Chevrolet Cruze e Cruze Sport6 chegam à linha 2014 com poucas novidades. Preços estão mais altos

Chevrolet-Cruze-LT-LTZ-2014-Brasil-flex-MyLink

Deixando a pequena alteração visual para depois, a Chevrolet acaba de lançar a linha 2014 do Cruze e do Cruze Sport6. Repetindo o que a marca fez recentemente com vários modelos, como o Sonic, sua dupla de médios agora conta com sistema MyLink de série nas versões LTZ. Mas a maior “novidade” mesmo foi o lamentável aumento de preço.

O Cruze Sport6, meu ex-próximo carro, e o Cruze, ambos LTZ, agora contam com o já conhecido MyLink, que traz como diferencial na dupla o reconhecimento de voz, bastante útil para acessar diversas informações, como as emissoras de rádio, músicas e os comandos do sistema de navegação. Junto com o MyLink, os Cruzes LTZ  também possuem agora câmera de ré. O MyLink fez o preço do Sport6 subir de R$ 78.990 (!) para R$ 79.990 (!!), enquanto o Cruze foi de R$ 78.990 para R$ 80.990.

Chevrolet-Cruze-Sport6-LT-LTZ-2014-Brasil-flex-MyLink

A versão de entrada, LT, com transmissão manual, tem volante e manopla do câmbio revestidos em couro. Esta “grande novidade” fez o preço do carro subir R$ 1.500 no hatch e R$ 2.000 no sedã.

Modelo / Preço 2013 2014
Cruze Sport6 LT R$ 62.990 R$ 64.490
Cruze Sport6 LTZ R$ 78.990 R$ 79.990
Cruze LT R$ 65.490 R$ 67.490
Cruzt LTZ R$ 78.990 R$ 80.990

Como a cor branca continua em alta, a Chevrolet aproveitou a oportunidade para cobrar R$ 300 (Branco Summit). Mesmo sólida, ela é mais cara do que o Azul Macaw metálico e do que o Vermelho Pepper sólido (só o hatch). As outras cores metálicas custam R$ 1.200.

Chevrolet-Cruze-Sport6-LT-LTZ-2014-Brasil-flex-interior-painel-MyLink

No mais, os modelos continuam com uma boa lista de equipamentos de série. Cruze LT e Cruze Sport6 LT saem de fábrica equipados com acionamento por rádio freqüência (“Keyless Entry System”), alarme ultrassom, airbags frontais e laterais, faróis e lanterna de neblina; programa eletrônico de estabilidade (ESP – Electronic Stability Program), sistema eletrônico de controle de tração (TCS – Traction Control System) / freios ABS com EBD e assistência de frenagem de urgência (PBA – Panic Brake Assist); sistema ISOFIX, rodas de alumínio 17″; ar-condicionado eletrônico; computador de bordo; direção elétrica progressiva; espelho retrovisor interno eletrocrômico; espelhos retrovisores externos elétricos com desembaçador; vidros elétricos; volante com acabamento em couro e comandos para acessar as funções do sistema de som, controlador de velocidade de cruzeiro e viva-voz através de Bluetooth; sistema de som AM/FM estéreo, CD Player, MP3, USB, entrada auxiliar, reconhecimento de voz para agenda de contatos e 6 alto-falantes; acabamento interno em tecido na cor Preto “Jet Black”, coluna de direção regulável em altura e profundidade, entre outros.

O motor 1.8 16V Ecotec também não mudou: desenvolve 140 cv de potência e 17,8 mkgf de torque com gasolina e 144 cv e 18,9 mkgf com etanol. Os câmbios manual (LT de entrada) e automático (LT intermediário e LTZ) têm seis marchas.

Comentários (14)

    • Cara, se a dúvida é segurança pode comprar de olhos fechados… Tive um Sport6 mecânico e a estabilidade, frenagem e tudo mais relacionado a segurança era muito bom.

      Como o meu era mecânico, achava o consumo muito bom. Cheguei a fazer média de 9km/l gasolina em são paulo. Se acelerar, aí ele gasta mesmo… A relação conforto/consumo compensa!

  1. carros super faturados, bravo, golf, cruze,i30, nao vale o que se cobra por eles.esses carros deveriam custar no maximo o top 58.000 tava de bom tamanho se comparar os preços la fora. ate esta parecendo que os ricos somos nÓS.

  2. Tenho um cruze, o design é muito bonito e tem uma estabilidade incrível. Se for comprar um carro acima de R$ 60.000,00 reais, não se pode falar em consumo, uma vez que, os carros superiores ao preço referido, são no mínimo 1.8, portanto, fazem 10km/l no máximo na cidade.
    Desta forma, se quiser consumo, compra 1.0, que é barato e econômico.

  3. Tenho um Cruze LT Automático ano 2012/2013, com pacote completo, bancos de couro, 4 Airbags, e minha opinião é a seguinte: Em estilo, é muito lindo, tanto por fora quanto por dentro. O acabamento é ótimo, a posição de dirigir é muito boa, os instrumentos são ótimos, têm um painel muito lindo, assim como todo o interior, que têm o nível de um Fusion em qualidade, o porta malas de 450 litros é muito bom porque é bem largo e têm boa profundidade, muito espaçoso. O desempenho, o motor e o câmbio são muito bons, quase tão bons quanto um Novo Civic. Digo quase porque reconheço que nestes quesitos o Novo Civic é superior. Os freios são muito bons, a suspensão é mais dura que a do Corolla, mas é boa. O consumo poderia ser melhor, mas se for analisar o peso dele, é normal. A estabilidade é um capítulo á parte, o controle de tração e estabilidade fazem você realizar curvas de forma diferente, é perfeito. O custo-benefício é ótimo, porque o carro é muito completo, no Brasil, somente o Novo Focus Titanium e o C4 Lounge THP são mais completos que ele, ou seja, é um carro bonito, seguro, confortável e completo. Para quem prioriza desempenho e consumo, recomendo Civic ou Corolla. Para quem prioriza muita força de motor, e muita tecnologia, recomendo Novo Focus Titanium ou C4 Lounge THP. Mas para quem prioriza um conjunto de fatores, aliando conforto, segurança, estabilidade, beleza e tecnologia, é obrigatório ao menos fazer um Test Drive em um Cruze Automático.

  4. Tô comprando um cruze Hatche 6 mas depois que vi todos os comentários sobre consumo e suspensão tô em decisa.. Entre ele e o corola , o corola já conheço e achei ele econômico pro nível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *