Bem competitivo, novo Nissan Sentra parte de R$ 60.990 no Brasil

Nissan-Sentra-2014-CVT-flex-Brasil

A Nissan revelou os preços da nova geração do Sentra, que começa a ser vendido no Brasil no mês que vem. Com valores que variam entre R$ 60.990 e R$ 71.990, o modelo tem até certo potencial para incomodar Honda Civic e Toyota Corolla, embora assumir a liderança do segmento no país seja uma utopia.

Entretanto, o japonês pode brigar de vez pela terceira colocação do segmento, hoje ocupada pelo Chevrolet Cruze. O novo Sentra começa a ser vendido no dia 14 de outubro nas 166 concessionárias da Nissan espalhadas pelo Brasil.

Novo-Nissan-Sentra-2014-Brasil-flex-CVT-SL-SV-visual

Nissan Sentra 2.0 S – R$ 60.990
Com câmbio manual de seis marchas, a versão de entrada vem equipada, de série, com ar-condicionado manual, airbags dianteiros, freios ABS com EBD, rodas de liga-leve de 16″, rádio com CD Player e conexão Bluetooth, além de comandos no volante; banco do motorista com regulagem de altura, faróis e lanternas de LEDs; direção, vidros travas e retrovisores elétricos; chave com sistema presencial para abertura de portas e ignição, entre outros itens.

Nissan Sentra 2.0 SV Xtronic – R$ 65.990
A versão intermediária SV tem os itens da S, além do câmbio automático CVT Xtronic, ar-condicionado digital de duas zonas (motoristas e passageiros), luzes de leitura, piloto automático e tela de 4,3 polegadas.

Novo-Nissan-Sentra-2014-Brasil-flex-CVT-SL-SV-painel-interior

Nissan Sentra 2.0 SL Xtronic – R$ 71.990
O Sentra topo de linha, SL, tem todos os itens das versçoes S e SL, com a adição de airbags laterais e do tipo cortina, retrovisores rebatíveis eletricamente, rodas de liga-leve de 17″, sensor de estacionamento com câmera de ré, sistema multimídia de 5,8″ com navegador integrado, bancos revestidos em couro e teto solar elétrico.

A Nissan aposta em três aspectos para atrair a atenção dos consumidores para o novo Sentra. O primeiro é o visual do modelo, bastante inspirado no Altima. Sem dúvida é uma evolução considerável em relação à antiga geração do Sentra. Mas o novo sedã não arranca suspiros. Gostei da traseira, mas achei a dianteira muito conservadora.

Novo-Nissan-Sentra-2014-Brasil-flex-CVT-SL-SV-Xtronic

Outro aspecto é o conforto. Segundo a marca, além do acabamento, o espaço interno será um grande diferencial, graças à distância entre eixos de 2,70 m (Civic tem 2,668 m). Só entrando mesmo para “sentir” o carro.

O terceiro e último aspecto é o conjunto motor/câmbio. Totalmente de alumínio, o propulsor 2.0 16V flex (140/143 cv) recebeu alterações técnicas no cabeçote e na cabeça dos pistões, nova calibração do sistema de injeção, que passa a contar com o sistema de partida a frio Flex Start, que elimina o tanquinho de partida a freio. De acordo com a Nissan, “as modificações mantiveram a performance conhecida do modelo e melhoraram o consumo de combustível – as versões com câmbio manual e com CVT obtiveram nota ‘A’ no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), do INMETRO”.

Novo-Nissan-Sentra-2014-Brasil-flex-CVT-SL-SV-traseira

O câmbio automático Xtronic continua do tipo CVT, mas recebeu algumas melhorias: 60% de componentes novos, ficando 13% mais leve e e reduzindo o atrito em 40% em relação à geração anterior.

O novo Nissan Sentra será vendido em quatro cores: azul, prata, branco e preto. Potencial de sucesso ele tem, mas vamos aguardar para ver como será a sua receptividade, pois, no dia a dia, a história pode ser outra.

Comentários (2)

  1. Acho excelente custo beneficio no seguimento pois as versões topo de linha dos principais concorrentes passam dos R$ 85.000,00 sem contar que o cambio CVT e ar digital ja estão incluidos na versão intermediaria na faixa de
    R$66.000,00 praticamente R$20.000,00 a menos. E a nissan no caminho certo para conquistar uma boa fatia deste mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *