Governo divulga lista das 18 montadoras livres do aumento do IPI

O governo divulgou hoje a lista das 18 montadoras instaladas no Brasil que estão livres do pagamento do  IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) mais alto na produção de veículos em território nacional até dezembro de 2012.

Agrale
Fiat
Ford
General Motores (Chevrolet)
Honda
Hyundai (CAOA)
Iveco
MAN
Mercedes-Benz do Brasil (caminhões)
Mitsubishi (MMC Automotores)
Nissan
PSA Peugeot Citroën
Renault
Scania
Toyota
Volkswagen
Volvo (caminhões)
International Indústria Automotiva da América do Sul

Todas atendem as regras de produção nacional e de investimento em inovação, o que inclui ter 65% de peças nacionais na montagem do veículo, conforme estudo realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Essas condições integram o plano “Brasil Maior”, criado no fim do ano passado para “estimular” a indústria nacional, especialmente as montadoras já instaladas em território brasileiro, e para “atrair” as estrangeiras a construirem fábricas no país – sem contar que serviu para acabar com o “oba-oba” das marcas chinesas.

É curioso observar que a Mercedes-Benz, mesmo com fábrica em Juiz de Fora (MG), só conseguiu a isenção do IPI para caminhões. Mas isso é compreensível, já que a planta mineira sempre foi uma incógnita.

As outras marcas, como Aston Martin, Audi, Bentley, BMW, Changan, Chery, Chrysler, Dodge, Effa Changhe, Effa Hafei, Ferrari, Hafei Motor, Haima, Jac Motors, Jaguar, Jeep, Jinbei Automobile, Kia Motors, Lamborghini, Land Rover, Lifan, Maserati, Mini, Porsche, SsangYong, Suzuki e Volvo sofrerão com o aumento da alíquota de 30 pontos percentuais sobre o IPI, que varia de 7% a 25%, dependendo da motorização do veículo.

O que você acha dessa história toda?

Comentários (2)

  1. acho puro lobby das montadoras com fabrica aqui… as estrangeiras estavam fazendo o preço dos carros (e o lucro das montadoras) cairem no Brasil. então o governo cedeu a pressão e fez esse plano ai

  2. Acho um absurdo. Nada a declarar. temos que andar é de carroça mesmo, já que o presidente não quer que o pobre ande de carro. tem que colocar a dilma a andar de transporte urbano. durante 02 meses só isso. ai da um salário pra ela de uns 04 sálário minímo, que já é muito. e manda ela ir comprar um carro é sobre viver com o resto que sobra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *