Fiat lança o estranho e descolado novo Uno

Um arraso. Assim posso definir o lançamento do novo Fiat Uno. O modelo chega realmente para ser o sucessor do mitológico veículo lançado no Brasil em 1984.

O novo Uno tem visual marcante, boa lista de equipamentos (a maioria opcionais), espaço interno interessante, uma dupla de motores aparentemente honestos e uma infinita possibilidade de personalização, o que parece ser uma tendência atual (e nova) do mercado.

Quando digo que o novo Uno tem visual marcante, não estou dizendo necessariamente que ele seja bonito. A melhor expressão que li sobre o carro foi na revista Carro, que disse que o novo Fiat é estranho e descolado. Perfeito na minha opinião. E confesso que gostei do visual do novo Uno, bem mais do que gostei do desenho do Agile quando ele foi lançado.

Sobre as quatro versões do Uno, acho que elas têm um preço inicial atraente. Mas, como sempre costumo reclamar, sinto que alguns equipamentos opcionais poderiam ser de série. A versão Vivace 1.0, por exemplo, deveria sair de fábrica com econômetro e o conta-giros (que não é nem opcional). Limpador e lavador do vidro traseiro das versões 1.0 Vivave e Way também deveriam ser de série. E veja: a versão Way tem lanternas traseiras escurecidas e não tem desembaçador traseiro de série! Economia porca ou erro de investimento?

Para as verões Way e Attractive 1.4, seria legal se a direção hidráulica fosse de série. E todas as versões do Uno deveriam ter apoio de cabeça para cinco ocupantes, não só para quatro. Pelo menos toda linha Uno 2011 pode ser equipada com airbag duplo e ABS.

Os motores EVO são na verdade os Fire com alterações para deixá-los mais potentes, econômicos e menos poluentes. A Fiat prometeu maravilhas de médias de consumo nas versões Attractive e Vivace, que são mais leves que as Way. A Vivace 1.0 Evo apresenta consumo urbano de 15,6 km/l (gasolina) e 10,5 km/l (álcool) enquanto na estrada faz 20,1 km/l (gasolina) e 12,9 km/l (álcool). O motor Fire 1.4 Evo na versão Attractive faz, na cidade, 14,7 km/l (gasolina) e 10,3 km/l (álcool); e, na estrada, 19,4 km/l (gasolina) e 12,8 km/l (álcool). Como seria bom se o consumidor comum alcançasse esses números…

Bom e ruim

Em relação à personalização, são tantos itens e possibilidades que nem vale ficar comentando aqui o que pode ser feito. O que vai ser um excelente argumento de vendas para o Uno novo (o consumidor vai comprar o carro com a cara dele) pode acabar sendo um péssimo argumento de revenda (o usado vai ter a cara de outro consumidor, e não a minha). Mas a customização tem muito mais chance de dar certo do que de dar errado.

Problemas

Um ponto negativo e que me deixou muito surpreso foi o fato da Fiat ter mudado para pior a posição dos botões que acionam os vidros elétricos. Das portas, eles foram para o painel central. Um retrocesso. Talvez a marca italiana tenha feito essa bobagem para ter o que melhorar no carro nos próximos anos.

Outro ponto negativo é o preço dos opcionais, que acaba elevando o valor do novo Uno completo. O Attractive 1.4 chega a R$ 40.000 com pintura metálica, Kit Celebration 3 (direção hidráulica + ar-condicionado + faróis de neblina + alguns outros itens), Kit HSD (airbag duplo e ABS) e com Rádio Connect CD MP3/WMA com RDS, viva-voz Bluetooth e entradas USB/iPOD. Já o Vivace 1.0 beira os R$ 37.000 com os mesmos equipamentos (trocando o kit Celebration 3 pelo 5). Chegando na casa dos R$ 40.000 podemos encontrar opções mais interessantes no mercado.

Novo X Velho X Palio

E como ficam o Palio e o Mille com a chegada do novo Uno? Querendo ou não, o novo modelo vai canibalizar o quintal de casa, roubando vendas do Mille e do Palio. Compare abaixo os preços sugeridos de todas as versões do novo Uno (2011), do Mille (2011) e do Palio (2010).

Uno Vivace 1.0 2p: R$ 25.550
Uno Vivace 1.0 4p: R$ 27.350
Uno Way 1.0 2p: R$ 26.690
Uno Way 1.0 4p: R$ 28.490
Uno Attractive 1.4 2p: R$ 29.280
Uno Attractive 1.4 4p: R$ 31.080
Uno Way 1.4 2p: R$ 30.070
Uno Way 1.4 4p: R$ 31.870

Mille Economy 1.0 2p: R$ 23.570
Mille Economy 1.0 4p: R$ 25.370
Mille Way 1.0 2p: R$ 24.090
Mille Way 1.0 4p: 25.910

Palio Fire Economy 1.0 2p: R$ 26.300
Palio Fire Economy 1.0 4p: R$ 28.050
Palio ELX 1.0 2p: R$ 29.060
Palio ELX 1.0 4p: R$ 30.830
Palio ELX 1.4 4p: 32.990
Palio ELX 1.8 4p: R$ 37.310
Palio ELX 1.8 Dualogic 4p: R$ 39.570
Palio 1.8R 2p: R$ 41.490
Palio 1.8R 4p: 43.160

Quais versões vocês acham que morrem primeiro? Eu não sei exatamente, mas penso que o Palio Fire Economy será o primeiro afetado pela chegada do novo Uno. Vocês já repararam que a propaganda “Amigos para sempre” está passando sem parar na televisão? É a Fiat fazendo o Palio Fire Economy aparecer para ele não ser esquecido depois na hora da compra.

Vejam abaixo uma comparação de dados técnicos entre os três compactos vendidos pela Fiat no momento e depois uma série de fotos comparando o Uno com o Mille.

Fiat Mille Economy e Way Fire 1.0

Comprimento: 3,69 m
Largura: 1,54 m
Altura: 1,44 m (1,49 m Way)
Entre-eixos: 2,36 m
Porta-malas: 290 l
Peso: 810 kg 2p (820 kg Way) e 830 kg 4p (840 kg Way)
Tanque: 50 l
Potência: 65/66 cv
Torque: 9,1/9,2 mkgf

Fiat Uno Vivace e Way Fire 1.0 Evo

Comprimento: 3,77 m
Largura: 1,63 m (1,65 m Way)
Altura: 1,48 m (1,548 m Way)
Entre-eixos: 2,37 m
Porta-malas: 280 l (290 l com o banco com regulagem)
Peso: 884 kg 2p e 895 kg 4p (920 kg Way)
Tanque: 48 l
Potência: 73/75 cv
Torque: 9,5/9,9 mkgf

Fiat Palio Fire e ELX Fire 1.0

Comprimento: 3,82 m (3,84 m ELX)
Largura: 1,63 m (1,64 m ELX)
Altura: 1,43 m
Entre-eixos: 2,37 m
Porta-malas: 290 l
Peso: 920 kg 2p (950 2p ELX) e 940 kg 4p (970 kg ELX)
Tanque: 48 l
Potência: 73/75 cv
Torque: 9,5/9,9 mkgf

Fiat Uno Attractive e Way Fire 1.4 Evo

Comprimento: 3,77 m
Largura: 1,63 m (1,65 m Way)
Altura: 1,49 m (1,555 m Way)
Entre-eixos: 2,37 m
Porta-malas: 280 l (290 l com o banco com regulagem)
Peso: 925 kg 4p (940 kg Way)
Tanque: 48 l
Potência: 85/88 cv
Torque: 12,4/12,5 mkgf

Fiat Palio ELX Fire 1.4

Comprimento: 3,84 m
Largura: 1,64 m
Altura: 1,44 m
Entre-eixos: 2,37 m
Porta-malas: 290 l
Peso: 981 kg 4p
Tanque: 48 l
Potência: 85/86 cv
Torque: 12,4/12,5 mkgf

Comentários (35)

  1. O jornalista as vezes nem sabe o que está escrevendo, primeiro ele diz: “Quando digo que o novo Uno tem visual marcante, não estou dizendo necessariamente que ele seja bonito”
    Depois ele diz: “E confesso que gostei do visual do novo Uno”.
    Se você não acha o novo Uno bonito, como pode gostar do novo visual? O carro é feio mas tem visual marcante, é isso? Nada a ver.
    Decida-se, uma coisa ou outra.

  2. Vai vender muito principalmente para que procura um bom espaço interno. Com certeza será uma alternativa frente aos VW FOX e RENAULT SANDERO. Creio que se tiver itens com pintura metálica, ar-condicionado, direção, vidro e travas elétrica com um ótimo custo/benefício poderá fazer frente e quem sabe até ultrapassar o VW GOL em número de vendas. Haja vista que o VW GOL teve a sua fama manchada por recall por falha nos freios e na lubrificação do motor. Alias já é hora de outro carro fazer frente ao VW GOL que é o mais vendido salvo engano desde 1987. A FIAT é uma forte concorrente a vencer este desafio já que é a marca lider de vendas do Brasil há alguns anos. O tempo dirá se esse FIAT aí for bom poderá desbancar o VW GOL.

  3. Parabéns PARIZZI! Demorou a atualizar o blog, mas atualizou com uma matéria em alto nível. Certamente colher as informações e organizá-las leva um tempo. Sucesso e um abraço aqui de Brasília-DF para você e todos que participam do blog.

  4. Melhorou muito. Na verdade não dá nem para comparar… Saiu de uma caixa com rodas pra um veículo decente. E como eu ja esperava a uns 3 anos atrás… Pagar 40 mil reais até em um Uno vai se tornando realidade.

  5. O novo Uno tem tudo pra pegar, não será um sucesso de vendas, nem um fracasso pois, achei seu visual um quanto “diferente”.
    Já na versão WAY, que tem aquela faixa preta no início do capô, ficou estranho…
    Acho também que a FIAT poderia ter “melhorado” a versão de entrada do automóvel. Pagar quase R$ 40.000,00 em um UNO “completo”, é simplesmente fora de questão!!

  6. Como eu já disse e repito, o MIlle não passa de uma privada com volante, já o novo Uno Soul Kia continua sendo uma louça sanitária porém desenhado pela famosa fábrica Jacuzzi aí é coisa chique, quanto a este monstrinho acima valer 40.000,00 completo posso garantir que os automóveis da Honda e Toyota vale seu preço.

  7. Este carro é descolado e tem design e na minha opinião ele já pegou, desde as especulações da concepção o carro já era uma celebridade instântanea pois todos queriam saber como seria um Uno reestilizado, parabéns a FIAT AUTOMÓVEIS pelo seu bem elaborado projeto. espero que eu possa comprar UNO também!

  8. Tomei coragem e entrei na revenda Roma Fiat de BH para conhecer a coisa chamada Uno, logo de cara ví que lembrava o Fester Addams da família Addams de tão feio que é o monstrinho, se a coisa acima não cair no gosto do povão “classe A e B nem olha pra essa coisa”, vai ser decepcionante, a privada com volante tinha uma certa resistência para encarar qualquer terreno, vamos ver o pequeno Uno da Kia Soul.

  9. Realmente 40 mil nele está fora de questão, por existir automoveis mais interessantes nessa faixa de preço! Parizzi esse trabalho que vc fez comparando as fotos do novo com o velho ficou muito bom!

    Parabens!

  10. Montei no site da Fiat por R$39.762,00 um novo uno way 1.4 completo: ar, direção, mp2, abs, ar bag e… vidros traseiros manuais.

    Abandonei a Fiat em 2005 e não me arrependo.

  11. Bom! pelo que percebo a grande maioria do povo brasileiro,se acustumou mesmo,é do desing do santana,voyage,fusca,bah!falar mal do desing do novo uno,é regredir historicamente aos anos 70 e 80,vão se atualizar.
    joni e. simoes porto alegre

  12. Hipocrisia…carro é um meio de locomoção, o objetivo e nos levar do ponta A ao B, pra mim, o melhor sempre vai ser o mais economico.Que besteira, contesta designer, se quanto mais bonita mais economico, ai valia apena ta postando tanta merda.

    Idiotisse. Quem lembra ha quanto tempo os avioes vem mantendo os mesmo modelos?

  13. Frente com desenho assimétrico.

    Frente com grade enorme preta no meio do parachoque.

    Traseira mista ente reta e redonda.

    Em síntese um equívoco sob quatro rodas

    O carro muitíssimo feio.

    Um horror.

  14. Frente com desenho assimétrico.

    Frente com grade enorme preta no meio do parachoque.

    Traseira mista ente reta e redonda.

    Em síntese um equívoco sob quatro rodas

    O carro maitissimo feio.

    Um horror.

  15. Bom carro, tenho o meu a 60 dias motor 1.4, quer saber os por menores?. Banco do motorista com espaço muito pequeno carro para quem mede no máximo 1.75 de altura, acima disto vai dirigir com as pernas encolhidas e bater a cabeça no teto. Outro item o cinto de segurança do carona após ser solto numca volta para o devido lugar e fica batendo, tem que tirar o seu e ajustar o mesmo com a mão pois o espaço entre a coluna e o banco é apertado. Fora isto é um ótimo carro, anda bem, economico, boa visibilidade, não faz muito barulho, ótimo com a suspençai elevada.

  16. ACHO que tudo não passa de uma questão de gosto,portanto alguns comentarios postos neste saite são bastantes grosseiros, anti- ético chegando até mesmo a ferir a opinião dos admiradores do carro em questão.todos somos livres para expor nossas opinioes desde que com respeitoao próximo,

  17. interessante, o pessoal meteu o pau no design nos posts aqui….. mas o carro agradou demais ….hoje dia 05/10/2010 ,o novo uno esta a apenas 200 unidades de diferença do gol (vendas da ultima quinzena), em breve será o mais vendido do brasil … eu particularmente gostei do design, mas acredito que a fiat poderia ter feito melhor se usasse efeitos similares a do Sandero …. ate acredito q nao fez assim para lançar assim daqui a 2 anos …. quanto aos comentarios daqui …. kkk …. parecem até profissionais de concorrentes ….realmente o novo uno lembra o kia soul …. mas nao tem como ter copiado … a diferença de tempo é pequena entre os dois lançamentos …. alias o kia soul é lindo …

  18. Galera, eh mt engraçado e irônico ver os comentários aqui. Eu pesquisei bastante sobre o novo uno quando decidi comprar meu primeiro carro (na verdade fui sorteada no meu consórcio, maravilha, né?!). Mas eu também achei muito caro, percebi que carros mais “luxuosos” e potentes teriam valor equivalente se eu colocasse tds os adicionais. Além do que, eu naum tinha gostado mt da traseira do carro, que eh o que ficou do design do uno antigo, a parte quadrada. Mas eis que num seminovo da volkswagen encontro um novo uno way, 4 p, com dois meses de uso, tds as adicionais de fábrica (menos adesivos rs), pois o antigo comprador arranjou um emprego que precisava de um graande espaço traseiro, coisa que obviamente esse modelo naum tem. Azar dele, sorte minha. Nessa revenda confiável, em que ele deixou o carro como entrada, a versão mais moderna e completíssima do novo uno da fiat tava R$ 33 800,00, já que perdeu valor por ter saído da fábrica. Ainda era caro ao meu ver, e, crítica como sou (apesar de nunca ter tido automóvel próprio até esse, já dirigia carros populares, brasileiros, estrangeiros, inclusive no exterior), notei pequenos arranhões no parachoque, e dps de mt insistencia e a diferenca entre a carta de credito e o valor do carro (uns 10 mil) ao vivo e em cores nas mãos, consegui abaixar o preço pra 32 500. Agora que já o tenho, continuo pesquisando, pq desconfio qd as coisas estão boas demais. Vcs que criticam o novo uno, já o dirigiram? Ao menos o modelo mais completo, com os adicionais, dá de 8 a 2 (pra não exagerar rs) em mts importados no quesito conforto, modernidade, leveza e direção. Vejo cada dia mais desses modelos nas ruas, embora mts sejam o modelo mais simples. Eh, eu poderia comprar um invejável sedan pelo preço dele, mas seria bom só pras pessoas que vêem, na hora da economia (pra vcs que gostam de criticar o preço, apesar de ele realmente estar caro) j’;a estou vendo resultados. INCRÍVEL como eh macio, econômico, painel moderno e uma presença que já me rendeu diversas ofertas bem além do que eu paguei por ele. A assistência da Fiat sobre qualquer coisa tem sido imediata e impecável ( e olha que eu tenho tendência a detestar atendimentos rs); e não que o carro precise de assist6encia, mas como teve um dono por alguns dias antes de mim, quis me precaver. Se eu tinha alguma dúvida de que o custo/benefício vale a pena, não tenho mais. Foi a melhor compra que fiz e, não sendo rica, amo o fato de ele ser da Fiat. As pessoas tem medo do novo. Meu conselho pra quem está em dúvida se vale a pena é que faça um test drive, que pergunte a alguém que tenha (com certeza vai achar logo). Para os que já estão satisfeitos com seus carros-de-mesmo-valor-e-mais-chiques, parabéns. Eu estou super satisfeita com o meu barsileiro econômico com porte de carro de luxo (principalmente pra quem dirige).
    Abraços, e aceitem conhecer coisas novas. Algumas são ruins, outras realmente valem a pena. 😉

  19. Dirigi um novo Uno 1.0 com ar e direção. Uma bomba. Já tive um Uno antigo em 1996 que era ótimo. O carro piorou MUITO. O câmbio é longo demais para um carro 1.0. As marchas são difíceis de engatar – parece um jipe – a direção hidráulica é leve demais o que torna o controle difícil. A suspensão elevada é a pior que vi. Mesmo em curvas moderadas a 30 km/h você sente a carroceria balançar e a traseira tende a descolar. Apesar de ter apenas 6000km, o modelo que andei parecia um carro velho. Custou com os opcionais 35.000 (!). Um absurdo! Nunca vi nada pior.

  20. gostei mto do carro em design superior ao antigo… Ariadne…o seu way é 1.0 ou 1.4? e esta fazendo qto km com 1L? Como vc mesma falou, preciso fazer um teste-drive. A UNICA coisa que NAO GOSTEI foi da posição dos botoes que acionam os vidros eletricos, preferia que fosse na porta, ao inves de p/o painel central. Fora isso achei o carro o máximo, pois qro economia e nao potencia.

  21. ESTOU INTERESSADO EM COMPRAR O NOVO UNO WAY 1.4 COM AR,DIREÇÃO H,KIT CELBRETION 3,COR METALICA MAS ACHEI CARO 40.756 MAS SE ELE É PROBLEMATICO PORQUE O NUMERO DE VENDAS É TÃO ALTO.

  22. Cristian-MG eu trabalhei 15 anos lá e sei sobre as GAMBIARRAS que normalmente são feitas lá, tipo: emendar chicotes de air-bags, abs entre outros, colas peças com super bonder (até parafusos), cobrir riscos de painéis com papel carbono entre outros…e tudo com conhecimento da gestão ” veículos precisam ser liberados custe o que custar”!! ficaria calado se não tivesse acontecido comigo: R$ 33.000,00 em um UNO EVO 1.0 que simplesmente parou de acelerar e me deixou a pé! e a concessionária me diz que já passou a garantia! um carro com 21.000,00 km rodado, é fácil ser a primeira do mercado assim!!! anunciar, vender e tirar o corpo fora. Sempre tive veículos fiat, o mille é feio, sem acabamento mas funciona, e nunca me decepcionou, agora essa belezinha ainda cheirando a novo parou de funcionar e a dona FIAT não tem nada a ver com isso!! QUE DECEPÇÃO! VERGONHOSO!!!
    Ahh e mais:…a porta do motorista só abre quando quer, ou você precisa esgoelar a maçaneta! o quadro de instrumentos fica encoberto pelo volante e a coluna esconde pessoas! MUITO BONITINHO!! para jornalistas então!! são preparados: tiram todos os ruídos, fabricam peças mais resistentes, aí o motivo de tanto elogios, quero ver é ficar com um mais de um ano!!depois que acabar a garantia. EXPERIMENTE e depois comente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *