Nissan Tiida: Mudando quase sem mudar

Uma decepção! Esse foi o meu sentimento depois de ler as novidades da linha 2010 do Nissan Tiida, que chegou às concessionárias da marca no dia 21 de janeiro. Diferente do que era esperado, o modelo teve uma alteração visual ainda menor na dianteira e recebeu poucos equipamentos novos de série. Fico com a impressão da Nissan estar sempre tímida com o Tiida; e da marca japonesa não confiar no potencial mercadológico do seu hatch médio (importado do México) – mesmo cortando cerca de R$ 3.000 no valor do carro!

O veículo tem um interessante motor 1.8 16V flex, de 125/126 cv de potência, com opção de câmbio manual de seis marchas ou automático de quatro marchas. O espaço-interno é o principal atrativo do veículo, bom para cinco pessoas.

Para a linha 2010, eu esperava que a Nissan recheasse a lista de equipamentos de série ou abaixasse o preço do Tiida de forma considerável (ideia mais provável), além do esperado tapa no visual do modelo. Tire R$ 3.000 do valores sugeridos do Tiida (mais abaixo) e veja as alterações efetuadas pela Nissan:

1.8 S
*Novo desenho da grade dianteira
*Novos desenhos, cores e iluminação do velocímetro e conta-giros
*Inclusão do ajuste de altura do banco do motorista
*Novos tecidos dos bancos e dos revestimentos das portas
*Destravamento automático das portas habilitado pelo proprietário ou na concessionária

1.8 SL
Todos da S mais:

*Nova roda 16 polegadas – mais esportiva
*Nova chave inteligente presencial (I-key) com abertura e fechamento das portas, do porta-malas e acionamento do alarme por meio desta.

Muito pouco, não é?

Ainda assim o Tiida tem um conjunto bem interessante, já que ele vem equipado, de fábrica, desde a versão S, a de entrada, que tem preço sugerido de R$ 48.990, com ar-condicionado, vidros e travas com acionamento elétrico, direção elétrica com assistência variável, travamento automático das portas com veículo em movimento e airbag duplo. A SL, que tem valor sugerido de R$ 52.990, vem com os mesmos itens da S além de ABS integrado ao controle eletrônico de frenagem (EBD) e ao assistente de frenagem (BAS), ar-condicionado automático digital e banco traseiro reclinável deslizante na horizontal, que permite o deslocamento da peça em até 24 cm.

Confira os preços da linha 2010 do Tiida:

. 1.8 S MT Flex: R$ 48.990
. 1.8 SL MT Flex: R$ 52.990
. 1.8 S AT Flex: R$ 53.990
. 1.8 SL AT Flex: R$ 57.990

A Nissan espera vender 500 unidades do Tiida por mês, o que considero um pouco otimista, embora o Tiida tenha um conjunto interessante e atraente (como eu disse acima). Vale lembrar que, em 2008, a média de vendas mensal foi de 273 carros. Em 2009, a média subiu para 323 veículos por mês. Se a média subir para 400 unidades por mês em 2010, vai estar ótimo.

Confira como era o Tiida antigo (escuro) e como o modelo ficou nos outros mercados (e como ele era esperado para o nosso país):

Comentários (12)

  1. Caro xará corrija-me se estou errado, o carro é bom, é um japa porém, não agradou e nem vai agradar por causa da sua feiúra (eu acho), assim como o Sentra tembém não vai decolar, é mais fácil o tal Kia “Cerato” decolar por ser parecido com um Honda Civic, que os dois Nissan.

    Em tempo: 455 km e tudo maravilhosamente bem.

  2. É um carrão, custo benefício 10!
    Se não emplacou, pelo menos serviu para baixar o preço dos concorrentes! Não é feio, é diferente!

    Vendas do Cerato em Dezembro 732 / meta da Kia 700 por mês.
    Vendas do Cerato 1ª quinzena Janeiro 375 / Acima da média.
    É não é Flex ainda…

  3. Acho o Tiida feio. Acho o nome Tiida feio. As alterações…. acho que não mudou nada. Mudar grade? Mudar velocímetro? Isso não faz a mínima diferençã. A Nissan vai continuar patinando apesar de ser uma ótima montadora…

  4. Na minha opinião, o único carro com um design interessante vendido atualmente pela nissan no Brasil é a picape FRONTIER, pois os outros (TIIDA, SENTRA, LIVINA),são simplesmente horríveis, podem até possuirem opcionais e motorização interessantes, porém o brasileiro se apega primeiramente ao visual do carro para depois avaliar o resto.

  5. Concordo com o PARIZZI para o NISSAN vender o jeito é baixar o preço quem sabe R$ 44.000,00 (preço agressivo e ousado)seria um bom preço, mas por R$ 48,9 tem muita opção de carro (Leônidas). Quanto aos carros que ainda FLEX eles ainda continuam com o consumo alto quando abastecidos com gasolina. Os que são só a gasolina são mais econômicos que os FLEX com este combustível. Os FLEX ainda tem de evoluir muito ou partir logo para eletricidade.

  6. eu tenho e acho lindo,espaço interno maravilhoso,enorme,economico,motor excelente…sem mais comentários…comprem e vão entender o q estou falando,depois desse vou comprar outro mais novo,mas d novo será Tiida amei carro maravilhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *