Conheça alguns carros especiais em homenagem à Copa do Mundo. Mas cuidado, eles podem ser um mau negócio!

Volkswagen-Gol-Selecao-Copa-do-Mundo-futebol-Brasil-2014-especial

O empate entre Brasil e México, ontem, deixou muita gente aborrecida, pois a seleção brasileira perdeu vários oportunidades e esbarrou na grande atuação do goleiro adversário Ochoa. A classificação para as oitavas-de-final ficou para depois. Mas, se no futebol a situação não foi das melhores, se você comprou um carro “especial da Copa do Mundo”, saiba que o seu aborrecimento pode ser ainda maior.

Digo isso em termos de mercado. Será que quem adquiriu um carro de edição limitada desenvolvida para celebrar a Copa do Mundo realizada na África do Sul, em 2010, fez uma boa compra? De acordo com uma pesquisa divulgada recentemente, a “empolgação do momento” pode ser um mau negócio.

Segundo o resultado do estudo, edições especiais alusivas à Copa do Mundo desvalorizam mais do que os respectivos carros de série. O levantamento levou em consideração o Volkswagen Gol Seleção, ano/modelo 2011, e o Mercedes-Benz Smart ForTwo Brazilian Edition, 2010, lançados no embalo do Mundial da África do Sul, há quatro anos.

Volkswagen-Gol-Selecao-Copa-do-Mundo-futebol-Africa-do-Sul

Volkswagen Gol Seleção – Copa do Mundo da África do Sul

Entre junho de 2010 e maio de 2014, o Gol Seleção desvalorizou 27,5%, 3 p.p a mais que a versão de série. O modelo se diferenciava pelo emblema da seleção brasileira de futebol na lateral da carroceria e nos assentos, além de uma opção de cor azul, que lembrava o tom do uniforme do time. O modelo saia de fábrica com motor 1.0 8V, rodas de liga leve de 14 polegadas com desenho exclusivo, faróis de neblina, direção hidráulica e sistema de som com rádio CD/MP3/entrada auxiliar e conexão Bluetooth.

Smart-Fortwo-Brazilian-Edition-Copa-do-Mundo-Brasil-futebol

Smart ForTwo Brazilian Edition

Entre abril de 2012 e março de 2014, o importado Smart ForTwo Brazilian Edition desvalorizou 24,1%, 7 p.p. a mais que o modelo do qual deriva. O principal destaque da versão comemorativa era o motor 0.8 aspirado, de 71 cv, em vez do 1.0 turbo de 84 cv. Entre os equipamentos de série, destaque para o sistema start/stop, que interrompe o funcionamento quando a velocidade é inferior a 8 km/h, retomando assim que o motorista tira o pé do freio. A pintura também era outro item exclusivo da edição especial, mais “abrasileirada”, que trazia a bandeira do Brasil estilizada na coluna central.

A pesquisa, realizada pelo WebMotors, utilizou informações coletadas no banco de dados do site. Foi usado como parâmetro o universo referente aos veículos edição limitada (baseados na Copa do Mundo) e as versões de série das quais derivaram, com no mínimo cinco anúncios no site. Foram excluídos da análise os modelos com valores considerados muito acima ou abaixo do padrão, blindados e com modificações.

Outros carros para torcer “de verdade” pelo Brasil na Copa do Mundo

Kia-Soul-Brasil-Copa-do-Mundo-Futebol-especial

Kia Soul

O estudo não levou em consideração o Kia Soul. A marca coreana, como patrocinadora oficial da Copa do Mundo da Africa do Sul em 2010, decorou o modelo com as cores da bandeira do Brasil para “entrar no clima de festa”. O veículo ficou exibido nas concessionárias da marca durante os 30 dias da Copa do Mundo há quatro anos.

Volkswagen-Gol-Selecao-Copa-do-Mundo-futebol-Brasil

Volkswagen Gol Seleção – Copa do Mundo do Brasil

A Volkswagen lançou o Gol Copa para celebrar o evento futebolístico mais importante do mundo em 1982, 1994 e 2006. Como a marca alemã virou patrocinadora oficial da Seleção Brasileira de Futebol em 2009, para a Copa de 2014 no Brasil, a Volks repetiu a série especial “Seleção” de 2010 para o Gol e a expandiu para Fox e Voyage.

Além de mais itens de série, o trio atual se diferencia pelo escudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nos para-lamas, inscrição “Seleção” na tampa do porta-malas – na qual há ainda um ícone verde e amarelo em alumínio estampado – e faixa lateral com o inscrito “Seleção”. As rodas possuem desenho exclusivo, os bancos possuem revestimento de tecido em malharia com grafismo em baixo relevo que remete ao desenho de bolas de futebol, trazem faixa na cor azul e o logotipo da série gravado; os pedais tem cobertura esportiva de alumínio e o porta-objetos portátil, que traz o escudo da CBF.

Hyundai-HB20-2014-automatico-Copa-do-Mundo-Fifa-Brasil-dianteira

Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA

Já a Hyundai, como patrocinadora oficial da Copa do Mundo FIFA, cobrou caro e “vestiu” a linha HB20 para o evento no Brasil com três “uniformes” um pouco diferentes: Branco Polar, Prata Metal e Azul Sky. Jogando na dianteira temos a parte central do para-choque pintada da mesma cor da grade, faróis escurecidos e faróis de neblina. Nas laterais, destaque para os retrovisores na cor preta brilhante, para as rodas de liga leve diamantadas de 15 polegadas, para as maçanetas cromadas, para o acabamento preto na moldura das portas e para emblemas com o símbolo da Copa que “marcam” os para-lamas. Por dentro, os bancos são revestidos em couro perfurado com costura vermelha e emblema da Copa do Mundo bordado. Além do estofamento, os tapetes de carpete também são customizados e levam o logo oficial da Copa aplicado. As maçanetas são cromadas, assim como outros detalhes de acabamento do interior.

Hyundai-HB20-2014-Copa-do-Mundo-Fifa-Brasil-interior-painel

Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA

Além dos diferenciais de estilo exterior e interior, a série limitada lançou no mercado a central multimídia blueMediaTV, o novo sistema de entretenimento a bordo da linha HB20. Com uma tela de 7” sensível ao toque e integrada ao design do painel, ela oferece funções como TV digital, reprodutor de fotos e vídeos, função Bluetooth com streaming de áudio e acesso à agenda e histórico de chamadas, conexões USB e auxiliar, rádio AM e FM, reprodutor de arquivos MP3 e comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Outra marca que lançou uma série especial para a Copa do Mundo, mas de forma mais “indireta” (provavelmente por questões legais), foi a Fiat com o Uno Rua, que marca a despedida da linha 2014 do modelo antes da chegada da esperada linha 2015.

Fiat-Uno-Rua-2014-Brasil-serie-especial

Fiat Uno Rua

Entre os diferencias do compacto italiano, além dos equipamentos de série, o Uno Rua tem adesivo Rua nas portas dianteiras; adesivo da bandeira do Brasil nas colunas traseiras; anéis estéticos na grade dianteira nas cores da bandeira do Brasil; lanternas traseiras fumê; spoiler na tampa traseira na cor do veículo; faróis com máscara negra; maçanetas e retrovisores na cor do veículo; rodas de liga leve 14″ com pintura exclusiva; e sigla Uno na tampa traseira nas cores da bandeira brasileira. O hatch tem ainda detalhes internos na cor azul, de gosto bem duvidoso, nos comandos do ar-condicionado; cintos de segurança dianteiros e traseiros também na cor azul, além de tecido exclusivo com bordado Rua nos bancos dianteiros. A série especial está disponível em duas cores: Branco Kalahari e Amarelo Interlagos.

Como toda e qualquer série especial, a compra pode se diferencia pela exclusividade. Mas, por ser uma edição limitada com adereços especiais que fogem do comum, e que, na maioria das vezes, não agrada a todos, a desvalorização desse tipo de veículo costuma ser mesmo maior, como mostrou a pesquisa.

Carros especiais para a Copa do Mundo e para a Seleção Brasileira:

Comentários (1)

  1. essas series especiais sobre tudo q e relacionado a futebol e mico msm, so vale apena comprar serie especial de carro q fez a diferença no nosso mercado ainda mais em fim de linha como foi com o vectra collection 2005, opala collectors 1992, meriva e zafira advantage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *