Honda City: Bom, bonito e caro

Honda-City

A Honda, finalmente, está lançando o seu novo sedã, o City, uma mistura de Civic e Fit (o nome vem daí). Ele chega para disputar um mercado que o Civic prefere não se meter (por causa do status): o de sedãs que custam entre R$ 50.000 e R$ 60.000. Com seu motor 1.8 flex e milhares de seguidores, o Civic continua sendo um carro com requinte e sofisticação. Mas o City chega para mostrar que o “sedã de entrada” da Honda também pode ter muito conforto, qualidade e sofisticação. Só esqueceram de avisar a Honda que um sedã “entre R$ 50.000 e R$ 60.000” deveria custar na casa de R$ 50.000, e não partir de R$ 56.210.

Antes de falar do preço, vamos falar das versões, equipamentos e motorização. O City pode ser encontrados nas versões LX, EX e EXL, sempre com o motor 1.5 16V flex (com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas), o mesmo do New Fit, que desenvolve 115 cv com gasolina, 116 cv com álcool e 14,8 mkgf de torque com qualquer combustível.

O City LX, o mais simples, sai da fábrica de Sumaré (SP) equipado com ar-condicionado, direção elétrica, trava, vidros e retrovisores elétricos, CD-Player (MP3/WMA) e entrada auxiliar (P2/USB), rodas de aro 15” (com pneus 175/65) e airbag duplo frontal. Já a versão intermediária EX tem os itens da LX além de rodas de aro 16” (com pneus 185/55), ar-condicionado digital, freio a disco nas quatros rodas com ABS e EBD e controlador de velocidade. A versão EXL, topo de linha, tem os equipamentos da EX e ainda faróis de neblina, bancos com revestimento em couro e Paddle-Shift (“borboletas” atrás do volante) nos modelos equipados com câmbio automático.

Mas tudo isso tem seu (alto) preço. Veja abaixo os valores sugeridos do City para o estado de São Paulo, com frete incluso:

R$ 56.210 – City LX Manual
R$ 60.010 – City LX Automático
R$ 61.650 – City EX Manual
R$ 65.450 – City EX Automático
R$ 65.375 – City EXL Manual
R$ 71.095 – City EXL Automático

Dilema
Os preços realmente são bem salgados e vão piorar a partir de outubro, quando o IPI começar a voltar. O City deveria custar R$ 5.000 a menos para ser “aprovado em todos os quesitos” possíveis. O seu valor atual acaba criando uma dúvida entre qual Honda comprar: City ou Civic.

O primeiro mede 4,40 m de comprimento, 1,69 m de largura, 2,55 m de entre-eixos, tem tanque com capacidade para 42 litros e porta-malas que levam (bons) 506 litros. Já o segundo mede 4,48 m de comprimento, 1,75 m de largura, 2,70 m de entre-eixos, com um tanque de 50 l e porta-malas com capacidade para (poucos) 340 l.

O City básico pode até convencer, mas eu não compraria mais um carro sem airbag duplo e ABS. Então eu já partiria do City EX, encontrado a partir de R$ 61.650. Mas aí eu penso: se eu pagar R$ 2.715, levo um Civic LXS manual, que anda mais (1.8 16V flex, com 138/140 cv). Confiram os preços sugeridos do New Civic:

R$ 64.365 – New Civic LXS Manual
R$ 69.340 – New Civic LXS Automático
R$ 65.990 – New Civic LXS Manual com couro
R$ 70.955 – New Civic LXS Automático com couro
R$ 83.810 – New Civic EXS Automático
R$ 96.965 – Civic Si Manual

A verdade é que o alto preço do City se deve ao valor do New Fit, que encareceu muito quando virou “New”. Então o City precisava ser mais caro que o Fit 1.4 e mais barato que o Civic. A confusão toda acabou deixando a situação um pouco curiosa. Veja abaixo os preços sugeridos do New Fit:

R$ 51.845 – New Fit LX 1.4 Manual
R$ 55.625 – New Fit LX 1.4 Automático
R$ 54.635 – New Fit LXL 1.4 Manual
R$ 58.410 – New Fit LXL 1.4 Automático
R$ 58.280 – New Fit EX 1.5 Manual
R$ 62.065 – New Fit EX 1.5 Automático
R$ 62.005 – New Fit EXL 1.5 Manual
R$ 67.725 – New Fit EXL 1.5 Automático

O City LX 1.5 básico é mais caro que três versões do Fit 1.4 (LX, LX aut. e LXL), o que já era esperado, porém mais barato que uma versão do Fit 1.4 (LXL aut.) e todas as outras versões 1.5 (EX, EX aut., EXL e EXL aut.). Algo semelhante acontece com a versão intermediária do City, a EX, mas aí os valores já começam a se aproximarem do Civic e tudo fica ainda mais confuso.

Sei que o Fit não é do mesmo segmento do City e do Civic, mas achei válida a comparação. Se você estiver interessado em um desses três modelos, veja os valores acima e analise as múltiplas possibilidades de compra e do seu bolso. Um deles deve ser mais indicado pra você. Eu continuo achando os três excelentes carros, bonitos e confiáveis, mas caros…

Fotos: Honda/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *