“Esportivo” Toyota Corolla XRS chega por R$ 79.500

A Toyota fez o possível para tornar o Corolla mais jovial na linha 2012 do modelo, lançada no ano passado. A dianteira ficou até legal, com aspecto mais “musculoso”, enquanto a traseira, com lanternas no estilo tuning (xuning), não me agradou. Agora, para a linha 2013, a nova “manobra” da marca japonesa para fazer o seu sedã ficar (ou, pelo menos, parecer) mais jovem é a versão esportiva. Conheça o Toyota Corolla XRS.

Baseado no XEi, o Corolla XRS tem preço sugerido de R$ 79.500, está disponível nas “pouco populares” cores preto e prata, e vem equipado exclusivamente com motor 2.0 16V Dual VVT-i Flex, que desenvolve 142 cv de potência e 19,8 mkgf de torque com gasolina e 153 cv e 20,7 mkgf com etanol.

Por se tratar de uma versão esportiva, a expectativa era que, além do motor 2.0, o Corolla tivesse câmbio manual de seis marchas. Mas a versão XRS está disponível apenas com transmissão automática de quatro velocidades Shifttronic, que, pelo menos, tem Paddle Shift.

Segundo a marca japonesa, o Corolla XRS precisa de 11,8 segundos com gasolina e 11,6 segundos com etanol para ser acelerado de 0 a 100 km/h. A retomada de 60 km/h a 100 km/h é feita em 764 segundos com gasolina e em 7,55 segundos com álcool. Em relação ao consumo, o Corolla “esportivo” faz, de acordo com a marca (com apoio do Instituto Mauá), 6,17 km/l com álcool e 8,22 km/l com gasolina na cidade e 10,17 km/l com etanol e 12,84 km/l com gasolina na estrada – números bastante reais para o dia a dia de um motorista comum, na minha opinião.

Visual e equipamentos

O Corolla XRS recebeu alterações visuais. Com nova grade, com filete central único, faróis com máscara negra e outras mudanças, a dianteira ficou melhor do que a do Corolla normal. Na lateral, a saia e as rodas pintadas na cor grafite se destacam. Já a traseira ganhou aerofólio (de gosto duvidoso) com brake-light integrado e spoiler, que aumentam os excessos causados pelo estilo tuning das lanternas. Por detro, a “esportividade” está nos assentos revestidos em couro preto perfurado com costura vermelha. Mas o destaque mesmo fica por conta do volante com a base reta – que incorpora os controles do sistema de som e do computador de bordo e as borboletas do câmbio.

Se a esportividade e o desempenho não são tão acentuados, pelo menos a lista de equipamentos é muito boa, com ar-condicionado automático e digital, acendimento automático dos faróis, banco traseiro bipartido (60/40) e rebatível; banco do motorista com regulagem de altura, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade; computador de bordo com seis funções (relógio, consumo instantâneo, consumo médio, autonomia, velocidade média e temperatura externa); painel de instrumentos com tecnologia Optitron; cruise control; sistema de audio com CD player, entrada para conexões USB e Aux-in, compatíveis com iPod, iPhone, CD-R/RW, MP3 player, WMA (windows media audio) e AAC (advanced audio coding); sistema Bluetooth; 4 alto-falantes + 2 tweeters; espelhos retrovisores externos eletrorretráteis com indicador de direção e regulagem elétrica; vidros elétricos nas quatro portas com acionamento por um toque e antiesmagamento; volante com comandos integrados de áudio e de computador de bordo; airbag duplo frontal, airbag lateral para motorista e passageiro dianteiro; alarme, apoios de cabeça para todos os ocupantes; cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador e limitador de força e cintos de segurança traseiros de três pontos; chave com comandos integrados (trava das portas, abertura do porta-malas e alarme), chave com comando integrado de acionamento dos vidros, faróis de neblina; freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, imobilizador por código eletrônico na chave; travas elétricas com acionamento a distância e trava automática das quatro portas ativada pelo movimento do veículo (após 20 km/h). Infelizmente para o consumidor, a Toyota elevou o preço da linha 2013 do Corolla. Veja a comparação com o Corolla 2012:

Linha 2012

Toyota Corolla XLi Manual – R$ 63.570 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada) Toyota Corolla XLi Automático – R$ 67.570 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada) Toyota Corolla GLi Manual – R$ 67.070 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada) Toyota Corolla GLi Automático – R$ 70.570 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada) Toyota Corolla XEi Automático – R$ 77.070 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada) Toyota Corolla Altis Automático – R$ 86.870 (+ R$ 930 da pintura metálica/perolizada)

Linha 2013

Toyota Corolla XLi Manual – R$ 64.500
Toyota Corolla XLi Automático – R$ 68.500
Toyota Corolla GLi Manual – R$ 68.000
Toyota Corolla GLi Automático – R$ 71.500
Toyota Corolla XEi Automático – R$ 78.000
Toyota Corolla XRS Automático – R$ 79.500
Toyota Corolla Altis Automático – R$ 87.800

Fazendo um resumo da obra, a Toyota não alterou a linha Corolla no Brasil. A única novidade é o lançamento da versão XRS que, além de ser mais uma opção para o consumidor, serve para chamar a atenção para o sedã. Mas está claro que o modelo dá os primeiros sinais de cansaço, principalmente com a chegada de revais mais novos, como o novo Honda Civic, o Hyundai Elantra, o Chevrolet Cruze e o Renault Fluence. Ainda assim, o Corolla é a “aposta certa” do segmento. Não é atoa que ele é o líder. O sedã tem bom espaço interno, porta-malas honesto, bom acabamento, mecânica confiável e excelente nível de conforto. Além disso, ele é um Toyota, o que diz muita coisa. Só poderia ser mais barato.

Fotos: Toyota/Divulgação

Comentários (15)

  1. É com estes e outros tantos modelos “esportivos” que temos e que já passaram pelo mercado nacional que teremos que nos contentar. Se por um lado este modelos não tem motor, por outro lado, têm consumidores burros para comprar! Será que as montadoras ainda não se tocaram que a onda de tunar carros no estilo “Velozes e Furiosos” já passou a muito tempo!!

  2. Uma piada… tanto no visual quanto no preço. Por mais confiável que seja a mecânica, ela está ultrapassada.

    Se o Corolla fosse um ser humano, pra mim ele seria a Ângela Bismarchi: além de velha e recauchutada, fica inventando plástica em lugares inimagináveis…

  3. 79 mil por um carro equipado com kit xuning da TG Polli… Ridículo, mas pior mesmo foi ver o preço do novo Camry: 160 mil!!!

    Só louco para comprar um Camry ao invés de Mercedes/Audi/BMW/Volvo.

  4. Pedro e Mariana,

    Assim como esse Focus de 71 mil reais seu comentário foi uma PIADA!!!!
    Ri alto aqui com “Angela Bismarchi”.

    É um carro até bom, sem dúvidas, mas 71 mil?! Assim?!

  5. Dos rivais acima citado Parizzi, o verdadeiro automóvel montado no Brasil Corolla só tem como rival o novo Honda Civic, e o Chevrolet Cruze, o Renault Fluence assim como o 408 são mero coadjuvantes, o Elantra ainda não disse a que veio.

  6. Era melhor ter colocado esse Kit esportivo na versão Toyota Corolla XLi – XLR Manual – R$ 64.500 e vendê-lo a R$ 66.000,00 lascas.

    Este movimento iria incrementar as vendas, mas essa versão aí com esse preço tem carro mais esportivo e moderno e com um conjunto mais esportivo neste valor.

  7. Falou tudo, tem um dono de centro automotivo aqui em Casa Branca que assim como eu tem um corolla xei, ele me disse que teve duas bmw mas que o corolla nao tem igual…concordo em parte, pra quem quer um carro confortavel e que nao costuma quebrar… corolla.

  8. Eu tenho um corolla DUAL PLEX Tu-V8 e anda muito, nao tenho do que reclamar apenas não veio com botão pra ligar os farois e tive que mandar o carlinho da oficina colocar pra mim, mais foi 200 reais, mixaria! Agora ta com tipo um dijuntor balançando no painel pra ligar os farois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *