Volkswagen Gol tem o melhor consumo da categoria? Abre o olho Fiat Mille?

Volkswagen/Divulgação e Fiat/Divulgação

A Volkswagen está fazendo um grande alarde em torno da boa média de consumo do novo Gol 1.0. De acordo com a montadora, o compacto pode ir de São Paulo a Brasília, uma distância de 950 km, com apenas um tanque de combustível – com média de 21 km/l. As medições foram feitas pela Volks e a conferência dos dados pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

Por causa disso, o novo Gol está sendo considerado pela VW como o carro com a “melhor autonomia da categoria” – um claro tapa de luva no Fiat Mille Economy, que tem a palavra “economia” até no nome. O compacto italiano pode, segundo a marca, fazer 22 km/l na estrada com gasolina.

“Nossas mais sinceras desculpas a todos os donos de postos de gasolina pelo caminho.
A Volkwagen testou, o Instituto Mauá de Tecnologia comprovou: o Novo Gol tem a melhor autonomia da categoria. Fez 21 km por litro*. Foi de São Paulo a Brasília sem uma única parada para abastecer.”

Depois que vi a propaganda do “passeio do novo Gol de São Paulo a Brasília”, resolvi pesquisar um pouco mais sobre o teste e acabei achando um anúncio em uma revista.

Vejam o que está escrito nas “letras miúdas”, referente ao * do texto acima em itálico (cortei para ficar mais fácil de ler):

. Gol, ano de fabricação/modelo 2008/2009, 1.0 Total Flex, motor VHT, câmbio manual, pneus 175/70 R14 com pressão nos dianteiros de 33 libras e nos traseiros 31 libras
. Teste realizado com início no dia 25/6 e término em 26/6/2008.
. Percorreu a distância de 1.167,1 Km, em velocidade média de 75,53 km/h, com dois ocupantes, peso de 150 kg, saindo de São Paulo, capital, e chegando a Vila Boa, depois de Brasília, com 55,6 litros de gasolina comum, consumo médio de 20,99 km/l.
. Teste acompanhado pelo Instituto Mauá de Tecnologia.
. O resultado do teste depende, dentre outras variáveis, das condições do trânsito, da qualidade do combustível e dos hábitos do motorista.

Realmente o resultado depende de várias coisas, como está no texto. Fiquei então pensando em algumas possibilidades e variáveis. Seria fácil percorrer praticamente 1.000 km a 75 km/h sem ar-condicionado e, principalmente, sem uma parada para urinar? Com essa média de 75 velocidade, um motorista vai percorrer 975 km em 13 horas (sem parar). Será que a estrada é plana, com uma qualidade de “tapete” ou está em ótimas condições de rodagem (Renato BSB e amigos de Brasília, se vocês souberem, por favor me avisem)? Será que o trânsito estava leve, sem caminhões? Não está falando isso no texto, mas é provável que o novo Gol usado não tenha direção hidráulica e outros itens.

Espero que todos que comprarem o novo Gol consigam atingir esta média de consumo. Queria que o teste fosse refeito com álcool.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *