Honda se posiciona sobre os roubos do estepe do Civic

Honda-Civic-2011
Linhda 2011/2011 do New Civic não tem mais o modo “conforto”

Depois do post que publiquei sobre os roubos do estepe do New Civic, a Honda entrou em contato comigo para se posicionar e para fazer alguns esclarecimentos. Fiquei satisfeito com o retorno da marca e agradeço ao Eber do Notícias Automotivas pelo apoio.

De acordo com a Honda, o problema afetou as unidades produzidas até 2010 (até mesmo as da linha 2011) por causa da função “conforto” do alarme. Esta função permite que o porta-malas seja aberto usando a chave sem que o alarme dispare. Entretanto, é exatamente isso que faz com que o alarme não dispare caso a fechadura seja violada pelo assaltante.

Conforme me enviou a Honda, “o sistema antifurto foi concebido para minimizar a possibilidade de furto do automóvel, através do acionamento da buzina. Porém, ações de vandalismo, ou seja, quebra do cilindro da porta malas com consequente roubo do estepe, fogem do controle do fabricante. Pode ocorrer de o alarme disparar e o proprietário não notar, por não estar próximo ao veículo no momento do disparo. Após o furto, como o porta-malas é fechado novamente, o alarme pára e volta a monitorar. Caso haja nova violação, o alarme volta a disparar a buzina. Desta forma, é possível o proprietário retornar ao veículo e não perceber que o alarme disparou, tendo objetos furtados no interior do porta-malas.”

Funcionamento do sistema: ao acionar o sistema de alarme do New Civic, este irá monitorar capô, portas e porta malas. Conforme manual do proprietário, a abertura de qualquer uma das portas ou do porta-malas (sem o uso da chave ou controle remoto), ou do capô poderá acionar o alarme.

Trava da Access: Quanto à trava antifurto, o equipamento é um acessório (portanto item opcional) comercializado pela Honda Access, que pode reforçar a segurança em situações em que o motorista deixa seu veículo com a chave principal com um terceiro.

Mudança do sistema a partir de 2011: Nos modelos 2011 o sistema de “conforto” foi desativado e o alarme só pode ser desligado pelo controle remoto.  Assim como qualquer item do veículo, o sistema de alarme recebeu atualizações e melhorias, o que não significa que as alterações são decorrentes das ocorrências relatadas. Lembramos que nenhum sistema antifurto tem 100% de eficácia diante da variedade e novos meios de vandalismo aplicados.

O contato da Honda mostra que a marca está atenta ao problema, o que passa tranquilidade aos proprietários do modelo. A linha 2011/2011 está mais preparada para “enfrentar” as ruas, mas e os outros milhares de New Civic vendidos até 2010/2011, como ficam?

Fiz essa pergunta para a Honda, imaginando que bastaria aos donos do sedã passarem na concessionária para desligarem o modo “conforto” do alarme. Mas, infelizmente, não é bem assim. Por questões de segurança, não revelarei o que é feito tecnicamente, mas digo que o procedimento não é tão simples.

Então, conforme me informaram, a Honda estudará cada caso de acordo com a necessidade do cliente. Basta que ele entre em contato com o SAC da marca para ver o que é possível fazer.

(foto: Honda/Divulgação)

Comentários (7)

  1. Bom saber o CIVIC da minha cunhada não esta em perigo, pois ele é 2011/11. Já os outros por aqui não posso dizer o mesmo. É bom ver que a marca se preocupou rapidamente em responder. Os blogs estão com tudo não é a toa que a JAC esta levando bem a sério este meio de publicidade.

    Parabéns a você Parizzi, ao Notícias Automotivas e a Honda que não ignorou o consumidor e a opinião do povo. “É em pequenos gestos que se vê o quanto uma marca é grande” Wladimir Pereira.

  2. Sempre foi e será uma grande marca que produz no Brasil verdadeiros automóveis.
    Quando estava no auge das vendas e não tinham produção suficiente, a Honda emitiu nota em revista especializada pedindo desculpas por não terem condições à época de atender a demanda.

  3. Desenvolvemos um produto pois já passamos por isso e também verificamos que vários clientes tiveram um prejuízo muito maior do que um estepe e fechadura. Entre esses prejuízos estão notebooks com trabalhos que o seguro não vai conseguir recuperar, materiais de trabalhos que são importados que o cliente teve que gastar um valor alto e ainda esperar chegar pois aqui não vende. Pense no caso de um advogado que anda com processos e documentos originais dos seus clientes, as vezes documentos de inventários, imagine a dificuldade para conseguir uma segunda via.

    Mediante a tudo isso pensamos em outras possibilidades muito mais graves, porque sabemos que quando é aberto o porta-malas o alarme desarma. Com isso o bandido tem uma oportunidade de entrar no carro e ficar no banco de trás esperando o proprietário, e a partir daí sabemos que o proprietário corre um grande risco de sequestro ou que o bandido o obrigue a ir até sua casa para roubá-la.

    Por tanto, o que a gente visa não é proteger somente estepe ou fechaduras, a nossa missão é prestar um serviço que leve segurança e tranquilidade para as pessoas.

    http://keylocked.fotoblog.uol.com.br/photo20111125145133.html

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-208332475-proteco-anti-furto-para-fechadura-do-new-civic-_JM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *