Motor Fiat 1.9 16V: o fim está próximo?

O caça-segredos Marlos Ney Vidal publicou no seu blog uma informação curiosa, importante e, com todo respeito à Fiat, até esperada: parece que o motor Fiat 1.9 16V flex do Linea está com os dias contados. A fábrica já teria até cancelado pedidos de novos componentes junto aos fornecedores. Porém, o sedã ainda deve ser equipado com a motorização 1.9 (que na verdade é 1.8) por mais algum tempo – acredito que, pelo menos, até o meio de 2010.

Você deve então estar se perguntando: mas qual o motivo para isso? Simples, o lançamento dos novos propulsores FPT Tritec. Para quem não sabe, a Fiat estava desenvolvendo o motor 1.9 16V, derivado do antigo 1.6 16V que equipou o Palio, Marea, Brava, etc., para equipar o Linea. Durante o processo, a marca italiana comprou a fábrica da Tritec, no sul do Brasil, que fazia motores para a BMW. Como não podia atrasar a chegada do seu novo sedã, a Fiat deu continuidade e lançou o Linea com o propulsor 1.9 16V. A marca então passou a desenvolver seus novos motores Tritec equipando, enquanto isso, sua linha de carros com a dupla Fire 1.0 e 1.4, além de usar o 1.8 da GM e os 1.9 e 1.4 turbo do Linea.
Como também disse o Marlos, os novos motores que passarão a equipar a linha Fiat em 2010 serão o 1.6 16V, que deve desenvolver 115 cv com gasolina e 117 cv com álcool, e o 1.8 16V flex – ambos da Tritec, sendo que o de maior cilindrada seria o responsável pela morte do atual 1.9 16V produzido na Argentina. Num outro momento chegaria o também muito aguardado 1.4 16V flex.

Para encerrar, a estreia do primeiro motor da Tritec deve acontecer com o lançamento da nova linha do Punto, que seria o primeiro da fila a abandonar o propulsor 1.8 da GM, que dará lugar à motorização 1.6 16V flex, com a opção do câmbio Dualogic.

Motor 1.9 16V flex

O propulsor mais popular do Linea desenvolve 127 cv de potência com álcool e gasolina na versão LX do sedã, a de entrada. Nas outras (HLX e Absolute) ele tem 130 cv (G) e 132 cv (A) e todas elas tem 18,1 kgfm de torque com o combustível fóssil e 18,6 kgfm com o derivado da cana-de-açúcar.

O desempenho do Linea com o motor 1.9 16V pode ser considerado satisfatório, principalmente quando ele trabalha cheio. Com a rotação baixa, falta um pouco de força para arrancar. Além disso, ele tem média de consumo apenas razoável. (fotos: Fiat/Divulgação)

SE VOCÊ TEM UM LINEA, MANDE OS SEUS COMENTÁRIOS PARA O DE 0 A 100 PARA A SEÇÃO “IMPRESSÕES“! APROVEITE E ENVIE A SUA MÉDIA DE CONSUMO PARA O “CONSUMO REAL“!

Comentários (16)

  1. Novidade a fiat troca + de motor que de carro.

    Eu acho que a Fiat troca muito de motores…

    1.0; 1.0 16v; 1.3; 1.3 16v; 1.4; 1.4 T-Jet; 1.5; 1.6; 1.6 16v; 1.8; 1.8 16v; 1.9 16v; 2.0 20v; 2.0 20v turbo; 2.4 20v…

  2. Nossa que sacanagem da FIAT eu posso falar por experiência própria pois eu tenho um fiat punto 1.4 elx comprei ele logo no seu lançamento e 1 ano depois eu ja tinha aumentado o tanque de combustível colocado luz no porta malas e alguns outros detalhes e essa semana cheguei a pensar em comprar um fiat linea 1.9 hlx pois achei o carro muito bonito e mais confortavel que o meu punto.sera que agora vale a pena comprar um linea 1.9 ? e essa nova linha do PUNTO vai ganhar o mesmo visual do europeu ?

  3. Mario, o Punto deve receber as mesmas mudanças visuais do Punto europeu. Além disso, o motor 1.4 deve receber melhorias e o sobrenome EVO e o motor 1.8 deve dar lugar ao novo motor 1.6 16V flex da Tritec. Isso ainda no primeiro semestre de 2010.

  4. “Anônimo disse…

    Falta de respeito para com o consumidor. É por essa e por outras que a FIAT é conhecida por “Fui Idiota Agora é Tarde”…”

    Será mesmo? Sabia que ela é pela 8ª vez a que mais vendeu?

  5. Tirar definitivamente o motor 1.9( 1.839) do mercado é sacanagem. Tudo bem que a Fiat que oferecer os melhores motores(eu acho), mais e quem comprou o 1.9, a fiat vai substituir os motores??? Vai garantir todas a peças para reposição pelos próximos 5 ou 10 anos? O assunto é muito complicado, principalmente pra quem tem o motor 1.839cc.

  6. No ponto de vista do consumidor compra um carro que no ano seguinte ja esta com o motor trocado é muito ruim.
    Mas no ponto de vista do mercado é até bom essas alterações que a FIAT faz em seus carros deixando eles mais atualizados com seus demais modelos vendidos no exterior.
    e no meu ponto de vista eu prefiro um carro atualizado tanto no visual quanto na parte mecânica a ter um vw golf 4,5(geração atual vendida no Brasil).é por isso que a FIAT é lider de vendas no Brasil.
    valeu pela resposta! só acrescentando ao que você falo Parizzi o punto também vai vir com o cambio dualogic.

  7. Só trouxa acredita na Fiat, seus carros não são ruins (e nem bons), o que irrita seus consumidores é a constante troca de motores e mudanças mesmo que sutis em seus modelos.

  8. Como bem disse o Vinicar, A Fiat troca muito de motores… mais que todas as montadoras juntas

    1.0; 1.0 16v; 1.3; 1.3 16v; 1.4; 1.4 T-Jet; 1.5; 1.6; 1.6 16v; 1.8; 1.8 16v; 1.9 16v; 2.0 20v; 2.0 20v turbo; 2.4 20v…

  9. Estou decepcionado com esse item, chamado “motor”…
    Lembre-se do ano 1990, ok? Agora me diga, qual foi a grande evolução dos motores de veículos (não de luxo) de lá para cá? Tirando o “flex”, acho que nenhuma. E o que temos são uma série de protótipos elétricos circulando, que precisam de 30 mil horas para recarregar sua autonomia na tomada.
    Agora a Ford apresentou o Focus, como o “inovador Sigma”. Resultado: consumo aumentou e agilidade diminuiu.
    Espero que essa Tritec não seja – mas temo que isso não vá ocorrer – a vedete em motores de carros populares. Faça um 2.0 com um consumo de 1.0, coisas do tipo.
    Sei que muitos não concordam, mas essa é a minha opinião.

  10. Caros amigos,
    Tenho um Linea 1.9 2010 absolute.
    Quando soube da troca de motores fiquei preocupado, afinal faziam poucos meses que havia comprado o carro. Fui até a concessionária e me garantiram que a mudança não me afetaria nem aos outros clientes Linea, pois haverá peças para reposição na autorizada por pelo menos três anos após o termino de fabricação do modelo (se isso acontecesse). Estou muito satisfeito com o carro, tem bastante espaço e conforto de sobra. Quanto ao consumo, consigo medias de 8,9 na gasolina no ciclo urbano. Nada mal para um modelo automático. No mais estou satisfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *