vez que o focus eh o segundo carro da familia europeia, procede?
    21/05/2007 10:05 | augusto
    http://opaisdapiadapronta.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *