2010, um ano para ser lembrado e esquecido pela indústria automotiva nacional

O ano de 2010 foi marcante para a indústria automotiva nacional. Foram muitos recordes. Mas nem todos os modelos tiveram um ano excelente ou bom. Alguns sofrem com um ano pífio, enquanto outros tiveram apenas um ano morno.

Ano excelente

Gol – Passa ano e ele continua o carro mais vendido do Brasil.

Uno – Sucesso absoluto de vendas. Ficou em segundo no ranking nacional, com uma certa ajuda do Mille.

Celta – Mesmo com a mudanças (mínima) de visual prevista para 2011, o Celta foi muito bem em 2010.

Classic (+ Corsa Sedan) – Mais uma vez foi o líder da categoria, sendo responsdável por mais de 120 mil emplacamentos.

Strada – Um verdadeiro fenômeno.

Saveiro – Vendeu muito bem em 2010, embora tenha levado um banho da Strada.

i30 – Mesmo com o excesso de informações enganosas nos anuncios da Hyundai, o i30 fechou 2010 como o líder da categoria, desbancando o veterano e bem sucedido Astra (veja abaixo).

Ano bom

Palio – Mais uma vez o compacto da Fiat vendeu muito bem, mas viu seus irmãos mais novo e mais velho o superarem – juntos, Uno e Mille venderam mais que o Palio -, assim como a dupla da GM Celta e Corsa Sedan (Classic + Corsa Sedan)

Siena – Melhorou as vendas em 2010 se comparado a 2009, mas nem chegou perto do Classic, vendendo quase 21 mil unidades a menos.

Clio – com as mudanças da linha 2011, como o aumento da garantia, passou a vender muito mais

Sandero – Fechou o ano muito bem, mostrando que é uma ótima opção de compra. Com as mudanças previstas para este ano, deve se firmar ainda mais no mercado nacional

Agile – Suou a camisa, mas ficou atrás do Sandero. Ainda assim o Chevrolet vendeu muito bem, obrigado.

Livina – Ficou em quarto na categoria, mas até que vendeu bem.

Astra – Mais uma vez vendeu bem, mas viu seu trono de anos ser passado para outro carro, o i30. É o início do fim (previso para o final de 2011).

Focus – Finalmente mostrou suas qualidades e começou a vender bem. Tem tudo para assumir a ponta em 2011 – vai depender da Ford saber comercializá-lo.

Corolla – Manteve a liderança entre os sedãs médios e vendeu praticamente o mesmo tanto de 2009.

Fusion – Superou as vendas de 2009. Será que vai conseguir manter o fôlego em 2011 com tantos concorrentes novos no mercado?

CR-V – A Honda deve estar feliz, pois seu CR-V vende superou em mais de 5.000 unidades as vendas 2009.

Ano morno

Punto – Mesmo com as mudanças da linha 2011, como a adçõa dos motores E.TorQ e do câmbio Dualogic, o modelo não decolou nas vendas.

Ka – O pequeno Ford até vendeu muito bem, mas vendeu praticamente 10.000 unidades a menos que o Fiesta. Não seria a hora da Ford, finalmente, lançar um Ka 4 portas?

Voyage -Mesmo com os recordes de 2010, o sedã compacto da Volks vendeu menos do que em 2009.

Peruas compactas – Nenhuma delas vendeu mais do que em 2009. Quase uma vergonha.

Fit – Manteve a ponta no segmento, mas vendeu menos do que em 2009.

EcoSport – Conseguiu vender praticamente o mesmo tanto de 2009.

Idea e Meriva – O primeiro mudou, mas sem ter efeito nas vendas. O segundo está ficando cada vez mais velho e chora por uma mudança radical.

Civic – Ficou em segundo entre os sedãs médios, mas vendeu  mais ou menos 20.000 unidades a menos. Se a Honda não tivesse se mexendo para lançar o “novo New Civic 2012” em 2011, o Civic ficaria nos carros que tiveram um ano ruim.

Minivans médias – As vendas ficaram praticamente as mesmas do que as de 2009.

Picapes médias – S10, Hilux e L200 venderam praticamente o mesmo tanto de 2009. Ranger e Frontier tiveram aumento nas vendas, mas não o suficiente para tirá-las do quarto e quinto lugar do segmento, respectivamente.

Azera – Vendeu praticamente o mesmo tanto de 2009.

Tucson – Também manteve as vendas de 2009.

Captiva – Conseguiu manter as vendas 2009. Em 2011, deve superar 2010 pela evolução do motor e do câmbio.

Ano ruim

Polo – o ótimo carro da Volkswagen conseguiu vender ainda menos que em 2009. Será que o fim está a vista?

Hoggar – Vendeu menos que a Courier em 2010. Nem preciso comentar mais nada.

Stilo – Mais uma vez o hatch médio da Fiat não vendeu bem. Como prêmio ele ganhou o fim da sua produção no Brasil Vamos ver se o Bravo consegue ser o que o Stilo nunca conseguiu: um sucesso.

Linea – A Fiat mudou o modelo, colocando um novo motor e abaixando o preço. Resultado: vendeu menos do que em 2009. O que mais pode ser feito? Acho que só abaixando o preço mais ainda.

i30CW – Será que a perua já foi lançada no Brasil mesmo?

Fotos: Volkswagen/Divulgação e Honda/Divulgação

Comentários (20)

  1. DJ, a Autoesporte desse mês publicou uma matéria de 4 páginas mostrando os abusos publicitários da Hyundai.

    O Grupo Caoa publicou um trecho de uma análise da Autoesporte sobre o i30 alterando o texto da revista! A revista disse que o carro “tem seis airbags e ar-condicionado analógico”, enquanto o grupo Caoa/Hyundai publicou que, segundo a revista, usando como base o texto da própria publicação, o carro “tem oito airbags e ar-condicionado digital”.

  2. O Linea é um excelente carro! Tenho um e é só elogios! As pessoas deveriam fazer test-drive antes de criticar. Ele é espaçoso, confortável, cheio de recursos e muito bom… Esse preconceito de ser derivado do Punto é infundado, uma vez que a largura dele (o item mais criticado) é exatamente 2mm maior que o Vectra, não é nada, mas mostra que o mesmo aperto que se imagina ter no Linea, se tem no Vectra! Um problema do brasileiro é ser maria vai com as outras e não tirar efetivamente uma prova dos comentários alheios!
    Dica: Vá a uma concessionária Fiat e faça um TD, vc vai se surpreender!

  3. A Fiat jamais fará um sedã (sempre foi um fracasso), de qualidade seu foco está voltado para carros de entradas e pequenas picapes, já Puntão Linea só vai atingir a meta de 2.000 veículos quando seu preço baixar para menos de R$ 40.000,00 e mesmo assim vai ficar difícil.
    A monstrenga Hoggar asssim como as porcarias francesas vai sim amargar um fracasso total, e se a Renault lançar uma também vai se dar mal, a Strada é absoluta neste segmento.

  4. Por que será que as peruas foram “abandonadas” pelos brasileiros, e em consequencia disso pelos fabricantes?
    Quanto ao linea e um bom carro, porém esse preconceito com os sedãs médios da fiat so vai sumir com o tempo, provando antes que os motores e os veículos nao são problemáticos quanto os do passado.

  5. Tanto o Linea quanto o Punto são ótimo carros, muito mas muito melhores que o Honda city que deveria custar no máximo uns 45mil se fosse completo.

  6. Apenas para os implicantes:

    A Renault mais uma vez é a quinta montadora que mais vende no Brasil…se não me engano é o 3º ano consecutivo…
    Meu Sandero está com 44 mil Km rodados e única coisa que tenho a reclamar, é que já passou da hora da Renault abrir uma concessionária aqui em Macaé…acorda Renault…tá perdendo dinheiro!

    Quero ver o Gato por Lebre chegar aos 44 mil Km inteiro! Pq Recall já teve né!?

  7. O Linea com este novo motor é um carrão, só vende menos que seus concorrentes por um simples motivo preconceito com a Fiat, que já teve alguns sedãs com pequenos problemas.
    A Peugeot, Renault e Citröen juntamente com as coreanas vão arrazar no mercado brasileiro, aguardem.

  8. Concordo com Parizzi se o Linea for concorrer com Polo Sedan, Bora, City e New Fiesta vai ter mais chance se baixar o preço. Será que vendê-lo a R$ 44 mil como o Nissan Tiida Sedan não seria um preço razoável.
    Quanto as peruas nacionais.
    Quando você vai comprar uma perua esta atrás de espaço para os passageiros de trás e bagagem. Palio Weekend, Peugeot 206 SW e Parati não tem mutio espaço no banco de trás (3 pessoas adultas de 1,8 metros). Já a SpaceFOX cabe 3 atrás bem, mas a coluna dianteira tira muito o campo de visão. Restou só a FRANCESONA MEGANE GRAN TOUR que atualmente esta sendo vendida em Brasília abaixo da tabela (R$ 46.000,00). Será que a francesa esse ano desemplaca ou emplaca e toma a fatia de mercado das outras!?

    O Sandero até agora está me impressionando já rodei 5.500 Km e meu Gol 1.6 (lider de vendas desde 1987) não me deixa nenhuma saudade. Quem sabe um dia o Brasil volta a ter como lider de venda um carro de categora superior como o Monza (1984 a 1986).

    Parabéns Parizzi pelo post ficou muito bom.
    Abraço e Feliz 2011. Sucesso e muita sorte pessoalmente e profissionalmente. Você também fechou um ano de bastante posts que venha 2011 e o blog se consolide mais ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *