O que esperar do Chevrolet Trax, o mais novo anti-EcoSport

Chevrolet Trax Enjoy SUV miniCaptiva dianteira

Não é segredo para ninguém que a Chevrolet está trabalhando para o lançar um concorrente direto para o Ford EcoSport. Antes conhecido como “mini-Captiva”, o modelo da GM acaba de ser batizado oficialmente de Trax.

O crossover compacto será lançado em setembro, no Salão do Automóvel de Paris (França), e será vendido em mais de 140 países. De acordo com a General Motors, o Trax chega às concessionárias na Europa no último trimestre de 2012.

No Brasil, ainda não há informações concretas, com datas e detalhes técnicos oficiais. Mas a imprensa especializada espera que o modelo seja uma das principais atrações da Chevrolet no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece no final de outubro/início de novembro, e que ele chegue as lojas no primeiro semestre de 2013.

Rumores apontam que o Trax terá, debaixo do capô, o motor 1.8 16V Ecotec, que desenvolve 140 cv com gasolina e 144 cv com etanol. O ainda não lançado 1.6 16V Ecotec também estaria cotado para fazer dupla de mercado com o propulsor 1.8.

Em relação ao nome, achei Trax ao mesmo tempo interessante e feio. Interessante porque é curto e chamativo. Feio porque, mal foi anunciado, e as piadas de mau gosto já começaram: Chevrolet Trash (lixo) e Chevrolet anTrax (grave doença – muito pesada essa piada // ou mistura de Anta com Trax). De acordo com o Autos Segredos, o modelo ainda pode ser batizado de Enjoy por aqui. Vamos esperar para ver. Meu voto? O modelo se chamará TRACKER no Brasil (por ser mais conhecido e ter mais história por aqui).

Mas o que podemos esperar deste novo Chevrolet? 
Visualmente, ele segue a identidade visual mais recente marca, com a grade frontal característica, bipartida, com a gravata dourada no meio. Pela arte conceitual divulgada, será um dos melhores modelos da Chevrolet com a atual dianteira – que ficou melhor para veículos maiores e mais robustos, como a picape S10.

Entre os equipamentos, airbag duplo, ABS, ar-condicionado e direção hidráulica devem ser de série. Só espero que os preços altos (pedidos, por exemplo, pelo Cruze Sport6) não sejam de série. Valores semelhantes aos pedidos pelo Renault Duster (entre R$ 51.000 e R$ 66.000), outro concorrente direto, estariam de bom tamanho.

No mais, espero que o acabamento do Trax seja bom, se tornando até referência na categoria; que o espaço interno seja generoso (não precisa ser como o do Cobalt) e que o porta-malas tenha espaço aceitável, diferente do Ford EcoSport.

Comentários (5)

  1. Pelo menos a concorrência deve baixar um pouco o preço no seguimento. Ano que vem teremos, duster, eco, trax e futuramente um Hyunday e um peogeout. Bom para o consumidor. A vida fácil do eco acabou.

  2. Do jeito que a chevrolet é vai ser uns 70 mil reais.
    Por isso que os carros chineses creceram mais de 1000 porcento em um ano, os coreanos vendem cada vez mais e os carros franceses e japoneses ja se tornam preferencia em grande parte da classe media.
    Infelizmente as 4 grande montadoras do brasil pararam no tempo em relação aos carros e principalmente em como se vende carro.
    Devido ao preço vai sair rapido de linha.

  3. Carro muito bonito e elegante bem parecido com a captiva , agora vamos ver se o preço acompanha o das concorrentes se for basear na antiga captiva vai custar uns 100 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *