Cinco carros bem feios que estão produção

Chevrolet-Spin-LTZ-2015-Brasil

Chevrolet Spin é o “escolhido” da lista na minha opinião

Beleza é um item subjetivo. Você pode achar uma pessoa ou um veículo bonitos, e eu não – e vice-versa. Por isso, feio para um é lindo para outro. Mas como o assunto aqui é automóvel, listei cinco carros bem feios que estão em produção atualmente (não significa que sejam ruins)!

Preferi não estabelecer uma ordem de feiura exatamente pela subjetividade. Por isso, adotei a ordem alfabética, por nome do fabricante, apenas para me guiar aqui no post.

Chevrolet-Cobalt-Graphite-2015

Chevrolet Cobalt Graphite

Chevrolet Cobalt

O Chevrolet Cobalt nasceu com visual ultrapassado. Suas linhas com estilo mais retrô foram uma decepção para muita gente. Como comentei antes, “o visual do Cobalt, de maneira geral, deixa a desejar. Sem dúvida o conjunto poderia ser bem mais bonito e moderno. Ao vivo o modelo chama a atenção pelo tamanho – é maior que o Cruze. Porém, suas linhas parecem cansadas, ou melhor, ‘pesadas’. Essa foi a mesma sensação que tive com o Agile, só que com o compacto ela foi ainda maior”.Vendo o Cobalt hoje fico até com saudades do Vectra, que parece mais atual que o seu irmão mais novo. Pelo menos, o Cobalt está prestes a receber a sua primeira e muito bem-vinda reestilização, o tornando o veículo bem mais atraente.

Chevrolet-Spin-LTZ-2015-Brasil-automatico

Chevrolet Spin LTZ

Chevrolet Spin

Gosto de usar uma analogia da culinária para me referir ao Chevrolet Spin: parece que o modelo foi tirado do forno antes da hora. Ou seja, parece que ele foi lançado antes do seu visual final ter sido definido. Repito o que eu disse quando fui conhecer o Spin pela primeira vez: “fiquei impressionado com a feiura do modelo. Parece que algo deu errado e que foram tentando consertar, e consertar e, subitamente, o tempo acabou e sobrou o que vemos hoje nas concessionárias e ruas: um carro esquisito, que entra para o seleto hall das “beldades” automotivas nacionais”.

Fiat-Doblo-Essence-2016

Fiat Doblò Essence 2016

Fiat Doblò

Beleza nunca foi o forte do Doblò, desde o seu lançamento. O objetivo sempre foi valorizar o espaço e a praticidade interna, que receberam toda a atenção. Com isso, o visual foi deixado quase totalmente de lado. A dianteira sofre com o cansaço da idade, enquanto a traseira, mais discreta e menos feia, se destaca menos na paisagem. Acho que nunca teremos um Doblò realmente bonito…

Toyota-Etios-Cross-hatch-2014-Brasil-offroad

Toyota Etios Cross

Toyota Etios Cross

Excesso de plástico tornou o Etios Cross “forçado” demais, tentando muito ser aventureiro, perdendo o pouco da elegância que a versão hatch tem – se é que isso é possível. A dianteira lembra as dos Subaru dos anos 1990, mas sem a mesma agressividade e harmonia.

Toyota-Etios-Seda-sedan-1.5-Platinum-2015-Brasil

Toyota Etios Sedã

Toyota Etios Sedã

Se não bastasse o painel bisonho, o Toyota Etios Sedã espanta muita gente também pelo seu visual. A dianteira até passa, mas a traseira parece ter sido inspirada na primeira geração do Renault Logan. Realmente o design do sedã compacto premium da marca japonesa deixa muito a desejar, tudo em função do baixo custo. Quem sabe, quando o modelo receber um painel digno da qualidade do veículo, o seu visual não é atualizado?

Resumo da obra

Eu até poderia incluir mais alguns representantes nessa lista, como os Mahindra M.O.V e Pick-up, o Renault Kangoo e mais alguns. Volkswagen up!, Nissan Versa e Renault Clio também não são beldades que desfilam pelas ruas, mas preferi manter apenas cinco nesse post.

Lembrando que, como expliquei, os carros serem feios não significam que eles sejam ruins. Para fechar, dos cinco acima, o que considero mais feio é o Chevrolet Spin.

Comentários (14)

  1. concordo com todos com excecao do cobalt, gosto do design dele o unico ponto negativo e o farol exageradamente grande mas se fosse mais fino estaria melhor de resto acho ele bem equilibrado

  2. a linha etios vai ser reestilizada no 2° semestre de 2016 vai receber um novo interior e uma nova dianteira e traseira isso na linha 2017 e vai durar ate 2018 qdo vai chegar a nova geracao como linha 2019 completamente diferente. ja a spin sera reestizada em 2016 e ganhara nova geracao em 2019. o cobalt sera reestilizado ainda esse ano e ganhara nova geracao tmb em 2019. ja o doblo saira de linha daqui pra 2017.

  3. Faltou o march e a ultima versão do clio, no mais a lista é perfeita. A minha pergunta ao pessoal da GM, é como é possível a empresa q atualizou o design do Astra no final dos anos 90, q fez do Opel Record um belíssimo modelo conhecido aqui como Opala, faz estas tralhas horrososas chamados spinho e cocobalt….

  4. Concordo com tudo o que foi escrito. Não poderia descrever melhor. Leu todos os meus pensamentos.
    Como pode a Toyota construir um carro tão feio. Era só olhar o Logan e copiar um pouco do design atual, que venderia bem mais.

  5. Concordo com o Renato e tb com os comentários acima… E falando em horroroso, gostaria de comentar que a equipe de marketing da Suzuki é HORROROSA. Que coisa é aquela de “Ele está muito bem de suzuki”?

  6. O que é a Spin Activ? Meu Deus! Qual a finalidade de se fazer uma versão “aventureira” de uma mini van? Aquele estepe na traseira é a coisa mais bizarra que eu já vi. Completamente desnecessário.

  7. carros são os ingleses mais a Mercedes o restos são apenas restos americanas japonesas, coreanas francesas,italianas são todas quase uma indiana tata quer dizer não vale nada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *