Querendo voltar a brilhar, Peugeot lançará o belo 2008 no Brasil. Sucesso garantido?

A Peugeot passa longe do seu melhor momento no Brasil. Ela viu não só os seus veículos ficarem ultrapassados, como também a concorrência crescer em volume, variedade e qualidade. Mas a marca do leão percebeu que ficou para trás e já começou a se mover, mas de cima para baixo.

Tivemos o 3008, o esportivo RCZ e o sedã de luxo 508. Também recebemos o 408 que, mesmo sendo um bom carro, ainda não foi muito bem aceito pelo brasileiro, ficando com um tímido 9º no segmento de sedãs médios em 2012. Por outro lado, o 308 foi uma das surpresas do ano passado na minha opinião. O carro é realmente muito legal e tem vendido razoavelmente bem, fechando 2012 em 5º no segmento de hatches médios.

O próximo (e principal) passo da Peugeot (nos últimos anos), já mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo, será o lançamento do 208, um hatch bonito, moderno e que, se tiver preço competitivo (mais baixo do que os dos concorrentes diretos seria o ideal), pode fazer sucesso por aqui. Curiosamente, 32 unidades do modelo foram emplacadas no Brasil em 2012, de acordo com a Fenabrave, sendo 29 apenas em dezembro – sinal de que seu lançamento está próximo.

Depois do 208, a outra grande atração mundial da marca é o 2008, que será lançado por aqui. Com a produção confirmada em três paises – França (planta de Mulhouse); China (em Wuhan) e Brasil (em Porto Real – RJ) -, o modelo será exibido ao público pela primeira vez no próximo Salão de Genebra, que acontece em março. Usando como base a plataforma do 208, o Peugeot 2008 chegará às concessionárias europeias ainda em 2013 com opções de motores a gasolina e a diesel.

No Brasil, a expectativa é de que o 2008 seja lançado em 2014, provavelmente com duas opções de motores flex: 1.6 16V EC5, que desenvolve 115/122 cv, e 2.0 16V, de 143/151 cv. O propulsor 1.6 THP, de 165 cv, também seria muito bem-vindo.

Com apenas as medidas de comprimento e largura divulgadas, fica a impressão de que o 2008 será pequeno demais, especialmente se comparado aos principais concorrentes. O novo Peugeot mede 4,14 m de comprimento (18 cm a mais do que o 208). Mas isso não significa que ele terá espaço interno ruim (característica do finado 206, do 207 Brasil e do 207 Passion).

Primeiro porque sua largura é semelhante à dos adversários (1,739 m – a mesma do 208). Segundo porque, como o 2008 tem como base a plataforma do 208, sua distância entre-eixos deve ter, pelo menos, os 2,538 m do hatch – número superior ao do novo EcoSport, por exemplo. Mas vamos esperar para ver.

Assim como o 208, o 2008 é bonito e moderno. Se tiver uma lista de equipamentos interessante e preços competitivos (inferiores ou iguais aos do Duster), será um representante bem atraente do segmento no Brasil, com muita chance de sucesso.

O 2008 é uma ponto importante para a Peugeot crescer no Brasil, pois entrará em um segmento inédito para a marca no país. E a chance de sucesso de 2008 aumenta ainda mais se pensarmos nas lições aprendidas com o fracasso total da picape 207 Hoggar, que sempre teve um pífio desempenho de vendas – fechou 2012 atrás da jurássica Ford Courier e, somando os emplacamentos de janeiro a dezembro (12 meses), não conseguiu superar os números da Fiat Strada apenas em dezembro, por exemplo.

Peugeot 2008
Comprimento: 4,14 m
Largura: 1,739 m
Entre-eixos: ? (pelo menos 2,538 m do 208)
Porta-malas: ? (pelo menos 285 litros do 208)

Ford EcoSport (novo)
Comprimento: 4,24 m
Largura: 1,77 m
Entre-eixos: 2,52 m
Porta-malas: 362 litros

Renault Duster
Comprimento: 4,315 m
Largura: 1,822 m
Entre-eixos: 2,673 m
Porta-malas: 475 litros (400 litros – 4×4)

Chevrolet Tracker (Trax/Enjoy)
Comprimento: 4,248 m
Largura: 1,776 m
Entre-eixos: 2,555 m
Porta-malas: 358 litros

Por último, espero que a Peugeot também lance por aqui o sedã 301, que é mais bonito, moderno e espaçoso do que o ultrapassado 207 Passion.

Fotos: Peugeot/Divulgação

Comentários (5)

  1. Concordo com o Fábio o modelo é lindo e o que vai determinar o seu sucesso e posição no mercado frente ao DUSTER, ECO e TUCSON será o valor em R$.

    Veja o novo Citroen C3 é um excelente compacto premium. Na minha opinião só não embalou no mercado por conta do alto preço.

  2. A Pug esta numa sinuca de bico no Brasil. Fez coisa errada com o 206 e agora ta pagando caro demais pelo erro.
    Acho que é hora dela mudar a estrategia e tentar mudar a impressão de carro fragil que a marca tem no brasil. Só apartir dai que a coisa deve melhorar.
    Na verdade o que falta mesmo é investimento.

  3. Achei lindíssimo.
    A Peugeot tem o melhor acabamento do setor.
    É o que faltava, vou comprar um.
    Tenho o 208 griffe e é lindo. Certeza que farei a troca.
    Outro ponto que acho é que deveria ser off road….rsrsrs
    Um forte abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *