Por que a Ford não emplaca no Brasil?

Eu adoro vários carros da Ford. Acho que a marca consegue produzir veículos muito competivivos para praticamente todos os segmentos nos quais atua. Quase comprei um Focus hatch nesse ano, mas as concessionárias da marca simplesmente (e lamentavelmente para a marca) não souberam me vender o modelo. Uma lástima.

Mas o que quero discutir aqui é outros aspecto. Por que a Ford não emplaca no Brasil? A marca está em quarto lugar a tanto tempo e, mesmo com as investidas recentes, a tendência aparente é que, ao invés de incomodar as três líderes, a empresa norte-maericana vai sofrer, em médio prazo, com as adversárias que estão atrás. Mas por que isso? Fiz uma lista que vale a leitura.

Ótimo carro compacto, Ka só tem versão com duas portas

Ford Ka 4 portas
A Ford continua insistindo que o Ka só deve ser vendido no Brasil com duas portas. Já ouvi dizer que “não é possível mecanicamente fazer um Ka 4p por causa do tamanho do veículo”. Considero isso uma mentira. Vejam os casos do Mille, Uno, Gol G4, Palio Fire, e, especialmente, Celta e Chery QQ. Todos são pequenos e têm quatro portas. O modelo da Chevrolet tinha vendas tímidas apenas com duas portas. Quando a carroceria com quatro portas foi lançada, o Celta se tornou popular.

Veículos interessantes muito caros
Os carros mais interessantes da Ford no momento no Brasil custam muito caro: New Fiesta hatch (a partir de R$ 48.950), New Fiesta Sedan (a partir de R$ 50.950), Focus (a partir de R$54.790), Fusion (a partir de R$ 83.660) e Edge (a partir de R$ 123.940). Os dois últimos eu até entendo, mas os outros, em especial a dupla de New Fiestas poderiam e deveriam ser mais baratos para se tornarem ainda mais competitivos nos seus respectivos segmentos.

O EcoSport também é um carro legal, mas, com a aproximação do lançamento da sua nova geração, preferi não incluí-lo na lista acima.

Você pode me perguntar exemplos de veículos interessantes de outras marcas que sejam atraentes e que não custem tanto (abaixo dos quase R$ 49.000 pedidos pela Ford para o New Fiesta hatch). Respondo: Renault Sandero e (novo) Fiat Palio. 

New Fiesta hatch é um excelente automóvel, mas poderia custar menos

Falta de opções variadas entre R$ 24.000 e R$ 47.000
Esse é o maior problema da Ford no Brasil, disparado. Nessa faixa de preço citada, a Ford conta com apenas quatro modelos: Ka (1.0 e 1.6), Fiesta hatch (1.0 e 1.6), Fiesta Sedan (1.0 e 1.6) e Courier (1.6). É um número muito pequeno de veículos para a principal fatia do mercado brasileiro. A marca deveria ter mais opções e variações. Alguma minivan? Algum compacto mais barato com 4 portas? Picape compacta moderna?

Fazendo uma comparação com duas “grandes” do mercado, a Fiat tem 10 modelos (Mille, Uno, Palio Fire, Novo Palio, Siena, Strada, Palio Weekend, Punto, Idea e o Cinquetendo), sem contar as variações da Strada. A Chevrolet (de acordo com o seu site hoje), que passa por mudanças profundas na sua linha de produtos, tem nove modelos (Celta, Classic, Corsa, Prisma, Agile, Montana, Meriva, Cobalt e Astra).

Em relação às “newcomers”, a Renault tem quatro (Clio, Sandero, Logan e Symbol – quase seis se somarmos Grand Tour e Duster), mesmo número da Peugeot (207, 207 Passion, 207 SW e Hoggar – quase cinco com o Partner). A Nissan ttambém tem quatro (March, Versa, Livina e Tiida Sedan – quase cinco com o Tiida).

Focus: baita carro que pode vender ainda mais

Honda e Toyota ainda não tem nenhum (mas terão em breve). A Citroën até tem, mas me recuso a colocar em protesto ao “Sem aumento de IPI” que a empresa coloca no seu site em relação aos preços de carros fabricados no Brasil.

Confira a participação de mercado dos últimos seis anos na somatória entre automóveis e comerciais leves, sendo que o ano de 2011 foi usado como referência para organizar a disposição das marcas:

Marca/Ano
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011 até out
Fiat
24,98%
25,40%
25,94%
24,62%
23,76%
21,98%
22,17%
Volkswagen
21,63%
22,37%
22,97%
21,91%
20,76%
20,38%
20,55%
Chevrolet
22,54%
22,37%
21,29%
20,54%
19,33%
19,67%
18,42%
Ford
12,13%
11,25%
10,55%
9,74%
10,38%
10,00%
9,26%
Renault
2,92%
2,82%
3,14%
4,31%
4,06%
5,05%
5,40%
Hyundai
0,81%
1,64%
3,37%
3,01%
3,35%
Honda
3,52%
3,67%
3,66%
4,40%
3,96%
4,36%
2,88%
Toyota
3,75%
3,80%
3,07%
3,03%
4,19%
3,17%
2,75%
Citroën
1,68%
1,90%
2,12%
2,56%
2,19%
2,76%
2,70%
Peugeot
3,29%
3,34%
3,36%
3,09%
2,49%
2,42%
2,54%
Kia
1,17%
1,55%
2,41%
Nissan
0,86%
1,45%
1,71%
(fonte: Fenabrave)

Se a Ford já se mantem relativamente estável no mercado nacional com sua linha atual de produtos, imaginem se marca tivesse mais opções de modelos no Brasil? Ela venderia bem mais do que atualmente. E tenho certeza de que a marca sabe disso e que já pensa em novos produtos.

Fotos: Ford/Divulgação

Comentários (19)

  1. Realmente a FORD tem carros muito bons, mas, insiste em seus próprios erros, tais como políticas de preços, marketing e obviamente a carência de novos modelos. Se persistir tais erros, infelizmente a FORD pode descer ainda mais no ranking.

    • Tenho um ecoesporte 2013 e já possui outros modelos, como o Ka 2001 e 2009 (o 2001), está lá em casa até hoje. O ponto negativo da FORD é o atendimento pós venda.
      Ao procurar a manutenção o atendimento é muito ruim.
      Neste quesito, prefiro a chevrolet.

  2. Li que a Ford até 2015 terá na sua linha de produtos tupiniquins os mesmos carros vendidos no resto do mundo. Se ela tivesse só os Europeus e Americanos, já ficaria feliz.
    Mais com preços mais honestos é claro.

    Tirando os comerciais leves, a queda da Ford, e a proximidade das que vem de baixo é ainda maior:

    Fiat – 22,56%
    VW – 22,24%
    GM – 19,90%
    Ford – 9,25%
    Renault – 6,60%
    Honda – 3,14%
    Peugeot – 2,77%
    Citroen – 2,73%
    Hyundai – 2,36%
    Kia – 1,98%

    hugoas

  3. Estou no meu terceiro Ford. Acho que é mais por teimosia pois gosto de seu carros (tenho um Focus hatch 2.0 2011, como já falei aqui muitas vezes). Mas falando sério, NUNCA fui muito bem atendido pelas concessionárias! Provavelmente vou mudar de marca de novo… Sei lá o que acontece com a Ford no Brasil, mas com certeza é incompetência administrativa e não dos engenheiros.

  4. Estou no meu terceiro Ford, ou melhor, quarto se contar o meu Maverick gt 1978. Já tive vários Fiats e Chevis. O meu carro atual é um Focus Ghia 2.0. O difícil é aturar o atendimento das consecionárias. É péssimo. Além de não valorizar o próprio produto em caso de troca. A Ford deveria investir mais em sua imagem e, como disse o Renato, variar mais os produtos.

  5. Vc foi em cima Parizzi! E digo mais (sem “paixonite”): Das 4 grandes, a Ford é a que tem os veículos mais atualizados.

    O grande porém é o preço mesmo. Sou proprietário do atual Focus e só o comprei porque a Ford tem um convênio com a OAB que fez baixar o carro em 5 mil para advogados daqui… Daí o custo benefício ficou imbatível.

    Há um bom tempo que um dos carros daqui de casa costuma ser um Ford e sempre ficamos muito satisfeitos de modo geral.

    Abraço.

  6. Vou levantar um ponto que as vezes responde parte da questão: não sei onde mas já vi que a Ford é a montadora que mais obtém lucros no país. Então (se esse dado for realmente verdade)a empresa cumpre muito bem seu papel. Uma coisa é vender 1.000 carros e ter X de lucro outra é vender 500 carros e ter XX de lucro. Como o objetivo de qualquer empresa é gerar lucro para seus investidores, (teoricamente) a Ford se destaca no mercado.

  7. Caro Anônimo (11:54),
    discordo um pouco da sua análise. Ter share nesse mercado é importante. As montadoras faturam alto nos serviços atrelados ao carro, como nas revisões, autopeças, etc. Além disso, a percepção do consumidor ao ver seu carro cada vez menos presente na rua pode ser preocupante: o seu veículo virou um mico? Afinal, exclusividade tem o seu preço…
    Também acredito que a Ford tenha uma capacidade instalada alta o bastante, em seus muitos anos de Brasil, para pensar em ter menos de 10% do mercado…

  8. O presidente da ford disse recentemente que o objetivo da marca no Brasil agora e nos proximos anos, não é participação de mercado; a real intenção da ford Brasil é aumentar seus lucros apenas, ouseja, ficou claro que ela nao pretende brigar pelo 3 lugar, nem se afastar do quinto, talvez perca posição para renault mesmo, mais ela vai focar em carros acima de 50mil, carros baratos ela não vai investir.

  9. Sensacional Parizzi! Muito boa análise! Sempre me perguntava isso!!
    Sempre tive ótimas experiência com os FORDs aqui em casa. Tivemos um Corcel II, eita carrinho bom !! (para a época!) Depois pegamos um Monza e estamos até hoje na GM.
    Mas sobre a FORD, semrep gostei muito de seus carros. Recentemente fiquei com um Fiesta alugado, percorrendo todo o litoral norte de Pernanbuco, e o carro é mto bom!
    Tanto que na venda de meu Corsa Classic 2004 no início do anto tentei comprar um Ford. New Fiesta ou Fiesta mesmo completinho… Mas a Ford, nem mesmo a Espaço Ford me ajudaram na tentaiva de compra!
    Nesse momento achei a resposta: o problema não está nos carros (exceto o ka 2 portas), mas sim nas pessoas que estão na Ford. Desde a alta direção com a decisão de seu alto lucro, passando pelo setor de marketing que não faz jus ao seu produto ( quem não lembra da falta de divulgação do Focus g1), chegando as agências com uma complicada venda: como falta do produto no showroon, preguiça do vendedor para testdrive, desconhecimento do vendedor sobre o carro, altos juros para venda, e um rídiculo bater de sinos ao concretizar a venda!!!
    Por essas e outras a Ford e a Espaço Ford me desanimaram a comprar um do seus carrinhos!!!
    Fiquei com Vectra GT!

    Abraços!
    André Leite!

  10. Talvez um grande problema para a FORD não emplacar e não ultrapassar as outras três (fiat, gm e vw) e a questão de que, desde sempre, no mercado paralelo de peças, AS PEÇAS DE VEÍCULOS FORD SÃO SEMPRE MAIS CARAS EM COMPARAÇÃO COM AS DAS OUTRAS 3. BASTA FAZER O TESTE.

  11. A Ford está perdendo o 4º lugar entre as quatro “grandes”; que isso sirva de lição para as outras três, pois cobram um absurdo pelos seus carros(?) “pelados”. Que venham chineses, coreanos, etc aos montes!

  12. Um dos motivos que me levaram a sempre ter VW foi o excelente atendimento na concessionária TAGUAUTO-Taguatiga-DF. Nas revisões do seu carro você é tratado melhor do que quando vai comprar o carro. Sempre me senti seguro dos serviços prestados e sem “impurroterapia” de serviços desnecessáros.

    Atualmente tenho 2 Renault’s, mudei em virtude do espaço interno do Sandero Stepway e do custo/benefício, bem como do Clio. Até agora não me descepcionei com a marca.

  13. Discordo em alguns pontos deste post. Ex:

    New fiesta comparado com sandero e palio!! É ridículo! Na renault não há opção do segmento para tal comparação. A fiat ja possui o punto, por sinal, com preço bem parecido com o fiesta. O polo completo esta mais caro que o new fiesta. Qual vocês preferem? Mas na versão básica do ford, ela é mais cara que o vw. O próprio vendedor da minha cidade, disse que o preço do new fiesta vai cair. Sobre o atendimento, dou parabéns a ford. Css Vetell de Uberlândia MG. Minha namorada tirou um novo ka em 2008 1.6. Hoje com 60.000km. Sempre foi muito bem atendida. Pra mim é vip. Lembro-me que, na época, ganhamos: Protetor de cárter, tapetes, frisos laterais e faróis de milha!! Na época ela quase pegou um gol, mas o atendimento foi um lixo e não davam nada! Sinceramente não sei o motivo dessa implicância com carros ford, que, pra mim são os melhores em todas as categorias. O problemas são os brasileiros.. Vão sempre com os outros. O gol é um ex. Cheio de defeitos perigosos. O fiesta é muito mais carro que o vw. Tem a manutenção baratissima, pois é a mesma do ka. Agora comparar sandero e palio com new fiesta, foi de matar!! Sandero e palio concorre com fiesta. Por sinal, melhores que os dois exemplos. Minha irma tem um sandero stepway. O carro é barulhento e muito mal acabado. A posição de dirigir é estranha e cambio tem engates não tão precisos como no fiesta. O novo palio ficou bonito, mas sem graça. O espaço atras é bom, mas o teto é baixo, inferior ao fiesta. Alem do minusculo porta-malas. O painel é dar vergonha. Tudo plástico de péssima qualidade. Enfim, o fiesta pode estar velho, mas basta entrar e gostar do ford. Se andar, apaixona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *