Adeus a quem nunca chegou (e não vai fazer falta)

Grande notícia para os brasileiros: o Trazo, mais conhecido como Tiida sedã, não vai mais ser lançado pela Chrysler no Brasil. Fico grato em saber que a montadora, provavelmente influenciada pela Fiat, decidiu por não importar o modelo para cá. Mas não só eu fiquei feliz. As concessionários da Chrysler em todo território nacional não queriam receber o Trazo, já com o receio que ele fosse um grande mico (quase um King Kong) e ficasse encalhado nos estoques por meses.

Se o Tiida, que é um carro interessante, já passa maus bocados no seu segmento (hatches médios), imaginem só quando o Trazo fosse brigar com Civic, Corolla, C4 Pallas, Vectra, e assim vai…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *