Versão esportiva Red and Black Edition do Ford New Fiesta empolga com 140 cv, mas nunca deve chegar ao Brasil

Ford-New-Fiesta-Red-Black-Edition

A Ford apresentou na Europa uma nova versão esportiva do New Fiesta que, provavelmente, nunca deve chegar ao Brasil. Chamada Red and Black Edition, a edição especial tem visual diferenciado e conta com motor EcoBoost 1.0 de 140 cv, que permite um desempenho esportivo. Segundo a marca, a potência por litro é superior à de bólidos como Bugatti Veyron e Ferrari 458 Speciale.

A versão esportiva do apertado Ford será oferecida em duas cores: vermelho com detalhes em preto e preto com detalhes em vermelho, justificando o seu nome. O New Fiesta Red and Black Edition traz novas calibrações no controle do turbo, comando de válvulas, intercooler, gerenciamento do acelerador e ponto de ignição que elevam a sua potência para 140 cv, com torque máximo de 18,3 kgfm entre 1.400 a 5.000 rpm – números que permitem ao hatch compacto premium da Ford ser acelerado de 0 a 100 km/h em 9 segundos e atingir a velocidade máxima de 201 km/h.

Ford-New-Fiesta-Black-Edition-turbo

Os números realmente empolgam, ainda mais se comparados os desempenho do New Fiesta nacional equipado com motor 1.6 16V Sigma.

 Ford New Fiesta Brasil New Fiesta Red and Black Edition
Motor 1.6 16V 1.0 EcoBoost
Potência 125/130 cv 140 cv
Torque 15,4/16 kgfm 18,36 kgfm
De 0 a 100 12,1 s (etanol) 9 s
Velocidade máxima 190 km/h 201 km/h

Segundo a Ford, a nova versão do propulsor EcoBoost 1.0 foi recalibrada para gerar 12% mais potência. Como comparação, ela tem mais que o dobro da potência por litro da motorização 1.6 de 100 cv que equipava o esportivo Fiesta S há 10 anos e também melhora a economia de combustível e as emissões de CO2 em mais de um terço: faz mais de 22 km/l e emite 104 g/km de CO2.

Ford-New-Fiesta-Black-Edition

O motor Ford 1.0 EcoBoost reúne as tecnologias de turbocompressor, duplo comando independente e variável de válvulas (Ti-VCT) e injeção direta de alta pressão. “A única alteração de hardware que fizemos para elevar sua potência a 140 cv foi uma junta do cabeçote reforçada para suportar o aumento da pressão, o que comprova o design avançado do EcoBoost 1.0”, diz Andrew Fraser, gerente de Calibração da Ford Europa. “O pico de pressão nos pistões de 7 centímetros de diâmetro é de 124 bar (1.800 psi), o equivalente a mais de 5 toneladas, ou um elefante africano adulto pisando em uma lata de refrigerante”, completa.

Ford-New-Fiesta-Red-Edition-EcoBoost-turbo

O motor EcoBoost 1.0 respondeu por quase 30% das vendas do New Fiesta na Europa no primeiro trimestre de 2014. Embora esse propulsor tenha tecnologias que também estarão presentes na motorização 1.0 de três cilindros do novo Ka no Brasil, não existe previsão para que ele seja lançado oficialmente por aqui. Afinal, além do inédito motor 1.0, a Ford conta com um time composto ainda pelos propulsores 1.5 16V, 1.6 16V, 2.0 16V, 2.5 flex e 2.0 EcoBoost.

Ford-New-Fiesta-Red-Edition-EcoBoost

Comentários (5)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *