Fiat com novidades: Stilo Blackmotion e Punto T-Jet

Fiat-Stilo-Blackmotion-hatch-Brasil

Depois de lançar o Palio Fire Economy, o Palio 2010 e de tirar de linha o Stilo Abarth, a Fiat prepara dois lançamentos para março com um único objetivo: vender novamente mais que a Volkswagen. Stilo Blackmotion e Punto T-Jet são os destaques do mês. Eles não vão vender muitas unidades, mas a diferença pode ser vital no final do mês nesta feroz disputa entre Fiat e Volkswagen.

Está certo que os italianos ainda são os líderes do mercado nacional em 2009; mas a marca alemã vendeu mais em fevereiro. No acumulado do ano, 88.284 modelos da Fiat foram comercializados (43.304 em janeiro e 44.980 em fevereiro). Já a Volks vendeu 87.596 unidades, sendo 40.998 no primeiro mês do ano e 46.598 no segundo mês.

O fiel da balança é o novo Gol, que fez as vendas da Volks dispararem. Somando as vendas do Gol (38.949), com o Fox (14.740) e o Polo (1.635), foram comercializados 55.321 compactos em apenas dois meses (janeiro e fevereiro de 2009) no Brasil. A Fiat até conseguiu elevar as vendas do Palio com as alterações da linha 2010 (de 10.766 em janeiro para 12.754 em fevereiro), mas sua turma de compactos (Palio, Uno e Punto) contra-ataca “apenas” com 49.402 em 2009 (22.791 do Mille e 3.091 do Punto).

Se a Volks domina os hatches compactos, a Fiat dá um banho entre as picapes compactas. A Strada vendeu 10.764 unidade na soma de janeiro e fevereiro de 2009, mais que o dobro da Saveiro, que comercializou 3.569 no mesmo período. Pelo menos a VW já se movimenta para lançar a nova Saveiro, que pode se chamar Arena, derivada do novo Gol.

Entre os sedãs pequenos e peruas compactas, a briga está muito equilibrada. Sozinho, o Siena vendeu mais nos dois primeiros meses do ano, com 10.575 unidades. Porém, ele foi superado pelo Voyage em fevereiro por 196 carros e no acumulado do ano pelo mesmo Voyage e pelo Polo Sedan somados: 10.709 (8.763 do primeiro e 1.946 do segundo). A briga entre as Station Wagons é vencida pela Palio Weekend, não importando o mês, nem o acumulado (7.307). SpaceFox e Parati, mesmo somadas (6.584), não superam o modelo da Fiat.

STILO BLACKMOTION

Esse lançamento é para o Leônidas! Enquanto a Fiat não decide seus planos para o Bravo, ela continua investindo no Stilo para mantê-lo atraente para os consumidores. Disponível nas cores preto Vesúvio e preto Vulcano, o Stilo Blackmotion é a nova versão topo de linha da família, vendida também nos acabamentos 1.8, 1.8 Dualogic, Sporting e Sporting Dualogic, sempre com o beberrão motor 1.8 8V flex de 112 cv de potência com gasolina e 114 cv com álcool. Pude conhecê-lo no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado. O modelo é realmente bonito.

Com o preço sugerido de R$ 65.900, o Stilo Blackmotion tem, na parte externa, detalhes dos frisos da grade, das portas e da tampa traseira na cor cinza Dark Shadow; vidros escurecidos Vênus 35 (reduzem ainda mais a radiação direta dos raios ultravioletas); antena compacta de alta capacidade de recepção de sinal, rodas em liga leve de aro 17” com pintura exclusiva na cor cinza Dark Shadow; e a sigla Blackmotion na tampa traseira.

Internamente, o Stilo Blackmotion tem o kit High Safety Drive (HSD), composto por airbag duplo e freios ABS, câmbio manual automatizado Dualogic com comandos do tipo “borboleta” no volante, ar-condicionado automático digital Dual Temp, direção Dual Drive com assistência elétrica, bancos revestidos parcialmente de couro, piloto automático, rádio CD player MP3 Connect Bluetooth, com entrada para iPod/USB; sistema de som Hi-Fi (com subwoofer amplificado), teto solar elétrico Sky Window e os vidros elétricos dianteiros com função one-touch e antiesmagamento.  A sigla Blackmotion foi aplicada no painel de instrumentos, nos tapetes, nos encosto dos bancos dianteiros e na soleira das portas.

Opcionalmente ainda pode vir equipado com side bags dianteiros + window bags, vidros elétricos traseiros, sensores de estacionamento, chuva e  crepuscular, mais espelho interno eletrocrômico e kit parafusos antifurto das rodas.

Ele tem muitos equipamentos de série, mas poderia ser mais barato. De uma maneira geral, a linha Stilo deveria custar menos, já que o carro não vende muito. A versão de entrada parte dos R$ 50.895; a 1.8 Dualogic custa R$ 53.361; a Sporting vale R$ 61.439; e a Sporting Dualogic tem valor sugerido de R$ 64.018. Pagar mais de R$ 60.000 é algo “perigoso”, já que, acima desta faixa de preço, mudamos para uma categoria superior, composta por modelos melhores, como Civic e Corolla. Acho que toda linha deveria ter uma redução de, pelo menos, R$ 3.500.

Reprodução da internet/revistaautoesporte.com.br – 2/3/09

PUNTO T-JET

Também chega em março a versão esportiva de verdade do Punto, batizada de T-Jet. Ela não mata a Sporting, como algumas pessoas pensaram. Com o preço sugerido de R$ 59.500, o modelo tem o mesmo motor 1.4 16V turbo que equipada o Linea, com 152 cv de potência. Para quem ainda tinha alguma dúvida, este é  o modelo esportivo mais barato do Brasil (se comparado, por exemplo, ao Golf GTI e Civic Si).

O Punto T-Jet sai da fábrica equipado com ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, comando do som no volante, airbag duplo frontal, freios ABS e rodas de aro 17″, com pneus 205/50. Entre os opcionais, destaque para os airbags laterais, ar-condicionado digital, teto solar Skydome e para o sistema Blue & Me. Ao todo são quatro cores disponíveis: amarelo, branco, vermelho e preto.

Fotos: Fiat/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *