Impressões: O conforto do sedã da gravata dourada

Hoje, pela primeira vez, temos um sedã nas Impressões do De 0 a 100. E o modelo vem do forte e disputado segmento dos sedãs médios! Nada melhor então do que inaugurar o segmento aqui na seção do blog com o consagrado representante da Chevrolet, o Vectra. Quem me enviou todo conteúdo foi o Joathan, que tem uma experiência bem legal com carros e com a própria GM (vejam no texto dele).

Quem quiser participar do Impressões, como o Leônidas, o Rafael, o Jow, o Hugo, o Bruno e o Joathan, basta enviar um e-mail para renatoparizzi@gmail.com. Fale um pouco sobre o seu carro. Descreva os pontos positivos, negativos e conte alguma coisa curiosa! E não se esqueça de mandar fotos do veículo (só serão publicados posts com fotos). Garanto que a placa (ou algum outro detalhe) não será mostrada.

Chevrolet Vectra

Bem, ano passado saí para trocar meu Astra 06/07 com 45.000km rodados. Precisava de um carro espaçoso, com um bom porta-malas e com bastante disposição para viagens, visto que para a cidade, uso um Gol G5 1.0. Depois de pesquisar bastante na internet e ler revistas especializadas, fiquei na dúvida entre os principais sedans médios: Civic, Corolla, Vectra e Sentra.

Fui olhar todos e acabei optando pelo Vectra Expression 08/09 0km, devido ao excelente espaço interno, ótimo porta-malas e custo/beneficio. Na época, antes da redução do IPI, ele poderia ser encontrado por 49 mil reais… bem tentador.

Agora, vou falar direto sobre o carro. O desempenho é ótimo. Na estrada, a 120 km/h, o conta-giros está em apenas 2.500 rpm, exatamente no torque máximo (bons 19,6 kgmf), o que deixa o carro sempre pronto para eventuais retomadas. A estabilidade é outro ponto forte – chega a ser superior ao Astra. E em relação a outros carros que já tive, como Golf e Civic (7ª geração), não fica devendo em nada. Sem contar o conforto ao rodar. O carro é extremamente macio. Cambio, embreagem… buracos, nem são sentidos.

O consumo, muito criticado por uns, não é tão alto. Mas, tem que saber “dirigir”. Na cidade, as médias ficam entre 6,5 km/le 7,2 km/l com alcool. Gasolina, usei uma única vez, e consegui 9,3 km/l. Na estrada, fica na média de 10 km/l com alcool. Porém, em condições atípicas, consegui 12 km/l. Muito bom para o porte e potência do carro. Só com o intuito de comparação, meu Gol 1.0 faz 9,3 km/l na cidade e 11 km/l na estrada. Sempre com alcool e sem ar.

Os freios são eficientes, mas travam com facilidade, e isso eu estranhei muito, visto que o Astra possuía o sistema ABS. Já o acabamento interno poderia ser melhor, pois os concorrentes são superiores nesse quesito. Alguns barulhos internos também incomodam, mas são resolvidos facilmente em uma ida na concessionária.

Enfim, para quem procura um carro grande, espaçoso, que oferece certo status, e ainda bom de mercado, o Vectra é uma excelente opção. Hoje, se fosse comprar, optaria por um Elegance, pois a diferença de preço é de apenas R$ 5.000. Quando fui comprar, a diferença era de R$ 15.000.

Pontos positivos
Desempenho
Espaço
Custo X benefício

Pontos negativos
Acabamento interno
Ruídos internos

Opinião do blogueiro
Em todas as oportunidades que tive com o Vectra, sempre gostei muito do carro. Quando testei a versão Elite 2.4 16V, fiquei bastante assustado com o consumo de combustível, especialmente com álcool: era um absurdo! Porém, nas versões 2.0 Flexpower, com câmbio manual, os números nunca me assustaram. O que mais me chamou a atenção no Vectra do
Joathan, logo de cara, foi o fato dele ter comprado o Expression. Mas quando vi que ele fez um ótimo negócio, entendi a opção pela versão de entrada. Aqui tenho que concordar com ele: se fosse hoje, eu também compraria o Elegance, que tem mais equipamentos de série e acabamento muito superior ao Expression (minha terceira opção), além de não ser tão caro quanto o Elite (que seria a minha segunda opção).

Penso que o Vectra é um carro acima da média em quase todos os quesitos – mas não muito acima da média. Ele tem bom espaço interno, ótimo porta-malas, bom acabamento (Elegance e Elite), desempenho satisfatório, média de consumo razoável, ótima condução da estrada (com boa estabilidade) e mais algumas qualidades. Mesmo assim, ele não consegue competir de igual para igual com os japoneses Honda Civic e Toyota Corolla. A culpa é do projeto ultrapassado (mas nem por isso ruim). Prova disso é que a GM sabe do problema e reposicionou o Vectra, fazendo com que a versão Elite (topo de linha) brigue com as versões LXS do Civic (de entrada) e XEi do Corolla (intermediária), e deixando a versão Expression abaixo dos R$ 50 mil.

Quando o belo e esperado Cruze chegar, aposto que o Vectra continuará no nosso mercado por mais tempo, como acontee hoje com o Classic (e Prisma e Corsa Sedan) e o Astra (e Vectra GT).

PS: Depois mudo a foto da lateral do blog.

Comentários (15)

  1. Deixo aqui a primeira pergunta: o motor do seu Vectra é o Flexpower de 133/140 cv? Se for, você notou muita diferença em desempenho e consumo em relação ao motor do seu Astra 2.0 flex de 121/128 cv?

    Um abraço!

  2. PARIZZI TENHO ELEGANCE 2008,ASSINO EMBAIXO SOBRE TODOS COMTARIOS DO JONATHAN,DEPOIS DE 3 VW PARATI RESOLVI IR PRA UM SEDAN,NA EPOCA PENSEI EM CIVIC E COROLLA MAS DEVIDO AO PREÇO FIQUEI COM O VECTRA E NÃO ME ARREPENDI,PRETENDO TROCA-LO POR OUTRO ZERO.

    Marcus Quintanilha

  3. Meu Vectra ainda é o de 128cv. Somente os modelos “Next Edition” que sairam com o novo motor.
    Em relaçao ao desempenho do Astra, senti uma diferença, mas a proposta é outra. Um sedan médio tem que ter bom desempenho, mas não precisa andar tanto quanto um Astra.

    Já comprei as rodas do Elite, porém não comprei os pneus. Estou de viagem em SP, assim que voltar para BH, vou providenciar a troca.

  4. Essa geraçãodo Vectra nunca me atraiu, o GT um pouco mais.
    Tenho hoje um bloqueio muito grande com a GM, por estar parada em nosso mercado a muitos anos. Essa versão com preço de 50.000 até deve valer a pena, mas passou disso, existem carros que me agradam bem mais.

  5. Parabens pela boa escolha! Como sempre digo…Custo benefício…é isso que conta. Essa versão de entrada do Vectra é muito interessante! Entre as 4 grandes do mercado, continua sendo o melhor sedan de sua categoria!

  6. O antigo foi algo muito revolucionário para a época em que foi lançado. O atual, é um “remendo”, usando como base o Astra.
    Entretanto, o carro é muito bom. Bonito, espaçoso, anda bem e ainda por cima tem o peso do nome “Vectra”. Que certamente, oferece status. Hoje, o preço de um Vectra é igual um Voyage Comfortline!!

  7. Divido com você Joathan a satisfação de possuir um Vectra. Gostei tanto dessa linha que já estou no terceiro, depois de passar por vários outros modelos, inclusive 3 Vectra antigos.
    Depois de uma experiência muito prazerosa com o Elegance em 2006, resolvi experimentar o Elite em 2008. Gostei tanto que quando saiu o Next Edition, fui um dos primeiros a adquirir o modelo mais completo da linha.
    Discordo, Parizzi, na questão do projeto, dito, ultrapassado. Gostaria que você especificasse melhor a questão. Acho que o Elite está bem acima do Civic LXS. Paguei R$ 70 mil (75 tabela) em fevereiro, enquanto o Civic LXS estava em oferta por R$ 57 mil. O motor é atualmente dos mais potentes da categoria e utiliza tecnologia de ponta em recursos para render os 140CV do conhecido bloco 2.0 do Astra. A versão Elite é das mais completas. Conta com teto solar, banco elétrico, computador de bordo, rodas 17″ e mais uma infinidade de comodidades eletrônicas e funcionalidades, sem igual na concorrência.
    Abraço.

  8. Ah! Respondendo a questão do Parizzi, comparando os motores de 128 e 140, a diferença é perceptível. O de 140 tem um pouquinho mais torque de baixa e mais pique em alta, quando se estica as marchas.
    Abraço.

  9. Pretendo trocar o carro em julho do ano que vem, pois fico em média 1 ano com cada modelo.
    Outro Vectra está na lista, mas desta vez um Elegance. Elite não entra pois só tem com cambio automatico.
    Estou analisando outras opçoes, como Civic, Corolla, C4 Pallas, Focus (se sair flex) e Tucson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *