Chevrolet lança o novo Prisma, o interessante "sedã esportivo" que não tem quase nada de esportivo

Depois de informações a ‘conta gotas‘ (como de costume), e de inúmeros flagrantes, finalmente a Chevrolet está lançando a esperada nova geração do Prisma no Brasil. Com preços relativamente competitivos, o sedã chega com potencial para repetir o estrondoso sucesso do seu irmão Onix no mercado nacional. O modelo tem preços sugeridos de R$ 34.990 na versão LT 1.0, R$ 39.090 na LT 1.4 e R$ 45.990 na topo de linha LTZ 1.4.

A intenção da marca é valorizar a união entre jovialidade, tecnologia, esportividade, conforto e requinte com o novo Prisma. Concordo especialmente com a jovialidade e conforto; concordo parcialmente com tecnologia e requinte; e quase discordo totalmente de esportividade.

Depois de um bom período decepcionado com o trabalho da equipe de design da Chevrolet, finalmente começo a ficar mais animado. Se o resultado do Onix foi muito bom, acho que eles conseguiram algo ainda melhor com o novo Prisma.

Desenvolvido a partir da arquitetura do Sonic, Cobalt, Spin e Onix, o Prisma 2013 tem personalidade mais forte do que boa parte dos concorrentes. E a razão para isso é a harmonia entre dianteira e traseira – o grande destaque do veículo. Por vários ângulos fica parecendo que o modelo não é um sedã, o que me agrada muito.  É até estranho olhar para o Prisma velho depois de conhecer o novo.

Em relação ao Onix, o Prisma 2013 tem a mesma distância entreeixos (2.528 mm), altura (1.484 mm) e largura (1.705 mm); mas o comprimento é 30 cm mais longo, chegando a 4.275 mm. Assim como seus principais rivais diretos, seu porta-malas tem ótima capacidade, com 500 litros. O tanque leva 54 litros de combustível.

O espaço interno é bem semelhante ao do Onix, o que é bom. Quem vai atrás deve ficar atento com a cabeça. Do hatch também veio a mescla de mostradores analógicos e digitais, com LEDs no painel de instrumentos na configuração Ice Blue. O acabamento interno é simples, mas bem feito, mas sem o requinte sugerido pela Chevrolet. A posição ruim do puxador das portas dianteiras também está presente, infelizmente. Outro ponto ruim está associado à segurança. Estamos no século 21, no ano de 2013, e um carro moderno como o Prisma continua sem cinto de três pontos e apoio de cabeça para o passageiro central do banco traseiro. Até quando?

Motores “esportivos”
Ao todo foram mais de 250 mil quilômetros rodados do Brasil em testes de durabilidade. Testes aerodinâmicos e de ruído, compatibilidade eletromagnética e desempenho do ar-condicionado foram realizados nos Estado Unidos, em centros especializados da GM.

Como esperado, o Prisma usa os mesmos motores SPE/4 (para quem sempre me pergunta, segue a resposta: Smart Performance Economy /4 cilinders) do Onix. O propulsor 1.0 8V flex desenvolve 78 cv de potência e 9,5 mkgf de torque com gasolina e 80 cv e 9,8 mkgf com etanol – potência máxima atingida a 6.400 rpm e torque máximo a 5.200 rpm. Segundo a marca, o Prisma precisa de 13s (gasolina) e 12,7s (etanol) para ser acelerado de 0 a 100 km/h. A velocidade máxima é de 169 km/h com o combustível fóssil e 173 km/h com o derivado da cana-de-açúcar.

A motorização 1.4 8V desenvolve 98 cv e 13 mkgf com gasolina e 106 cv e 13,9 mkgf com etanol – potências máximas a 6.000 rpm e torques máximos a 4.800 rpm. De acordo com a GM, o novo sedã 1.4 precisa de 10,7s (e) e 12s (g) para ser acelerado de 0 a 100 km/h.  em 10,7s (etanol) e 12s (gasolina). Não importando o combustível, a velocidade máxima é de 180 km/h.

Por mais que o visual até colabore um pouco, chamar o Prisma 1.0 e 1.4 de esportivo é exagerado por parte da Chevrolet. Seus motores 1.0 e 1.4 não entregam desempenho nem próximo de um esportivo. Por isso citei que quase discordava totalmente da marca no início do post.

Os motores SPE/4 são fabricados na recém inaugurada fábrica da General Motors em Joinville, Santa Catarina. No momento, a única transmissão disponível para o Prisma é a manual de cinco velocidades – a mesma usada no Onix e no Cobalt. O esperado câmbio automático de seis marchas ficou mais uma vez para depois, para a minha grande decepção.

Preços e equipamentos
O já conhecido sistema MyLink trouxe dois aplicativos novos para o lançamento do Prisma. Com TuneIn é possível que usuários sintonizem mais de 70 mil estações de rádio em todo o mundo via Internet. O aplicativo é de fácil uso e permite a pesquisa das estações por nome, localidade, idioma, país, estilo musical ou categoria (música, esporte, noticias, etc.). Já o BringGo fornece ao motorista um sistema de navegação completo com mapas 3D. O aplicativo também inclui pontos de interesse, como, por exemplo, restaurantes, hotéis, postos de gasolina, entre outros.

É preciso ter os aplicativos instalados no celular (Apple ou Android – links nos nomes acima) e parear o aparelho com o MyLink para o sistema funcionar. Os donos de Onix que tiverem interesse pelos apps precisam atualizar o sistema na concessionária.

A versão de entrada do Prisma é a LT 1.0, que, por sugeridos R$ 34.990 (R$ 2.400 a mais do que a respectiva versão do Onix), vem equipada, de série, com sensor de estacionamento, direção-hidráulica, sistema ABS de freios com EBD, ajuste de altura do banco do motorista, airbag duplo, travamento automático das portas ao atingir 15 km/h, sistema de luz “siga-me” (faróis permanecem acesos por um período de tempo após o desligamento do motor e fechamento/travamento das portas) e sistema de luz “leve-me” (as luzes externas do carro se acendem automaticamente ao destravamento das portas pelo controle remoto); além de abertura elétrica do porta malas por controle remoto localizado na chave tipo canivete, acionamento elétrico dos vidros das portas dianteiras com sistema tipo “um toque” para subida e descida com dispositivo anti-esmagamento, abertura e fechamento automático dos vidros das portas acionado pelo Keyless Entry System ao travar e destravar o veículo; coluna de direção com regulagem em altura, alarme anti-furto, brake light, protetor de cárter, sistema de imobilização do motor, trava para crianças; espelhos retrovisores externos (dobráveis) com cobertura na cor do veículo, parachoques dianteiro e traseiro na cor da carroceria, vidros verdes com para-brisa laminado; e rodas são de aço de 14″ com calotas horrorosas integrais na cor prata.

Por R$ 39.090 (R$ 2.900 a mais do que a respectiva versão do Onix), além da potência extra, o Prisma LT 1.4 adiciona ainda faróis com máscara negra e lente decorativa na cor Ice Blue, lanternas traseiras com lente escurecida, além de rodas de aço de 15″ com calotas integrais na cor prata.

Porta-malas do novo Prisma tem 500 litros de capacidade

Por fim, a versão 1.4 LTZ, topo de linha, ofertada por R$ 45.990 (R$ 2.900 a mais do que a respectiva versão do Onix), oferece ainda ar-condicionado, MyLink, faróis de neblina dianteiros, vidros traseiros e espelhos retrovisores com controle elétrico, computador de bordo com 5 funções (consumo médio, velocidade média, autonomia, temperatura externa e tempo de viagem) e rodas de alumínio – 15″ – com acabamento diamantado.

Entre os opcionais e acessórios, destaque para ar-condicionado e sistema MyLink (LT), câmera de ré para o MyLink, DVD de encosto de cabeça, revestimento em couro dos bancos, pedaleira esportiva, friso com inserto cromado e lâmpadas para lanternas e faróis na configuração Effect Blue, além de kits de personalização interna.

Em pleno sec 21, passageiro central do banco traseiro do Prisma ainda não tem cinto de 3 pontos e apoio de cabeça

A garantia do Prisma é de três anos sem limite de quilometragem. Externamente, o modelo pode ser adquirido nos acabamentos Branco Summit, Preto Sólido, Vermelho Pepper, Prata Ice e Cinza Sand.

Chevrolet Prisma LT 1.0 – R$ 34.990
Chevrolet Prisma LT 1.0 + MyLink – R$ 36.290
Chevrolet Prisma LT 1.0 + ar-condicionado – R$ 37.190
Chevrolet Prisma LT 1.0 + MyLink e ar-condicionado – R$ 38.490
Chevrolet Prisma LT 1.4 – R$ 39.090
Chevrolet Prisma LT 1.4 + ar-condicionado  – R$ 41.090
Chevrolet Prisma LT 1.4 + MyLink e ar-condicionado – R$ 42.390
Chevrolet Prisma LTZ 1.4 – R$ 45.990

Chevrolet Onix LS 1.0 – R$ 30.790
Chevrolet Onix LT 1.0 – R$ 32.590
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink – R$ 33.890
Chevrolet Onix LT 1.0 + ar-condicionado – R$ 34.790
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink e ar-condicionado – R$ 36.090
Chevrolet Onix LT 1.4 – R$ 36.190
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink – R$ 37.490
Chevrolet Onix LT 1.4 + ar-condicionado – R$ 38.190
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink e ar-condicionado – R$ 39.490
Chevrolet Onix LTZ 1.4 – R$ 43.090

(preços em 28/02/2013)

Moral da história
O Prisma chega para matar sua antiga geração e para acabar de vez com alguma saudade que existia do Corsa Sedan (e talvez até do Astra Sedan – com exceção do desempenho). De modo geral, acho que seus preços deveriam ser um pouco mais baixos. A adição deveria ser de, no máximo, R$ 2.000 em relação ao Onix, e não variando entre R$ 2.400 e R$ 2.900 a mais. Não custa lembrar que outro aumento do IPI acontece a partir de 1º de abril!

Mesmo assim, o novo Prisma deve fazer um grande sucesso, enfrentando seus rivais com muitas qualidades. E logo teremos mais no segmento, quando o Hyundai HB20S for lançado. A briga será boa e o Duelo já está em pauta.

Chevrolet Prisma
Potência 1.0 8V: 78/80 cv (g/e) a 6.400 rpm
Torque 1.0 8V: 9,5/9,8 mkgf (g/e) a 5.200 rpm
Potência 1.4 8V: 98/106 cv (g/e) a 6.000 rpm
Torque 1.4 8V: 13/13,9 mkgf (g/e) a 4.800 rpm
Comprimento: 4,275 m
Largura: 1,705 m (1,964 m com retrovisores laterais)
Altura: 1,484 m
Entre-eixos: 2,528 m
Porta-malas: 500 litros
Tanque: 54 litros
Peso: 1.031 kg (LT 1.0), 1.029 (LT 1.4) e 1.079 kg (LTZ)

Fotos: Chevrolet/Divulgação

Comentários (2)

  1. Não entendi por que GM colocou o nome do carro de PRISMA e não de ONIX SEDAN. Só para desvalorizar o PRISMA

    antigo e o nome do novo tinha que ser ONIX SEDAN, pois o carro lembra o ONIX HATCH e nem tem marcador de

    temperatuira do motor (ponteiro) e para completar estepe de 80km/h!!!
    GM só dá mancada e ferra o consumidor na venda.
    Como se não fosse suficiente tirar carros de linha: NOVO CORSA, ZAFIRA….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *