Não compre carros Ferrari!

Credito da foto: reprodução da internet/G1/Getty Images

Depois do fato vergonhoso que aconteceu no Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1, ontem, dia 25 de julho, recomeço a campanha aqui no De 0 a 100 para que todo mundo:

NÃO COMPRE MAIS CARROS FERRARI!

Eu já estou fazendo a minha parte e não colocarei, até quando eu achar pertinente, um carro da marca na minha garagem.

Faça a sua também…

Comentários (28)

  1. O mais escroto é a Ferrari tentar enganar apenas algumas centenas de milhoes de pessoas que estavam assistindo essa palhaçada! O cúmulo foi a imprensa Italiana apoiando a palhaçada. Não vejo mais essa merda! Só se a Ferrari for muito bem punida! Cá pra nós…100 mil dolares pra Ferrari é menos que R$ 1 para nós!

  2. Não gostei, não apoio e não acho justificável, mas tá longe de “óh, o mundo acabou por causa da manobra”.

    Em 2007 o Massa deu passagem pro Raikkonem. Em 2008, o Raikkonem deu passagem pro Massa e ele só não foi campeão por causa daquela corrida em que a mangueira ficou presa durante o abastecimento.

    Por falar nela, o Massa, ao invés de xingar a equipe, ameaçar o dirigente ou pedir demissão, ele foi e deu um caloroso abraço no sujeito que largou a mangueira presa no seu carro.

    Depois dessa corrida o Massa esteve forte, lutou pelo título e chegou ao Brasil.

    Aqui, na última volta, na última curva, o Massa continuou lutando até os últimos metros. Ganhou lindamente o GP.

    Depois da corrida, ao invés de achar um culpado, o Massa não quis justificar nenhum erro que comprometeram seu campeonato, pois aquele ano, tirando os fatores externos, era dele. (Diferentemente do Barrichello que começa a culpar o carro ou algum vacilo que foi cometido).

    Isso prova o caráter do nosso piloto. Ele sempre foi justo, leal à equipe e, sobretudo, batalhador.

    Se ele fez o que fez atualmente é porque está 40 pontos atrás do Alonso e o espanhol é a ÚNICA chance da Ferrari levar o título deste ano, assim como o ocorrido em 2007, apesar de que naquela ocasião era o último GP da temporada.

    A manobra ficou feia porque ocorreu sem nenhuma maquiagem e eu acredito, em grande parte, que a extravagância toda aconteceu devido ao desapontamento do brasileiro. Ele poderia esperar o Alonso chegar e ceder a posição simulando a disputa. No entanto, optou por desacelerar o carro e deixar o Alonso claramente passar, meio que querendo dizer: “fui melhor, vai passar porque deixei”.

    A maior culpada é a Ferrari. O Massa fez feio porque poderia completar 1 ano após o seu acidente na Hungria com uma grande vitória e nós não gostamos de ver um brasileiro praticando tal ato.

    E reflitam: quando O Barrichello cedeu passagam para o Schumacher, o alemão já era o vitual campeão da temporada.

    Quando o Massa cedeu passagem para o Alonso, a Ferrari buscava reação no campeonato e o espanhol é a única esparança de título nesta temporada.

    Não achei legal porque era uma corrida disputada, mas o jogo de equipe sempre ocorreu, embora muitas vezes de maneira mais discreta.

    Eu acho que devemos ponderar um pouco as críticas ao brasileiro, pois o Massa já provou o bom piloto que é e o quão aguerrido ele se mostra em pista.

  3. Mas Pedro, faltavam, antes do final do GP da Alemanha, 225 pontos em disputa. Será que, se o Massa vencesse na Alemanha e, em pelo menos, mais 4 GPs, ele não poderia ser campeão? Claro que ele precisaria ficar entre os 3 ou 4 primeiros nas outras corridas também.

    Ainda assim acho que o Massa tem crédito. Mas, o que todo mundo queria, era que ele não deixasse o Fernando “BOBO” Alonso passar…

    Sobre o piloto italiano, melhor seria colocar o Valentino Rossi do que o Trulli e o Liuzzi…

  4. Eu não achei legal também. Não gostei mas também não vi muito exagero (se fosse simulando uma disputa ninguém saberia). O auê todo é por causa da situação pouco discreta.

    O que passa na cabeça da Ferrari é o seguinte: “imagine se a gente perder o campeonato por aqueles pontos (da manobra) no GP da Alemanha?”. Eles sabem que ainda não tem o melhor carro e a McLaren é historicamente muito forte no desenvolvimento dos seus carros ao longo da temporada.

    Sobre o Rossi eu acho que seria fantástico ele na Ferrari. Ainda mais agora que ele vai se aventurar na Ducati em 2011 (ou seja, vai ter que desenvolver a moto e passar por algumas dificuldades).

    O Alonso é um dos pilotos mais mau caráter que eu já vi. Ele é MUITO fresco e falso.

    Criaram uma regra em 2002 por causa da Ferrari e hoje ela a descumpriu.

  5. Isso aconteceu porque o Alonso em questão de pontos esta dando uma aula no massa, se fosse ao contrario ele que herdaria a posição, o que algo totalmente condenável, porque nao deixar rolar uma grande disputa por posiçao como ja vimos esse ano entre Button e Hamilton

  6. Houve ordem de equipe no caso do Button e Hamilton depois que eles quase se tocaram na Turquia.

    Depois que mostraram o Martin segurando o botão, o Button não cutucou mais o Hamilton na corrida, e olha que o carro do atual campeão estava melhor naquela ocasião.

    A única equipe que ainda não deliberou nenhuma ordem na pista foi a Red Bull e, com o melhor carro, está perdendo o campeonato (apesar de eu preferir a disputa interna deles).

  7. Acho que não tem muito fundamento chegar a criticar o Felipe… Ele tem que ter sua ética profissional e se não deixasse o Alonso passar seria posteriormente demitido, além da má fama de piloto que receberia, daquele que não acata as ordens dos seus superiores… Pra qualquer um que trabalha é a mesma coisa. Oque realmente tem que acontecer é a FIA tomar as rédeas e aplicar mais severidade ao regulamento. Desclassificar automaticamente a equipe inteira da próxima corrida mais uma multa de US$1 milhão, por exemplo. Ferrari e etc vão pensar duas vezes antes de repetir a palhaçada!

  8. Olha fiquei revoltado como 99% dos brasileiros e não me venham com essa que o Massa tinha justificativa X ou Y para fazer oq fez!

    Antes de tudo, ele deu um GRANDE FODAS para todos que perdem horas nos domingos torcendo por ele, a 1 volta do final, fazendo a todos nós de trouxas!

    O mundo não vai acabar por isso claro mas realmente pra mim não dá mais F1…

    Como postei no meu blog, a Fórmula 1 para nós, brasileiros, terminou à 16 anos atrás na curva Tamburello.
    Vamos aceitar isso!

  9. Concordo com o Gustavo.

    Os tempos na F1 mudaram. A estrutura econômica é muito maior atualmente do que há 15 anos atrás. O Massa é um contratado.

    Caso realmente existisse uma punição ou maior clareza nas regras, isto não iria ocorrer.

  10. Todo esporte tem que haver Competitividade que segundo o Aurélio ” Pretender uma coisa simultaneamente com outrem disputar, concorrer”, na F1 não há o que manda são a ganância de terem a vitória a qualquer custo. O que aconteceu com o Massa e o Rubinho pé de chinelo, foi o mesmo que aconteceu no jogo Argentina x Peru na copa de 1978, que entregou a vitória de bandeja, isto é uma vergonha.
    Dos três brasileiros compeões do mundo nenhum deles precisou da Ferrari, viva o Senna, Prost, Mansel, Piquet, Fitipaldi, Nikki Lauda e tantos outros do passado. verdadeiros pilotos.

  11. Dantas, o Lauda ganhou um campeonato sendo beneficiado por jogo de equipe.

    O Senna e nenhum outro piloto brasileiro precisou de Ferrari porque ela estava l-o-n-g-e de ser o melhor carro na década de 80 e 90. No entanto, era o sonho deles correr por ela um dia.

    Até o Fangio ganhou um campeonato sendo beneficiado pelo seu companheiro.

    Acho que a gente tem que ponderar.

    O Felipe foi mandado embora da Sauber principalmente depois dele não ceder passagem para o Nick Heidfeld, antigo companheiro de equipe, durante um GP em que preferiam um alemão na frente do brasileiro.

    Foi dada a ordem e o Felipe desobedeceu. Foi o estopim para a sua demissão.

    Na Ferrari existem muito mais interesses e fica claro que o time se sobressai aos pilotos. Na era Schumacher foi assim, idem a 2007 e 2008 (Massa e Raikkonem).

  12. Frase do Schumacher: “eu faria o mesmo, porém, agora, de maneira mais sutil”.

    Não concordo com a situação e acho que a manobra deveria ser mais discreta. O Massa também tem de parar de negar que não houve nada. É feio omitir.

    Imaginem-se como donos de uma empresa observando seus funcionários se degladiando, não gerando lucro ou resultados durante o trabalho. É dinheiro jogado fora; são oportunidades perdidas. O Felipe e o Alonso devem gerar produtos (pontos) para a Ferrari e o objetivo dela é, além do campeonato dos construtores, ter um piloto como campeão.

  13. Bem, acho o que aconteceu perfeitamente natural. O que devemos ter em mente é que o automobilismo não é um esporte onde pilotos dirigindo carros mágicos tentam chegar na frente e ganhar a prova. Nada disso! O que acontece é um árduo trabalho de uma equipe para projetar um carro que será pilotado por um piloto e, então com o esforço de ambas as partes, conquistar posições de mérito em tais corridas. O piloto é apenas a ponta do ice-berg.
    (Nota: parte dos créditos desse comentário tem que ir pro Bob Sharp, pelo seu texto publicado no autoentusiastas.blogspot.com)
    Abraço, Bob!

    Augusto Sousa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *