BMW também é carro!

Eu estava conversando com algumas pessoas ontem a noite e fiquei observando como existe uma supervalorização de duas marcas alemãs: Mercedes-Benz e BMW. Seus carros parecem inquebráveis, invencíveis, “inultrapassáveis”, intocáveis… Eu concordo, sem questionar, que os carros que elas produzem estão entre os melhores do mundo!

O que admiro muito nas duas marcas é que elas são as mesmas em qualquer parte do mundo: modelos, motores, tecnologia, etc. – e sempre com o mesmo respaldo. Um Toyota Corolla, nos EUA, é visto de uma forma diferente do jeito como o carro é visto no Brasil. Esta distância entre percepções é menor entre os carros das marcas alemãs.

Mas, contrariando as pessoas do papo de ontem, BMW e Mercedes-Benz também estragam, apresentam defeito, precisam de combustível, de manutenção preventiva, etc.. E a foto abaixo, feita em Portugal no final de semana passado pelo leitor João Gabriel, mostra, de uma forma bem verdadeira, que “BMW também carro”: o modelo está recebendo uma chupeta para dar partida! E a chupeta foi feita por um Mercedes.

Não importa se seja um BMW novo ou uma antigo, ou um Mercedes caindo aos pedaços ou brilhando na concessionária: todos os carros precisam de manutenção para rodar sem problemas.

Comentários (4)

  1. Bem oportuna essa colocação… eu estava justamente conversando com amigos e nos perguntamos… O que é melhor? Um Corolla, Cívic, Fúsion completo ou um Mercedes ou BMW de entrada? Não tínhamos dados para avaliar, mas se vc puder ajudar????
    Abraços
    Rodrigo

  2. Oi Rodrigo! Eu acredito que BMW e Mercedes sejam carros melhores, mas a escolha vai depender do desejo do novo. Civic e Corolla, por exemplo, são mais baratos para comprar e manter, mas não entregam o mesmo desempenho e qualidade de rodagem dos alemães. O Fusion ficaria no meio dessa disputa.

  3. Rodrigo, eu fui proprietário de um Corolla XEi e tenho um BMW. Não me arrependo de ter gastado mais por um veículo. Conforto, desempenho e segurança valem o investimento. As peças e a manutenção são mais caras, mas o carro dificilmente dá algum problema mecânico (em 2 anos, o meu teve um pequeno defeito).

    Como bem disse o Parizzi, preciso sempre manter a manutenção em dia. Dessa forma, não tenho dor de cabeça. Fechando, o valor do seguro me surpreendeu. Achei que seria uns 40% mais caro do que eu imaginava.

    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *