Plástica no coração do Fiat Mille, agora Economy

Como mudar um carro que nunca teve alterações radicais no visual? Uma ideia seria investir no “botox”, como aconteceu com a Chevrolet S10. Mas a Fiat preferiu mexer no bolso do consumidor, lançando o Mille 2009 com mudanças no seu coração, o motor 1.0 Fire Flex, agora conhecido como Economy Fire Flex.

De acordo com a montadora italiana, o carro ficou 10% mais econômico em relação ao Uno 2008. A nova média divulgada de consumo na cidade é de 15,6 km/l com gasolina e 11,1 km/l com álcool. Na estrada, os números são de 22 km/l com gasolina e 15,6 km/l com álcool. Vamos esperar para ver se a média do motorista comum ficará próxima a estes números.

A potência e torque do propulsor 1.0 não mudaram: 65/66 cv e 9,1/9,2 mkgf. Algumas pessoas apostaram que esta motorização poderia receber o aumento de potência do Siena, que desenvolve 73/75 cv e 9,5/9,9 mkgf. Mas, assim como acontece com Logan/Sandero e Clio e Corsa e Prisma, que têm o mesmo motor com potências diferentes, talvez a “caixa torácica” do Mille não tenha ventilação e espaço suficientes para ganhar a força extra.

Na parte estética, apenas as rodas e a grade dianteira são novas. Lanternas fumês não podem ser consideradas como alterações reais. Não sei se a Fiat deveria ter feito uma mudança um pouco mais acentuada no visual, numa tentativa de aumentar ainda mais as vendas do carro. Talvez a marca tenha ficado com medo por causa da alteração desastrada do Palio (G4), que não ficou feio, mas não conseguiu superar a beleza da geração anterior (G3).

Fotos: Umberto Cerri/Studio Cerri/Fiat/Divulgação 

Vale ainda comentar sobre o “econômetro”, que nada mais é que um indicador de consumo instantâneo. Ele “ensina” ao motorista a forma mais econômica de dirigir. De acordo com a Fiat, o “funcionamento leva em conta as informações de consumo instantâneo de combustível e velocidade do veículo, ambas fornecidas pela central eletrônica de injeção. Seu funcionamento eletrônico é exato nas suas indicações”. Só testando mesmo para saber.

Mille Economy Fire X Mille Way

De qualquer forma, trabalhar a ideia da economia parece ser acertada. O preço do carro varia entre R$ 23.240 (básico, Fire 2p) e R$ 31.813 (Way 4p completo, com Kit Celebration e rádio CD Player com MP3). Vamos esperar para ver se o carro terá aumento nas vendas. De janeiro a julho de 2008, já foram comercializadas 81.591 unidades do modelo. É interessante que, desde março, o Uno registrou aumento nas vendas em todos os meses, sendo o recorde em julho: 13.673.

Encerro o post com uma afirmação da Fiat sobre o Mille, para a reflexão de todos:

“Desde que foi lançado até os nossos dias, é inegável que se trata de um projeto extremamente revolucionário.”

Comentários (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *