Será que esse carro tem airbag?

fordedgeairbag

Com a obrigatoriedade de airbag duplo a partir de 2014, todos os carros produzidos e vendidos a partir de 1º de janeiro no Brasil precisarão ter bolsas infláveis frontais. Essas bolsas têm a função de evitar o impacto do corpo dos ocupantes com partes rígidas do carro na hora de uma colisão, como o painel de instrumentos, por exemplo. Mas elas não fazem o trabalho sozinhas – o cinto de segurança deve ser usado em conjunto. Assim você terá a melhor combinação para se proteger.

Mas como identifico se o carro tem mesmo esses dispositivos instalados? E quando há airbags laterais, de cortina e de joelho, como identificá-los?

Os veículos equipados com bolsas infláveis possuem inscrições nas áreas onde elas estão.

Para as bolsas frontais, a inscrição “AIRBAG” deve estar no volante e no painel de instrumentos do lado do passageiro.

Já para os airbags laterais, essa mesma inscrição fica localizada em etiquetas nas laterais dos encostos dos bancos dianteiros ou nas partes internas das portas (essa última configuração é rara).

Para airbags instalados nas laterais do teto, os chamados airbags de cortina, há inscrições nos revestimentos internos das colunas A, B ou C.
Para airbag de joelho, a inscrição fica em partes do painel dianteiro, abaixo da coluna de direção.

Além dessas inscrições nas partes de acabamento interno do veículo, também há luz de advertência no painel de instrumentos. Essa luz deve se acender ao ligar o carro, permanecendo acesa por alguns segundos e apagando logo em seguida. Caso ela fique acesa durante a condução do veículo, leve seu carro a uma oficina especializada. Isso indica que há algum problema no sistema e, em caso de colisão, o sistema pode não funcionar.

CURIOSIDADE

A sigla SRS, inscrita em alguns modelos, significa Supplemental Restraint System, que em português quer dizer “Sistema de Retenção Suplementar”. Mais uma indicação de que o airbag é um complemento aos sistemas de segurança do veículo – e que o cinto de segurança é fundamental.

Fonte: Cesvi Brasil

Comentários (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *