Novo Fiat Punto: evoluindo para trás?

O novo Fiat Punto está pronto! A marca já terminou a primeira mudança visual do Grande Punto (no velho continente). O modelo deve ser mostrado oficialmente ao público em setembro, no Salão de Frankfurt, na Alemanha. Está certo que os ângulos das fotos não são dos melhores, e que não conseguimos ver o carro por inteiro, mas que dianteira é essa? A bela inspiração da Maserati parece estar sendo substituída por um “ar” (bem piorado) que lembra, um pouco, alguns modelos da Aston Martin.

Pelas fotos publicadas no fórum italiano Autopareri vemos que a frente do modelo foi a parte mais alterada do carro, com a grade ficando diferente. Ao invés de duas entradas de ar, o Punto tem três entradas, sendo uma maior, na parte de baixo; uma média e central; e outra superior, a nova, que aparentemente veio do Fiat 500.

Como eu disse em relação ao Agile, prefiro ver o carro ao vivo para comentar definitivamente sobre o visual. Mas fico com a impressão dessa nova grade ter acabado com o conjunto harmônico da dianteira. Na traseira, parece que só as as lanternas mudaram, com lentes mais transparentes. Vejam as imagens comparativas no final do post.

Eu já falei isso num videochat e repito: eu tinha bastante receio e um pouco de medo por quem fosse ser o responsável por mudar o visual do Punto, um dos carros mais bonitos do mercado brasileiro e europeu e um dos principais responsáveis (se não for “o” responsável) por salvar a Fiat na Itália. O mestre Giorgetto Giugiaro realmente foi feliz ao desenhar o carro.

Evolução interna

Por dentro, as mudanças, definitivamente, parecem vir para melhor. Como a revista Auto Esporte bem “disse”, o ar-condicionado e o sistema de som do carro parecem ter evoluído. Já os mostradores passaram a ser individuais e com formato inspirados nos esportivos da Alfa Romeo. Na foto abaixo, vemos que o modelo tem câmbio automatizado, já que o Punto tem apenas os pedais do acelerador e dos freios.

As mudanças do Punto na Europa podem chegar por aqui em 2010, embora a Fiat possa adiar essa mudança por até 2 anos (questões estratégicas). Resta saber se elas vão ser exatamente as mesmas, especialmente por dentro. Ponho minha mão no fogo que sim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *