Dez considerações iniciais sobre o Nissan Versa S 1.0 3 cilindros 2016

Nissan-Versa-S-1.0-2016

O Nissan Versa S 1.0 2016, com o novo motor de 3 cilindros, passou pela garagem do De 0 a 100 para uma avaliação detalhada! Mas, antes de publicar o teste completo, veja as minhas dez considerações iniciais sobre o sedã japonês fabricado em Resende (RJ)!

1. Espaço interno é muito bom no banco traseiro, especialmente para as pernas (os mais altos podem bater a cabeça no teto) e apenas bom na frente, carecendo de alguns ajustes de ergonomia (profundidade do volante, por exemplo) e um pouco mais de espaço para motoristas mais altos, como é o meu caso;
2. Porta-malas parece ter mais volume do que os ótimos 460 litros de capacidade de carga. Se a tampa tive o sistema pantográfico, ao invés das hastes convencionais, com certeza levaria mais carga;
3. Motor 1.0 12V flex de três cilindros é valente, com um ronco grave que é até legal, mas muito ruidoso. Espero que seja econômico no consumo de combustível (ainda não consegui medir);
4. A atualização visual fez bem ao Versa, mas seu jeitão meio desengonçado continua;
5. Com 4,492 m de comprimento, faz falta ter um sensor de estacionamento de série;

Nissan-Versa-S-1.0-2016-novo

Nissan Versa S 1.0 2016

6. Faltam alguns detalhes que melhorariam um pouco a praticidade interna, como one touch para subir e descer o vidro do motorista, luz para o comando do retrovisor elétrico, botão para abertura interna do porta-malas e iluminação do porta-malas;
7. O preço sugerido da versão S do Versa (a mais requintada com motor 1.0), R$ 44.990, está dentro do esperado, mas poderia ser um pouco mais baixo, uma vez que o Ford Ka+ SE Plus 1.0 parte de R$ 44.490 e que o Renault Logan Expression 1.0, com o único opcional disponível, Techno Pack (sistema multimídia Media Nav Evolution com tela sensível ao toque de 7″ e sensor de estacionamento), tem valor sugerido de R$ 44.390. Ainda assim, o valor do Nissan é bem melhor do que o do Chevrolet Prisma LT 1.0 (R$ 46.950) e do Volkswagen Voyage Comfortline 1.0 (R$ 46.450);
8. Sistema de audio do Versa funciona muito bem, com entradas auxiliar e USB, CD Player, leitor de MP3/WMA e comandos no volante. Mas a qualidade das caixas de som poderia ser melhor e o vistor do rádio um pouco maior;
9. O ventilador é muito barulhento (não importa a velocidade);
10. A qualidade do Versa, de maneira geral, é realmente muito boa, mostrando que os lançamentos mais recentes da Nissan (Versa, Sentra e New March) são ótimas opções de mercado no Brasil.

Em breve publicarei o teste completo!

Comentários (2)

  1. Boa tarde. Meu nome é Marcos. Taxista de Timóteo MG. Tenho um versa 2016, comprado na forma de venda direta. O veículo veio sem extintor de incêndio. De acordo com. O CONTRAN veículos​ de passeio são dispensados. Mas entre outros os táxis são obrigados. Mas o SAC dá Nissan de maneira irônica me disse que foi amplamente divulgado nos meios de comunicação. Que não era obrigado o uso. A PRF, foi clara táxis são obrigados a portar o extintor. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *