De 0 a 10 dias com o Toyota Yaris – 9º e 10º dias

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Passados 10 dias e quase 1.000 km rodados com o Yaris Sedan, pude observar que o modelo pode se dar bem no Brasil por vários motivos. O primeiro é o grande número de equipamentos disponíveis, como freios ABS com EBD, quatro airbags, direção elétrica, som com CD Player capaz de ler arquivos em MP3 e WMA e muitos porta trecos. O segundo motivo é o motor 1.5 16V VVT-i a gasolina, que dá conta do recado, mantendo um desempenho interessante e uma boa media de consumo (13,8 km/l) – ainda assim poderia ser um pouquinho melhor na estrada.

Além disso, o Yaris tem um espaço interno que pode ser considerado bom pelo seu tamanho e encosto de cabeça e cinto de trás pontos para todos os passageiros. Quem vai atrás conta ainda com o benefício do assoalho plano.

Porém, o modelo precisa mudar algumas coisas para agradar ao gosto do brasileiro, ou, pelo menos, ao meu gosto. A principal mudança seria no painel, que tem marcadores ao centro, e não exatamente em frente ao motorista. Como ele não é digital, fica muito difícil enxergar a velocidade do carro – especialmente à noite -, já que o velocímetro só marca de 20 em 20 milhas (e 20 em 20 km/h). Com isso, o motorista desvia frequentemente o olhar para o lado direito para saber as informações do carro.

Outro ponto que precisa mudar é a posição de dirigir. O banco do motorista é muito desconfortável e a coluna de direção não é regulável em profundidade. Se o banco for alterado, já ajudaria muito. O porta-malas também poderia ser um pouco maior. Talvez adotando um sistema pantográfico, a capacidade atual do Sedan de 365 litros pudesse aumentar um pouco.

Planos para o Brasil
A Toyota estuda algumas opções para o mercado brasileiro para 2009 e 2010. Uma seria lançar o Auris, que você confere na foto abaixo. Este sim seria um concorrente para os hatchs médios Astra, Stilo, 307, Vectra GT e Golf.

Auris – Toyota/Divulgação

Outra opção para seria lançar o Verso, um monovolume que brigaria com o Xsara Picasso, Grand C4 Picasso, Zafira, Grand Scenic e mais alguns. Outra ideia para a Toyota seria lançar o Yaris no Brasil, como uma opção mais em conta para brigar principalmente no segmento dos compactos premium. Se ele seria fabricado aqui ou importado, isso eu já não sei.

Compra
Agora fica a pergunta: você compraria o Yaris? Minha resposta seria não. O modelo se saiu bem nos testes e tem bem mais pontos positivos do que negativos. Mas o painel ao centro, a posição de dirigir e o banco do motorista me afastam do carro. Por mais que ele seja um Toyota, eu compraria um modelo semelhante de outra marca, como a Honda.

É isso ai. Espero que vocês tenham gostado do teste. A ideia tem muito ainda a amadurecer. Mas acho que valeu muito como a primeira experiência. Um abraço a todos e até o próximo post!

Fotos: Renato Parizzi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *