Toyota Etios evolui e atinge a sua maturidade na linha 2017

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan

Toyota Etios 2017

[POST ATUALIZADO COM A CORREÇÃO DOS NÚMEROS DE TORQUE DO ETIOS 1.3]

Quando chegou ao nosso mercado, simpático, com preços premium e meio sem emoção, com um painel questionável, o Toyota Etios não estava pronto. Prova disso foram as vendas iniciais mornas. Até os artistas apareceram mais do que o carro nos comerciais de lançamento.

A marca então promoveu mudanças, que foram boas, mas não suficientes. Eu testei o modelo e pude provar que ele é excelente em vários aspectos. Pouco depois, a família cresceu com o curioso “aventureiro” Cross e com o “refinado” Platinum. Então veio a linha 2015, que melhorou bem o veículo, mas fiquei com a sensação que faltava “A” evolução que, infelizmente, também não apareceu na versões 2016.

Mas tudo isso passou e, hoje, o Toyota Etios atingiu a sua maturidade na linha 2017. Com as novidades, o modelo nunca foi tão bom quanto agora: motores mais potentes e econômicos, transmissões manual de seis marchas e automática, melhorias mecânicas e novos equipamentos. Realmente uma evolução e tanto e que deve fazer a diferença, mas ainda existe espaço para mais melhorias.

Ao longo de sua trajetória, o Etios se tornou um dos modelos mais vendidos pela Toyota no Brasil. Em 2015, a marca comercializou 61 mil unidades no mercado interno, e exportou outras 22 mil para Argentina, Paraguai e Uruguai, fazendo com que a fábrica de Sorocaba (SP), onde o veículo é produzido, operasse acima da sua capacidade nominal, de 74 mil unidades por ano – embora a marca tenha anunciado (e provavelmente desistido) que ampliaria a capacidade produtiva para 108 mil unidades anuais.

As vendas da linha Etios 2017 começam amanhã (28) em toda a rede de concessionárias Toyota, com preços a partir de R$ 43.990.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-painel

Toyota Etios 2017

Versões e equipamentos

Se o valor inicial assusta um pouco, pelo menos, a linha 2017 do modelo ganhou novos equipamentos de série. Desde a versão de entrada X 1.3 (hatch, a do preço acima), a linha traz computador de bordo, antena externa do tipo short pole, descansa-braço no assento do motorista (somente na versão automática), banco traseiro com encosto rebatível e Toyota Smart Screen, um painel digital – provavelmente a última solução encontrada pela marca antes de, finalmente, mudar o painel do veículo em definitivo (é a terceira alteração desde o lançamento – tivemos o “Total Black”e a tela da central multimídia antes).

Importante lembrar que o Etios X possui ainda direção elétrica (EPS); ar-condicionado; abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível; chave com comando de abertura e fechamento das quatro portas; console central com dois porta-copos dianteiros e um traseiro; para-sol com espelho de cortesia para motorista e passageiro; alarme de advertência para portas abertas, chave na ignição e cinto de segurança; vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, sendo o do motorista com função auto-down; travas elétricas; airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que ganhou uma nova geração de software.

A versão XS adiciona os seguintes itens: sistema de áudio que reproduz arquivos de MP3 com função Bluetooth e entradas auxiliar e USB; controle de velocidade de cruzeiro (versão automática); controle de áudio e do computador de bordo no volante; difusores do ar-condicionado e base da manopla da alavanca da transmissão cromados; abertura do porta-malas por meio de um botão; bancos com tecido em duas cores; alto-falantes e tweeters; além da função EcoWallet no computador de bordo, que permite ao motorista colocar o preço pago pelo litro do combustível, possibilitando o cálculo e o monitoramento do valor gasto com combustível durante uma viagem.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-automatico-apoio-braco

Apoio de braço para o motorista no Toyota Etios 2017 automático

A versão XLS agrega todos os equipamentos da versão XS, mais rodas de liga leve de 15” com novo desenho (nas versões X e XS as rodas são de 14 polegadas e revestidas por calotas); sistema de áudio com tela touch screen, que permite espelhamento de smartphones; faróis de neblina; acabamento cromado na tampa do porta-malas; revestimento do volante em couro; retrovisores externos com indicadores de seta integrados e acabamento dos bancos Comfort Drive (padrão couro).

A Cross, disponível apenas na carroceria hatchback, se diferencia da XLS pelo design das rodas de liga leve, costura exclusiva dos bancos, manopla do câmbio com acabamento em couro, jogo de tapetes com a inscrição Cross, além, é claro, dos apliques na carroceria que identificam a proposta aventureira da versão.

Motores e câmbios

A linha Etios será a primeira do portfólio da Toyota a ser equipada com propulsores produzidos na nova planta de motores da marca, localizada em Porto Feliz (SP).

As motorizações 1.3 e 1.5 trazem, agora, a tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i da Toyota, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível, refletindo em melhor desempenho e menor consumo.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-motor-VVTi

Motor do Etios 2017 tem tecnologia VVT-i

Com isso, o motor 1.3 16V desenvolve 88 cv (84 cv no antigo) de potência a 5.600 rpm e 12,3 12,5 mkgf (11,9 mkgf no antigo) de torque a 4.000 rpm com gasolina e 98 cv (90 cv antes) e 12,8 13,1 mkgf (igual 12,8 mkgf no antigo) com etanol, nas mesmas rotações.

Já o 1.5 16V gera 102 cv (92 cv no anterior) de potência a 5.600 rpm e 14 mkgf de torque (13,9 mkgf antes) a 4.000 rpm com gasolina e 107 cv (96,5 cv anteriormente) e 14,4 mkgf (13,9 mkgf antes) com etanol, nos mesmos regimes de giro.

Ambos os propulsores são construídos com bloco e cabeçote de alumínio e não utilizam o subtanque auxiliar de partida a frio (famoso tanquinho), trazendo novos bicos injetores dotados de sistema de pré-aquecimento.

Na zona de operação do Etios 2017, os comandos do ar-condicionado foram aprimorados, com a introdução de um compressor de software mais avançado. Com ele, após um período constante de uso do equipamento, o veículo é capaz de desligar o sistema por alguns segundos e religar automaticamente, não subtraindo potência do motor e auxiliando na economia de combustível.

Além disso, a linha Etios 2017 (hatch e sedã) teve a direção eletroassistida progressiva recalibrada, enquanto molas e amortecedores foram recalibrados.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-cambio-automatico-4-marchas

Toyota Etios 2017: câmbio automático de (apenas) 4 marchas

Todas as versões do Toyota Etios 2017 (X, XS, XLS e Cross), tanto hatchback quanto sedã, dispõem de novas opções de transmissão: manual, agora com seis velocidades, e automática, de quatro marchas.

A transmissão automática era o principal pedido dos consumidores da marca para a linha Etios. Segundo a marca, seu desenvolvimento teve como premissa privilegiar a dirigibilidade, desempenho, conforto e baixo consumo de combustível, sempre apoiada num sistema confiável. Para a Toyota, o diferencial desse câmbio é o software de gerenciamento AI Shift Control (Inteligência Artificial de Controle de Trocas, na tradução livre) que é capaz de analisar a condição de uso do veículo (ladeiras, trânsito etc.), a posição do pedal do acelerador e, assim, selecionar e manter a marcha mais adequada para cada situação de condução.

TOYOTA – CONSUMO ETANOL GASOLINA
CIDADE ESTRADA CIDADE ESTRADA
Etios 1.3 MT 2016 8,5 km/l 9,0 km/l 12,5 km/l 13,0 km/l
Etios 1.3 MT 2017 8,6 km/l 9,8 km/l 12,6 km/l 14,2 km/l
Etios 1.3 AT 2017 8,2 km/l 9,2 km/l 11,8 km/l 13,3 km/l
Etios 1.5 MT 2016 8,5 km/l 8,9 km/l 12,4 km/l 13,4 km/l
Etios 1.5 MT 2017 8,3 km/l 9,8 km/l 12,4 km/l 14,1 km/l
Etios 1.5 AT 2017 8,1 km/l 9,2 km/l 11,9 km/l 13,2 km/l
Etios Sedã 1.5 MT 2016 8,4 km/l 9,3 km/l 11,9 km/l 14,0 km/l
Etios Sedã 1.5 MT 2017 8,5 km/l 10,3 km/l 12,5 km/l 15,0 km/l
Etios Sedã 1.5 AT 2017 8,4 km/l 10,4 km/l 12,2 km/l 14,9 km/l

Fonte: Inmetro

Imagino que esse câmbio funcione bem, como o antigo de quatro velocidades do Corolla. Porém, teria sido um diferencial extraordinário para a linha Etios contar com uma transmissão automática CVT ou de seis marchas, que conseguiria tornar o modelo ainda mais econômico e eficiente. Espero que a marca pense nisso para a segunda geração do modelo.

Para as versões manuais, a Toyota adotou o IMT – Monitor Inteligente de Aceleração -, que funciona como um auxiliar de arranque, evitando que o motor “apague” assim que o motorista tire o pé da embreagem para colocar o carro em movimento. Além disso, foi adotado o acionamento hidráulico da embreagem, adicionada a sexta marcha e aperfeiçoada a relação da transmissão, resultando, segundo a marca, em economia de combustível e maior conforto ao rodar em velocidade de cruzeiro.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-cambio-manual-6-marchas

Toyota Etios 2017: câmbio manual de seis marchas

Outra vez o painel

Como falei mais no início do post, o painel de instrumentos foi alterado mais uma vez e agora conta com um display de 4,2”, com tecnologia TFT de alta resolução, chamado Toyota Smart Screen. Nele, dois grandes círculos reúnem as informações de bordo: o do lado direito mostra o conta-giros e o termômetro do motor; o esquerdo, o velocímetro e o indicador de combustível.

A tela exibe também diversas informações sobre condução, em projeção tridimensional. Entre elas, a marcha que está sendo utilizada na transmissão automática.

Outro item que a marca valoriza é a iluminação clear blue do painel de instrumentos, comum nas versões XS, XLS (hatch e sedã) e Cross, para os indicadores de velocidade e rotação do motor, sistema de áudio, relógio e ar-condicionado. A intensidade da luz pode ser regulada conforme a preferência do motorista, considerando as variáveis de faróis ligados ou desligados ou dias mais ou menos ensolarados.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-painel-digital

Painel do Etios 2017 agora é digital

Para a linha 2017, a Toyota do Brasil aprimorou os sistemas de segurança do modelo, com a inclusão do encosto de cabeça e do cinto de segurança de três pontos para o passageiro central do banco traseiro e do sistema de ancoragem de cadeiras de crianças ISOFIX – grande notícia.

Em relação às cores, duas foram introduzidas, Prata Premium e Cinza Cosmopolita, que se juntam às já existentes Azul Journey, Branco Bossa Nova, Branco Perolizado, Prata Lua Nova, Preto Infinito e Vermelho Fúria. De acordo com a Toyota, até os 60.000 km, o custo total com revisões do Etios 2017 é de R$ 2.400.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-banco-traseiro-cinto-tres-pontos-encosto-cabeca

Mais segurança: cinto de três pontos e apoio de cabeça central traseiro – ótimo!

No mais,tudo igual, com visual idêntico (hatch é simpático e sedã é meio desengonçado), e destaque para o porta-malas do Etios Sedã: 562 litros (270 l o hatch).

Toyota / PREÇO Linha 2014 (9/2014) Linha 2015 (9/2014) Linha 2016 (7/2015) Linha 2016 (4/2016) Linha 2017
Etios X 1.3 R$ 37.960 R$ 38.380 R$ 40.890 R$ 41.890 R$ 43.990
Etios X 1.3 AT R$ 47.490
Etios XS 1.5 R$ 41.520 R$ 42.620 R$ 45.290 R$ 46.490 R$ 48.995
Etios XS 1.5 AT R$ 52.495
Etios XLS 1.5 R$ 45.090 R$ 46.220 R$ 50.290 R$ 51.390 R$ 53.895
Etios XLS 1.5 AT R$ 57.395
Etios Platinum 1.5 R$ 47.090 R$ 49.120 R$ 52.090
Etios Cross 1.5 R$ 48.240 R$ 49.190 R$ 53.390 R$ 54.790 R$ 57.395
Etios Cross 1.5 AT R$ 60.895
Etios Sedã X 1.5 R$ 42.030 R$ 42.470 R$ 45.190 R$ 46.390 R$ 48.495
Etios Sedã X 1.5 AT  –  – R$ 51.995
Etios Sedã XS 1.5 R$ 44.070 R$ 45.190 R$ 47.990 R$ 49.190 R$ 51.695
Etios Sedã XS 1.5 AT  – R$ 55.195
Etios Sedã XLS 1.5 R$ 47.740 R$ 48.880 R$ 53.090 R$ 54.290 R$ 56.795
Etios Sedã XLS 1.5 AT R$ 60.295
Etios Sedã Platinum 1.5 R$ 49.740 R$ 51.780 R$ 54.990 R$ 57.050  –

Resumo da obra

Alterar o painel de novo, praticamente a terceira vez em apenas três anos, demonstra que esse continua sendo o calcanhar de Aquiles do Etios. A marca adotou agora a sua última medida possível nesse quesito, uma vez que a solução ideal, que seria trocar todo o painel por um mais tradicional, bonito e moderno, provavelmente sairia mais caro.

Outro ponto que foi ótimo, mas que poderia ter sido ainda melhor, foi a oferta do câmbio automático de apenas quatro marchas – número insuficiente para o século 21, que tem, como padrão, seis velocidades. Pelo menos, essa opção, disponível para todas as versões do Etios, não importando o motor, é muito bem-vinda e é superior a qualquer tipo de transmissão automatizada disponível no mercado, como a Dualogic Plus e a I-Motion.

Toyota-Etios-2017-hatch-sedan-painel-digital-central-multimidia

Ainda não foi dessa vez que tivemos a solução definitiva do painel do Etios

Esses seriam os pontos a serem evoluídos, juntamente com os preços, que poderiam ser mais baixos.

Mas, não tenho dúvidas: o Etios nunca foi tão bom quanto nesse momento, na linha 2017. Novos equipamentos fizeram bem e as alterações de motor foram ótimas, tornando o veículo ainda mais preparado para enfrentar a concorrência 1.0, 1.2, 1.4, 1.5 e, até, 1.6, como pude comprovar no meu teste do Etios XS 1.5 (ainda com o propulsor antigo).

Comentários (16)

  1. Você disse: “Pelo menos, essa opção, disponível para todas as versões do Etios, não importando o motor, é muito bem-vinda e é superior a qualquer tipo de transmissão automatizada disponível no mercado, como a Dualogic Plus e a I-Motion.”

    Qualquer tipo de transmissão automatizada disponível no mercado? Notei que você não citou DSG e PowerShift.

    Você considera a transmissão automática de 4 marchas clássica do novo Etios superior à DSG e à PowerShift?

  2. Mas este cambio de 4 marchas é melhor e mais eficiente que o cambio POWERSHFT, que penso que resolveram as pendencias que o tornaram negativamente famoso
    ?

  3. Minha mãe tem um Etios X 1.3 2014 (já com o painel preto). Dinamicamente e construtivamente o carro é perfeito, anda bem, é ágil, estável e super econômico. O painel central para mim foi questão de acostumar, só o indicador de combustível é difícil de ver.
    Eu estava super animado com o 2017, até ver que a Toyota não mexeu na estética: continua a mesma cara de carro dos anos 90, as mesmas saídas de ar do Ford Ka 98, o mesmo porta-luvas cuja tampa despenca no teu colo… enfim, mudou, mas não parece. E comprar carro novo com cara de usado não dá.

    • Enrico, acho sim. Talvez seja a compra mais racional de todo o mercado nacional. Além disso, é o automático mais barato do país, o que pode fazer a diferença na vida de muita gente. Um abraço!

      • Meu, fiz um teste drivd nesse carro hoje, certeza que levo esse, Antes eu tinha feito no HB20S automático, o HB20s a direção não é eletrônica, os bancos não são de couro, o espaço interno do HB20S é horrível! Fora que o Etios é Toyota, a revenda dele é perfeita, e o seguro pela azul seguro, saiu por menos de 3 mil por ano! Creio que compra o Etios quer um carro para família, pois o espaço interno é perfeito!

  4. acho que sou um caso a parte. Comprei um Etios 1.3 seminovo da primeira leva; depois peguei um Etios XS 1.5 2015 e agora, no final do ano, quero um Etios XLS 2017 automático. Carro muito bom: bebe pouco e não dá problema. Ótimo para a cidade.

    • Interessante, Luis Henrique. Qual média de consumo você conseguiu com o 1.3 e o 1.5? O que você espera do Etios automático?

  5. Parece ser um bom veiculo pois tem a bandeira da Toyota,porem é um veiculo muito feio e quadradão,bem ao estilo dos anos 90.Tô fora!
    Comprar um veiculo caro e com o estilo dos anos 90 não dá mais.Neste caso,prefiro o UP TSI ou o HB20 Turbo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *