Chevrolet Camaro 2014 recebe mudanças visuais. Designers fizeram um bom trabalho?

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil

Quando um veículo tem uma grande harmonia visual, é natural ficamos preocupados com a sua primeira reestilização. Os designers tem um trabalho e tanto pois, por menor que sejam as mudanças, um errinho pode quebrar toda esse equilíbrio estético. Quando a Fiat se preparava para mudar o Punto, fiquei pessimista, pois Giorgetto Giugiaro foi muito feliz no seu trabalho original. Agora foi a vez da Chevrolet fazer a primeira alteração visual no seu esportivo com estilo retrô. Será que o Chevrolet Camaro 2014 melhorou?

Do lado de fora, as novidades de design da linha 2014 são o abandono de diversos aspectos circulares, que deram lugar a soluções mais retas.

Na dianteira, a grade inferior é nova e maior, enquanto a grade superior parece ter ficado ligeiramente mais estreita. Os faróis aparentemente ficaram mais horizontais, enquanto entorno dos faróis de neblina deixou de ser um um círculo para parecer mais um quadrado. O parachoque também é novo.

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil-dianteira

Outra mudança é a adição de saída de ar no capô que, segundo a marca, melhora a exaustão de calor. Na frente, essa foi a única mudança que não gostei dessa mudança. Do meu ponto de vista, ou o capô tem a saída de ar, ou ele tem a parte mais “musculosa” (essa parte mais alta). Os dois juntos não combinaram.

Na traseira, as lanternas são novas, agora com peças únicas e maiores de cada lado. De acordo com a Chevrolet, o novo difusor de ar e o aerofólio foram otimizados em túnel de vento.

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil-traseira

Com aspectos mais retos, achei que o Camaro ficou um pouco mais moderno, perdendo um pouco do seu charme retrô. Mas é inegável que, mesmo com as alterações, a equipe de design da General Motors manteve o conceito original que retrata a herança de sua primeira geração do Camaro, produzida de 1967 a 1969.

Internamente, o Camaro 2014 recebeu bancos com regulagem elétrica e as laterais das portas ganharam iluminação em LEDs na cor “ice blue”. O esportivo também conta agora com o sistema multimídia MyLink, que permite trazer músicas, fotos, vídeos e aplicativos do celular para dentro do veículo, além de fazer ligações telefônicas via Bluetooth por meio da tecnologia HFT (Hands Free Telephone), além de permitir configurar algumas funções do veículo. Outras novidades são os comandos de voz para navegação e áudio, câmera de ré integrada e função áudio streaming utilizando o aplicativo Stitcher.

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil-visual-lateral

O som conta ainda com um sistema premium sound de 245 watts, da Boston Acoustics que conta com nove alto-falantes. Outra novidade do modelo é o Head-Up Display (HUD), que projeta algumas informações no para-brisa do veículo.

O Camaro será comercializado nas cores: amarelo (lemon peel), vermelho (pull me over), preto e branco (Summit) e com os seguintes acessórios: adesivos de capo, Insulfilme, filme segurança, capa protetora e rede para objetos no porta malas.

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil-painel-interior

O motor Small Block V8 6.2 do Camaro não foi alterado. Continha com seus imponentes 406 cv de potência e 56,7 kgfm de torque, trabalhando sempre em conjunto com a transmissão automática/sequencial de seis velocidades GR6. Diferente do Cruze e do Captiva, que contam com botões ridículos localizados no próprio câmbio, o Camaro tem com borboletas (paddle shifts) atrás do volante para as trocas de marcha (até o Agile 2014 têm, embora para a fraca transmissão Easytronic).

O propulsor Small Block é equipado com o sistema AFM (Active Fuel Management) que, em velocidades de cruzeiro, como em uma viagem tranquila por uma estrada, desliga parte dos cilindros, da injeção de combustível, e o fechamento das válvulas de admissão e escape, utilizando uma válvula eletrônica, que atua sobre o comando hidráulico dos tuchos, comandando o fechamento das válvulas, reduzindo o consumo de combustível. Logo, o Camaro deixa de ser um alcoólatra para apenas beber muito. Mas quem se importa com isso num esportivo desses?

Chevrolet-Camaro-SS-2014-V8-Brasil-interior-painel

Calçando pneus de medida 245/45 ZR20 na dianteira e 275/40 ZR20 na traseira, o Camaro é vendido exclusivamente na versão SS no Brasil por sugeridos R$ 210.000.

Embora a traseira tenha perdido um pouco do charme com as mudanças estéticas e o capô não tenha ficado tão legal com as saídas de ar, acho que os designers da Chevrolet fizeram um bom trabalho na primeira mudança visual do Camaro.

Quero ver o que a equipe da GM fará para mudar “beldades” como o Spin, por exemplo. Se bem que qualquer alteração estética será bem vinda nesse caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *