Renault Mégane, Peugeot 307 Sedan e Fiat Stilo vão deixar saudades?

O fim do ciclo de vida de um veículo é sempre muito triste, especialmente se ele foi um sucesso de vendas e marcou o coração de muitos apaixonados por automóveis. Por outro lado, a aposentadoria de alguns carros é comemorada quase como a conquista de um título do seu clube de coração.

Em 2010, três carros bastante conhecidos estão dizendo adeus ao mercado nacional. Mas o fato do trio ser conhecido não significa que eles foram populares. Fiat Stilo, Renault Mégane e Peugeot 307 Sedan nasceram para brilhar, mas nunca passaram de meros coadjuvantes de seus respectivos segmentos.

Sedãs

A dupla francesa sofreu com os japoneses Honda Civic e Toyota Corolla, além de tomarem uma canseira do Chevrolet Vectra. Nem em seus respectivos lançamentos eles conseguiram, de alguma forma, brigar pela liderança do segmento de sedãs médios. A dupla ainda viu outro francês, o C4 Pallas, fazer mais sucesso do que eles.

Mesmo com o visual moderno e ousado, o Mégane sofreu com a “cara de tiozão”, impactada, mesmo que sem a intenção, pela sua estratégia de marketing de lançamento. Além disso, a Renault colocou o carro no mercado na sua versão de entrada, o que não costuma dar certo. É sempre melhor lançar a versão topo de linha, com a motorização maior, para, então, lançar as versões mais simples. Falando nisso, no Brasil, o sedã da Renault teve motores 1.6 16V flex e 2.0 16V a gasolina, principalmente nas versões Expression, Dynamique e Privilege.

O Mégane tem bom acabamento (embora um pouco simples para o segmento), espaço interno interessante e algumas soluções que considero atraentes (embora polêmicas), como o freio de mão “tipo avião” e o cartão para dar partida. Sempre gostei do modelo equipado com motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas, mas nunca gostei do seu preço.

Já o 307 Sedan nasceu derivado do irmão hatch, que sempre teve o visual atraente. E foi exatamente o design que derrubou o sedã médio da marca do leão. Dianteira e traseira nunca se entenderam, mesmo com as alterações efetuadas pela Peugeot.

Assim como o Mégane, o 307 Sedan tem sempre foi vendido com as motorizações 1.6 16V flex e 2.0 16V, com a diferença que, o segundo, virou flex depois de algum tempo. O Peugeot já foi encontrado em diversas versões de acabamento, como Presence, Feline e Griffe.

Espaço interno e boa posição de dirigir sempre foram os grandes destaques do 307 Sedan, assim como a boa capacidade do porta-malas. Mas o carro sofreu desde o primeiro dia de Brasil com uma forte rejeição do público, o que aumentou bastante a sua desvalorização.

Fico com a impressão de que a Peugeot aprendeu mais com os erros do 307 Sedan do que a Renault com o Mégane. Mas tanto o 408 Sedan, quanto o Fluence, têm muito mais chance de sucesso no mercado brasileiro do que seus antecessores, mesmo com concorrentes tão fortes atualmente, sem contar os que ainda estão por vir.

Hatch

Já o Stilo nasceu para ser o “anti-Golf”, mas conseguiu apenas ser a “sombra do Golf” em todos os mercados onde eles se enfrentaram. Por aqui, o modelo da Fiat chegou quando a geração 4 do Golf já estava nas lojas; e o italiano morre com a mesma geração 4 (tudo bem, 4,5) do Volkswagen nas lojas – uma vergonha para a Volks. Os dois se concentraram tanto no rival que nem viram primeiro, o Chevrolet Astra virar líder incontestável da categoria; e, depois, o Hyundai i30 assumir a ponta; e, atualmente, a crescente do Ford Focus.

O Stilo já foi equipado com motores 1.8 8V (a gasolina e flex), 1.8 16V (a gasolina), 2.4 20V (a gasolina).  Foram tantas versões que fica até difícil listá-las, mas vale lembrar a Sporting, Schumacher e Abarth.

Quando chegou às concessionárias da Fiat de todo Brasil, o Stilo chamava a atenção pelo bom espaço interno; o sistema NGI (Next Generation Interior), que aumentava a versatilidade e o conforto do banco traseiro; teto solar Sky Window (belo, inovador e CARO); e o ar-condicionado digital Dual Temp.

Mesmo com muitas qualidades, sinto que o Stilo nunca teve personalidade forte. Veja o Bravo, por exemplo, que acabou de ser lançado e já é muito mais marcante. O Stilo também sempre foi carente de um “coração mais apimentado”. Como disse o meu amigo: o Stilo é uma “comida que mata a fome, mas não é gostosa”. O motor 1.8 16V ficou pouco tempo no mercado e demorava para animar. O 2.4 20V andava muito, mas o preço da sua manutenção era um absurdo.

Já o propulsor 1.8 8V, que está com o hatch médio desde seu lançamento,  mesmo com os ganhos de potência com a tecnologia flex, nunca foi um primor de desempenho e consumo. Já imaginaram, por exemplo, o Stilo 1.8 16V E.TorQ? Uma pena que nunca veremos esta opção nas ruas. Uma pena não! Ainda bem que nunca veremos, pois logo (1º de dezembro de 2010) teremos o Bravo entre nós. (fotos: Renault/Divulgação, Peugeot/Divulgação e Fiat/Divulgação)

Aproveitem para votar na enquete!

Comentários (30)

  1. Eu respeito a opinião de todo mundo e principalmente se esta opinião é de uma pessoa como o Renato Parizzi. Mas, entretanto, todavia, contudo, poucas vezes li tanta bobagem sobre o STILO. O Golf é um carrinho de rolimã perto do STILO, o Astra é taxi e o resto é resto. Automóvel de verdade chama-se STILO. O comentário sobre o motor, também não concordo, pois este motor é simplesmente o mais espetacular da face da terra. Se não vai fazer falta para alguns, para mim vai e muito. Na minha opinião, a FIAT acabou. Lançando este carro de florzinha aí. Deveria se chamar “Muito Bravinha” e seu motor deveria ser um 2.4 24 válvulas. Sem mais. É FATO!

  2. Putz!
    Eu sabia do fanatismo do Leônidas mas agora ele caiu de vez no meu conceito! Besteira é esse tanto de coisa que você disse!
    Mas…cada um cada um.

    Motor do stilo bom? Seu nível de exigência deve ser bem baixo.
    Eu sempre afirmei que o stilo tinha + espaço interno e mais tecnologia embarcada do que o Golf por ex. mas que em conjunto mecânico + motor ele nem chegava perto!

    Carro REALMENTE bom se traduz em vendas e sucesso onde quer que seja vendido. Por isso o carrinho de rolimã que vc chama de Golf é o terceiro mais vendido da história e o Stilo só vende na Itália e Brasil.
    Falo mais! Esse carro só saiu da “normalidade” no Brasil pq tinha um teto solar grande e espalhafatoso, senão…

    Que venha o Bravo e que seja um bom carro. Superar o Stilo não vai ser muito difícil.
    Sem mais.

  3. Dos 3 o stilo vai fazer falta, ou melhor, sempre será lembrado pois mesmo nao sendo líder de categoria teve números expressivos de venda, os outros nem sequer fazem diferença de terem sido fabricados aqui ou nao, ninguem comprava mesmo…

  4. Bruno eu acho que o Leônidas não anda tomando o seu ante depressivo como deveria ou colocou o seu supositório no lugar errado pois só sendo muito idiota para questionar a opinião de uma pessoa tão competente para falar sobre o caso stilo como Renato Parizzi.
    Se ele esta achando rui a saída do carro que compre toda a frota restante no pátio da FIAT e enfie no ………/*&()# !

  5. Alguma vez esta tal que alguns chamam de carro stilo foi notado na multidão?
    Na minha Opinião quem vai fazer alguma falta seria o Megane da Renault

  6. Vou escrever de novo para os mais sensíveis:

    Eu respeito a opinião de todo mundo e principalmente se esta opinião é de uma pessoa como o Renato Parizzi. Todavia, desta vez não concordo com a sua opinião sobre o STILO. O Golf é inferior ao STILO, o Astra vende muito para quem tem taxi. Automóvel de verdade chama-se STILO. O comentário sobre o motor, também não concordo, pois este motor é simplesmente o mais espetacular da face da terra. Se não vai fazer falta para alguns, para mim vai e muito. Na minha opinião, a FIAT errou ao substituir o STILO. Bom final de semana para todos. É FATO!

  7. O Stilo marcou pelo teto. O Megane até que não era ruim, pelo contrário.

    E a traseira desse Peugeot acaba com qualquer outro bom atributo do carro. Não sei como tiveram a coragem de vender um carro com uma traseira tão feia.

  8. Stilo eu considerado um bom carro. Desses três, ele é o único que teve participação considerável no mercado. Mas será peça de museu assim como acontece com seus irmãos bastardos Tipo e Brava. Pode até ser que deixe saudades em alguns, mas o carro realmente já estava ultrapassado, basta ver o interior e lembrar de um Astra.

    Os outros dois modelos não tenho nem o que comentar, ainda não sei o que eles fazem no mercado.

  9. Stilo eu considerado um bom carro. Desses três, ele é o único que teve participação considerável no mercado. Mas será peça de museu assim como acontece com seus irmãos bastardos Tipo e Brava. Pode até ser que deixe saudades em alguns, mas o carro realmente já estava ultrapassado, basta ver o interior e lembrar de um Astra.

    Os outros dois modelos não tenho nem o que comentar, ainda não sei o que eles fazem no mercado.

  10. Geralmente, os carros “esportivos” da FIAT, já nascem fadados a fazer um relativo sucesso mas, a curto/médio prazo, caírão no esquecimento. Quanto aos franceses, enquanto continuarem com lançamentos medíocres, ficarão na lanterna…

  11. Dois sedãs e um Hatch, saudade?, para mim só existia o Stilo e assim mesmo não vai deixar saudade, o resto é porcaria francesa que nem deveria existir, o próximo a desaparecer do mapa será o defectível Simbol ou coisa horrorosa sô, suas vendas estão piores que o Puntão Linea. É FATO.

  12. Li alguns comentários e francamente, vcs nao entendem de nada o cara ta certíssimo, pois o que vende é que é sucesso, independente se as pessoas gostam ou nao. eu por exemplo adoro o megane, ta certo que eu tenho 34 anos e para muitos ja sou tiozao heheh, mas enfim, gosto é igual c* cada um tem o seu.

  13. O megane pode ser um carro de tiozão, mais se lançassem a próxima geração iria fica show, eu tenho 26 anos e tenho um megane, adooro o carro, ele tem bastante espaço interno, otima dirigibilidade,n sei pq a renaut encerrou a produção do carro…

  14. com certeza o STILO vai deixar saudade! CARRO ESPAÇOSO, VISTOSO E QUASE “CONVERSÍVEL”. onde que o golf tinha era assim? como o nobre colunista relatou, UMA VERGONHA PRA VOLKS FICAR FAZENDO FACELIST NO GOLF, SEMPRE O MESMO MODELÃO! NO COMEÇO, NOSSA!!! ERA CHIQUE DEMAIS! MAS DEPOIS, PASSOU COMO TUDO NA VIDA E A VOLKS CONTINUOU EMPURRANDO O MESMO MODELO AQUI NO BRASIL ENQUANTO LÁ FORA JÁ TINHA ATÉ GERAÇÃO 5. AFF! AGORA, PONTO PARA A FIAT E REANULT, POIS ELES SEMPRE TROUXERAM OS GRANDES LANÇAMENTES PARA CÁ! ISSO MOSTRA ((RESPEITO)) PARA COM OS CONSUMIDORES BRASILEIROS, COISA QUE VOLKS, GM NÃO TÊM (TINHA) MUITO. PQ AGORA O BIXO TA PEGANDO! HEHEHE! A HYUNDAI NÃO ESTÁ BRINCANDO E SEUS CARROS ESTÃO CADA VEZ MAIS CHIQUES E LINDOS, EX. “ELANTRA”. sempre fui muito fã do MEGANE, acho ele um carro atual e bonito até hoje. sem contar que o 1.6 16v é extremamente econônico, falo isso pq já tive um. ele faz quase a mesma média de um 1.0 na cidade. é impressionante! não é atôa que carros da renault são famosos pela economia e boa mecânica, já que quase naõ dá problema, salvo as panes elétricas que ocorreram muito no megane, pelo que se tem relatos… ENFIM O 307 SEDÃ = HORRÍVEL, NUNCA VENDEU NADA, MEGANE = MÁQUINA, LINDO!, STILO = PERFEITO! SEMPRE DEU SURRA DE FIVELA NO GOLF. pena que brasileiro ainda ta naquela de: “CARRO É WOLKS OU GM, NEM FORD SERVE!”. aí essas marcas ficam enfiando BOSTA na gente: GOLZIN que tem a manutençaõ barata, MAS NENHUM ÍTEM DE SEGURANÇA (abs e air-bag) AÍ VC BATE COM SUA FAMÍLIA E MORRE TODO MUNDO… isso aí galera, continuem enchendo a bola dessas marcas bom como do GOLF! falem qeu é mais carro que o stilo… hehehe. NUNCA SERÁ! STILO SEMPRE FOI “PERFECT” TANTO NA MECÂNCIA (MOTOR GM) EXCELENTE QUANTO NO VISUAL (SKYWINDOW QUE ARREBENTA ATÉ COM O BRAVO). RESULTADO, ACHO QUE PARA TER OUTRO CARRO COMO O STILO, SÓ SE CONTINUAREM COLOCANDO O SKYWINDOW, PQ NÃO EXISTE TETO COMO AQUELE. O CARRO É BEM DIZER UM CABRIOLET. (ps. tbm já tive um stilo schumy). abs.

  15. o negócio é que a galera gosta de comparar o golf com o stilo e dizer que o golf é superior para compensar o alto preço que eles pagam num carro OBSOLETO e que já saiu de linha lá fora há muitos anos. isso é o que a volks e gm sempre fizeram com o consumidor brasileiro. A FORD, FIAT, RENAULT, PEUGEOT, TOYOTA e agora HYUNDAI, estão botando pra quebrar!!! trazendo os lançamentos mundiais aqui pro brasil. RESULTADO? VOLKS E GM TÃO REBOLANDO, TRAZENDO “CAMARO, LANÇANDO CRUIZE AQUI NO BRASIL AO MESMO TEMPO QEU LANÇAM LÁ NOS EUA”. engraçado, eles não faziam isso antes, né? será pq que estão fazendo isso agora? hum??? POR ISSO QUE TEMOS QUE ELOGIAR A RENAULT E TODAS ESSAS MARCAS “CHINESAS E KOREANAS” QUE ESTÃO ENTRANDO NO MERCADO! ISSO É BOM PARA NÓS CONSUMIDORES! MAS OS “TONTOS PAGA-PAU DE GOL E GOLF, INSISTEM EM FICAR QUEIMANDO TUDO QEU VA CONTRA… AFF!!! o stilo sempre foi mais carro que o golf, eu mesmo sempre dei mais valor ao CONFORTO do que ao MERCADO. se vc quer um carro bom de revenda, compre um UNO, GOL OU GOLF. agora se vc quer um carro LUXUOSO E MODERNO, compre um stilo! pronto! é assim que funciona! NÃO TEM COMO COMPARAR! CADA UM TEM SUAS QUALIDADES.

  16. o Megane era o meu sonho de consumo:
    – chave-cartão que abre as portas a distância.
    – botão start/stop pra des/ligar o motor
    – ABS
    – freios a disco
    – design lindo(gosto pessoal)

    quanto ao Peugeot 307:
    tem aquela grade horrível no parachoque dianteiro. a traseira parece de carro antigo (Tempra, se não me engano).

    quanto ao Stilo:
    carro quadradão, mais conservador do que isso, somente isso. os motores atuais da Fiat são muito fracos, mas desse carro aí eu realmente não sei dizer…
    mesmo assim achei ele horrível de feio

  17. Até parece que um carro precisa ser bom pra ser vendido no Brasil, o Gol é o carro mais vendido e é uma merda. Mégane e 307 sedan(que é meu carro atualmente e que chama muita atenção, diga-se de passagem)são carros maravilhosos. Stilo teve varios problemas (incluindo a morte de inocentes). Acho que o brasileiro deveria rever os conceitos e pagar pelo que realmente vale o carro e não por uma lanterna mais bonitinha ou um teto solar enorme. Só assim as montadoras começarão a ter respeito por nós.

  18. A melhor forma de se avaliar um carro é perguntar a alguém que já o possuiu. Tenho Stilo a 6 anos e já quero trocar (por outro). Carro na categoria do Stilo não existe perfeito, todos tem seus defeitos e virtudes, mas no caso do Stilo, é paixão eterna. CARRO BOM É AQUELE QUE VC NÃO QUER TROCAR POR OUTRO MODELO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *