Renault Logan fica apresentável

Hoje a Renault lançou a linha 2011 do Logan, que nós já vimos aqui há poucos dias. A principal mudança foi mesmo no visual. Quem tinha completa aversão ao modelo precisa admitir: finalmente o Logan ficou apresentável. A frente ficou menos feia, enquanto a traseira ficou, na medida do possível, interessante. Vejam mais fotos na galeria do Jalopnik.

Por dentro, FINALMENTE, a ergonomia melhorou. Os botões para acionar os vidros elétricos sairam do painel e foram para as portas. Além disso, o motorista pode ajustar o banco e o volante em altura.
O Logan 2011 está disponível nas versões Authentique 1.0 16V, por R$ 28.690; Expression 1.0 16V, por R$ 30.190; e Expression 1.6 8V, por R$ 32.690. De série, todas as versões têmpára-choques na cor da carroceria, conta-giros, rodas de aro 14”, alarme sonoro de advertência de luzes acesas, porta-copos no console central dianteiro e brake-light.

Considero os preços atrativos, mas a lista de equipamentos de série é uma tristeza de tão pobre. Pelo menos o sedã da Renault pode ser equipado com airbag duplo e ABS, diferente do Chevrolet Classic, que tem disponível como opcional apenas o “Kit Proteção”, composto por adesivos refletivos, tapetes de carpete e borracha e protetor de carter.

Ainda em relação ao Chevrolet, que custa um pouco mais barato (R$ 28.294), o Logan oferece mais espaço para os ocupantes e para bagagem, além de três anos de garantia (ou 100.000 km de garantia – o que ocorrer primeiro) – contra espaço interno limitado, 390 litros e um ano, respectivamente.

Para encerrar, fiquei pensando: por que o motor 1.6 8V tem o nome de Hi-Torque? Seu torque de 13,7 mkgf com gasolina e 14,1 mkgf com álcool é inferior ao de todos os outros 1.6 8V do mercado nacional, e bem próximo aos de alguns 1.4. Vejam:

. Renault 1.6 8V Hi-Torque: 13,7 mkgf / 14,1 mkgf a 2.850 rpm
. Volkswagen 1.6 8V VHT: 15,4 mkfg / 15,6 mkgf a 2.500 rpm
. Ford 1.6 8V Rocam: 14,5 mkgf / 15,3 mkgf a 4.250 rpm
. Chevrolet 1.4 8V Econo.Flex: 13,2 mkgf / 13,7 mkgf a 2.800 rpm

Comentários (12)

  1. Parizzi uma pequena correção o Econo flex só libera o torque máximo aos 3200 RPM.

    No Renault 90% desse torque já está disponível a 2500 rpm. Esse motor se comporta muito bem em baixas rotações, sem tremedeira.

    Uma taxa de compressão inferior aos concorrentes é a resposta para menos potência e torque.
    Talvez a Renault tenha guardado um upgrad embaixo da manga desde que relançou esse motor como flex, e agora esse upgrad esteja muito próximo com a saida do 1.6 16V …apenas pressumindo.

    Renault 10,1:1
    Volks 12,1:1
    Ford 12,3:1
    GM 12,4:1

  2. Enstranho, no prisma tb é 2800rpm…pq será que a GM fez questão de deixar o Agile mais manco!?

    Prisma – 13,2 mKgf / 13,7 mKgf a 2.800 rpm
    Corsa – 13,2 mkgf / 13,4 mkgf a 2.800 rpm
    Agile – 13,2 mkgf / 13,5 mkgf a 3.200 rpm

    Cada um tem uma regulagem, e o carro mais leve é o que tem mais torque

  3. SE TIVESSE QUE ESCOLHER UM SEGUNDO CARRO PARA A FAMÍLIA, TALVES ESCOLHESSE ESSE. ACHO INTERESSANTE TER UM CARRO COM BASTANTE ESPAÇO E QUE NÃO SEJA UM POPULAR. O CUSTO BENEFÍCIO É LEGAL.

  4. Prezado Gustavo Meneghetti, é de lascar quando sabemos que estas duas porcarias o jurássico Corsa Classic e o Renault “Logan” ainda encontra trouxas para comprar estas carroças, feiúra assim só a do Zé Ramalho e o Renato Parizzi, em sua extrema bondade escreve que o danadinho ficou menos feio ora, todos sabermos que feiura só aumenta.

  5. O Logan é meio feinho..muito quadrado e falta personalidade.
    Mas vamos lá: corsa sedan, classic, prisma e voyage: por dentro parece com painel de carro de kart, ou seja, sem graça nenhuma e sem inovação. Uma vez vi um anuncio da gm que dizia, adicionais de série: porta-copo!! gente, é absurdo!!

  6. O Logan na versão Expression com motor 1.6 8 V, apresenta um interior além de espaçoso, muito mais bem acabado que os concorrentes citados nos comentários acima. A GM trata o interior dos carros com plásticos de baixa qualidade, peças que vibram enquanto o carro está em movimento e a volkswagen segue o mesmo caminho, com interior sonso e sem graça. Detalhes que não são superados pela garantia TOTAL de fábrica por três anos! Respaldo de uma marca séria que respeita o consumidor e fica, com certeza, a frente da concorrência. A aparência não ajuda muito, afinal é um projeto elaborado na Romênia e que acredito que deveria ter sido melhorado antes de vir para o Brasil. Entretanto, quem já viu a versão 2014 vai ceder a marca e ao modelo em questão, que está muuuuuuuito mais bem apresentável que os modelos citados nos comentários anteriores. Detalhe: estou na iminência de comprar um e estou aguardando o novo modelo chegar as lojas! Senão, já estaria com o meu na garagem FELIZÂO!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *