Vale a pena comprar um Fiat Uno 2017?

Foto da dianteira do Fiat Uno Sporting 2017

Fiat Uno 2017 – Vale a pena comprar um?

O mais marcante carro da história da Fiat no Brasil chegou à linha 2017 com poucas alterações visuais e muitas mudanças mecânicas – todas para melhor. O Uno 2017 agora conta com a nova família global de motores Firefly da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), com versões 1.0 6V, de três cilindros, e 1.3 8V, de quatro cilindros. O compacto também ficou mais seguro e equipado. Mas, tudo isso tem um preço, e alto. Logo, pergunto: vale a pena comprar um Fiat Uno 2017?

Antes de responder, vale saber que o Fiat Uno 2017 é vendido apenas com carroceria quatro portas nas seguintes versões: Attractive 1.0, Way 1.0, Way 1.3, Sporting 1.3, Way 1.3 Dualogic e Sporting 1.3 Dualogic.

Todas elas contam com pneus “superverdes” (com menos resistência de rodagem e mais equilíbrio térmico) e direção elétrica (no lugar da hidráulica) de série, além da possibilidade de controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (TC), assistência de partida em rampa (Hill Holder), sistema antideslizamento ASR, partida assistida (Tip Start), Start&Stop, também, da oferta do câmbio manual automatizado Dualogic Plus, que foi atualizado.

Assista ao meu “adeus” ao Fiat Uno 2016:

Por fora e por dentro

Externamente, como a Fiat já tinha antecipado, o Uno 2017 chega com um visual renovado, com novos para-choque e grade dianteiros, além de rodas em liga leve para as versões Way e Sporting com design atualizado e novas faixas para a Sporting. Na traseira, sem mudanças (a fechadura continua lá, infelizmente).

No geral, o conteúdo agrada, embora eu ainda prefira a linha 2015/2016, pois sinto falta da marca registrada da atual geração do modelo: os três quadrados na parte frontal (símbolo do “quadrado redondo”). Fico sempre com a sensação de que está faltando algo na dianteira do modelo.

Foto da traseira do Fiat Uno Sporting 2017

Fiat Uno Sporting 2017 tem a mesma traseira das linhas 2015 e 2016

Renovado em 2015, o interior recebeu um painel inédito, com quadro de instrumentos com display LCD de 3,5” em alta resolução, além de retrovisor elétrico com função tilt down, volante multifuncional, computador de bordo e paddle shift para as versões com câmbio manual automatizado Dualogic Plus, e a possibilidade dos acessórios central multimídia com tela de 6,2” e câmera de ré. Para a linha 2017, apenas o grafismo do quadro de instrumentos é novo.

Debaixo do capô tem as grandes atrações

Finalmente a marca italiana resolveu renovar a sua linha de motores pequenos, que era composto pela ruidosa e confiável dupla Fire 1.0 8V e 1.4 8V, ambos de quatro cilindros.

Foto do painel do Fiat Uno Attractive 2017

Painel do Fiat Uno Attractive 2017

O novo Uno 2017 é o primeiro modelo em escala global da FCA a receber a nova família mundial de propulsores Firefly (vagalume). Os inéditos motores 1.0 de três cilindros e 1.3 de quatro cilindros adotam duas válvulas por cilindros para oferecer mais torque em baixas rotações e, segundo a marca, baixo consumo de combustível.

De construção modular, com bloco em alumínio, esta nova família engloba variantes de três e quatro cilindros com uma única dimensão de pistão e de cilindro nos dois casos. Essa concepção permite que vários componentes sejam compartilhados, racionalizando a produção e facilitando a manutenção, pois um mesmo componente pode servir aos dois motores.

Foto do motor 1.3 Firefly do Fiat Uno Way e Sporting 2017

Novo motor 1.3 8V Firefly é um dos destaques das versões Way e Sporting do Fiat Uno 2017

O propulsor 1.0 6V desenvolve 72 cv de potência e 10,4 mkgf de torque com gasolina e 77 cv e 10,9 mkgf com etanol. A motorização 1.3 8V gera 101 cv e 13,7 mkgf com o combustível fóssil e 109 cv e 14,2 mkgf com o derivado da cana-de-açúcar.

Na prática, os novos motores apresentam números animadores, tanto de potência e torque, quanto de consumo, com etanol e gasolina. Veja abaixo um comparativo com os irmãos mais antigos. Resta saber se as novidades serão tão confiáveis e robustas quanto as motorizações que elas estão substituindo. Acredito que sim.

CONSUMO LINHA 2016
Etanol Gasolina
Cidade Estrada Cidade Estrada
Fiat Uno Attractive 1.0 8V 8,0 km/l 9,4 km/l 11,6 km/l 13,4 km/l
Fiat Uno Way 1.0 8V 8,0 km/l 9,1 km/l 11,5 km/l 13,0 km/l
Fiat Uno Evolution 1.4 8,8 km/l 10,1 km/l 12,6 km/l 14,8 km/l
Fiat Uno Way 1.4 7,8 km/l 8,8 km/l 11,2 km/l 12,5 km/l
Fiat Uno Way 1.4 Dualogic 7,7 km/l 8,3 km/l 11,1 km/l 11,8 km/l
Fiat Uno Sporting 1.4 7,8 km/l 8,8 km/l 11,2 km/l 12,5 km/l
Fiat Uno Sporting 1.4 Dualogic 7,7 km/l 8,3 km/l 11,1 km/l 11,8 km/l
CONSUMO LINHA 2017
Etanol Gasolina
Cidade Estrada Cidade Estrada
Fiat Uno Attractive 1.0 6V 9,2 km/l 10,4 km/l 13,1 km/l 15,1 km/l
Fiat Uno Way 1.0 6V 9,2 km/l 10,4 km/l 13,1 km/l 15,1 km/l
Fiat Uno Way 1.3 9,2 km/l 10,1 km/l 12,9 km/l 14,0 km/l
Fiat Uno Way 1.3 Dualogic 9,3 km/l 10,1 km/l 13,2 km/l 13,7 km/l
Fiat Uno Sporting 1.3 9,2 km/l 10,1 km/l 12,9 km/l 14,0 km/l
Fiat Uno Sporting 1.3 Dualogic 9,3 km/l 10,1 km/l 13,2 km/l 13,7 km/l

Direção elétrica de série em todas as versões

O Fiat Uno 2017 traz de série em todas as versões direção com assistência elétrica no lugar da ultrapassada hidráulica. O sistema proporciona maior conforto ao motorista, ainda mais com a função City: ativada por meio de um botão no painel, ela deixa a direção praticamente 50% mais leve durante as manobras de estacionamento.

Outra vantagem do sistema de direção com assistência elétrica está no baixo consumo energético, correspondendo a aproximadamente 8% do consumo de um sistema de assistência hidráulica. Essa maior eficiência resulta também na redução de consumo de combustível.

Foto do painel do Fiat Uno Way 2017

Painel do Fiat Uno Way 2017

No pacote tecnológico de série do novo Uno 2017 também conta o sistema de partida assistida, que aumenta a segurança e proporciona mais conforto ao condutor. Basta o motorista virar a chave com um leve toque e tirar a mão – o próprio sistema aciona o arranque até que o motor funcione. Há ainda a função Tip Start, que evita partidas que possam danificar o veículo, como, por exemplo, tracionar o veículo no motor de partida.

Mais segurança

Além do airbag duplo e freios ABS com EBD de série (obrigatórios por lei), a central eletrônica de freio do Fiat Uno 2017 passa a oferecer ao modelo várias novas funções para aumentar a segurança dos ocupantes. Estas funções são quase sempre opcionais desde a versão de entrada, Attractive 1.0.São elas:

  • ESC (Electronic Stability Control – Controle de Estabilidade): Controla a estabilidade do veículo por meio de aplicação do freio de forma individual em cada roda e dosagem do torque-motor para limitar a perda de controle por derrapagem em uma situação de emergência súbita, como um desvio brusco. Ou seja, identifica o risco antes e estabiliza o carro freando as rodas individualmente.
  • Hill Holder: Ajuda o motorista nas arrancas em aclives, com aplicação, manutenção e liberação do freio durante a manobra, evitando que o carro ‘desça’ acidentalmente. Este dispositivo equipava até então apenas os modelos Fiat Toro, 500 e (o extinto) Bravo T-Jet.
  • TC (Traction Control – Controle de Tração): Limita o escorregamento de uma única roda tracionada, transferindo o torque equivalente pelo diferencial à outra roda, permitindo que o veículo acelere de forma apropriada.
  • ASR (Anti-Spin Regulation): Permite que o veículo arranque ou acelere em pisos escorregadios ou molhados, evitando que as rodas patinem, diminuindo assim a perda de aderência e também o desgaste prematuro ou irregular dos pneus.
  • HBA (Hydraulic Brake Assist): Ajuda o motorista a atingir e manter a intervenção do ABS durante manobra de frenagem de emergência, reduzindo a distância de frenagem.
  • ERM (Electronic Roll Mitigation): Evita ou reduz a perda de contato de uma das rodas com o solo em manobras rápidas, como mudança de faixa ou desvio de obstáculos.
Foto do painel do Fiat Uno Sporting Dualogic Plus 2017

Painel do Fiat Uno Sporting 2017 com câmbio manual automatizado Dualogic Plus

Start&Stop agora mais popular

Um dos sistema mais legais das linhas 2015 e 2016 do Uno deixou de ser restrito à apenas uma versão (extinta Evolution) e agora passa a ser bem mais popular. O Start&Stop, que desliga e religa o motor automaticamente durante paradas no trânsito, tem como objetivo a economia de combustível (podendo, segundo a marca, representar mais de 20%) e a redução dos gases poluentes como CO2, passa a equipar agora, de série, todas as versões com motor 1.3 do Uno 2017, inclusive as com câmbio manual automatizado Dualogic Plus.

O quadro de instrumentos destas versões traz itens para  ajudar o motorista na condução do veículo e utilização do sistema. Além disso, sensores auxiliam no bom funcionamento e na segurança, como o sensor no câmbio para reconhecimento da posição N e o sensor de cinto de segurança do motorista para garantir que a repartida só será feita com ele afivelado. Caso o cliente não deseja que o Start&Stop entre em ação, o painel do carro possui um botão para desabilitar o sistema.

Foto da dianteira do Fiat Uno Way 2017

Fiat Uno Way 2017 com motor 1.3 conta com sistema Start&Stop

Estas versões com Start&Stop também receberam o novo Smart Charging System, ou “alternador inteligente”. Objetivos: ajudar a reduzir ainda mais o consumo de combustível e nível de emissões, além de aumentar o desempenho do veículo e o prazer ao dirigir. Para isso, o sistema otimiza a carga da bateria pelo alternador, evitando que o motor gere energia ao equipamento desnecessariamente. O “alternador inteligente” conta com algumas funções para garantir a confiabilidade do sistema:

  • Regenerative Braking: Quando o veículo está em frenagens, descidas ou desacelerações, parte da energia mecânica perdida nestes processos é recuperada e armazenada na bateria.
  • Passive Boost: Em determinadas condições de aceleração diminuiu ou até suspende temporariamente a absorção de potência do motor pelo alternador, que assim pode ser utilizada para melhorar o desempenho ou reduzir os níveis de consumo e emissões.
  • Steady State: Quando o veículo está em marcha constante, regula a potência gerada pelo alternador para satisfazer a necessidade de balanço ao mínimo custo energético, absorvendo apenas a potência necessária.
  • Quick Charge: Função para garantir a confiabilidade do sistema de energia. Visa resguardar a bateria quando atinge um estado crítico.

Outra novidade que auxilia na redução do consumo de combustível são os novos pneus “superverdes”, desenvolvidos com tecnologia sustentável especialmente para o modelo – de série para todas as versões do Uno 2017. Eles contam com perfil arredondado e melhor distribuição da área de contato ao solo, mais resistentes e preparados para o solo brasileiro.

Equipamentos de série, preços e (dois) opcionais

Foto do visual do Fiat Uno Attractive 2017

Fiat Uno Attractive 2017

O Fiat Uno Attractive 1.0 2017 (R$ 41.840) vem equipado, de série, com ar-condicionado, direção com assistência elétrica com função City, brake light, sinalização de frenagem de emergência, faróis de neblina, função Lane Change (auxilia numa mudança de faixa), vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento, trava elétrica nas portas com acionamento automático a 20 km/h; quadro de instrumentos iluminado com conta-giros, welcome moving e display LCD de alta resolução equipado com computador de bordo A e B, volante multifuncional para comando das funções do computador de bordo, airbag duplo, freios com sistema ABS com EBD, entre outros.

O Uno Way 1.0 2017 (R$ 42.970) acrescenta barras longitudinais no teto, detalhes internos na cor grafite, faróis com máscara negra, maior altura em relação ao solo, molduras das caixas de roda na cor cinza, frisos laterais das portas com inscrição Way, lanternas traseira com acabamento fumê e retrovisores externos com luzes indicadoras de direção.

Foto do Fiat Uno Way 2017

Fiat Uno Way 2017

O Uno Way 1.3 2017 (R$ 47.640) soma aos itens de série dos acabamentos 1.0 o sistema Start&Stop, chave tipo canivete com telecomando de abertura e fechamento de portas e vidros elétricos, rádio RDS com entrada auxiliar e entrada USB para MP3/WMA.

A versão Way 1.3 Dualogic do Uno 2017 (R$ 51.990) vem com os itens acima além dos sistemas eletrônicos de segurança citados no post, como os de estabilidade e tração, câmbio manual automatizado Dualogic Plus, que, sem alavanca de transmissão, substituída por botões no console central, e com paddle shift atrás do volante, ficou mais eficiente com o Hill Holder.

Foto do visual do Fiat Uno Sporting 2017

Fiat Uno Sporting 2017

O Fiat Uno Sporting 1.3 2017 (R$ 49.340) traz os conteúdos da Way com a adição de suspensão com acerto esportivo, spoiler na tampa traseira na cor preto brilhante, rodas de liga leve 15”, ponteira de escapamento dupla central cromada, grade dianteira na cor preto brilhante, para-choque dianteiro com detalhes em vermelho, maçanetas externas e retrovisores em preto brilhante, faixas laterais exclusivas com escrita Sporting, faixa horizontal no painel e detalhes do interior – maçanetas, quadro de instrumentos e aplique do volante – na cor Vermelho Royal.

O Uno Sporting 1.3 Dualogic Plus 2017 (R$ 53.690) adiciona a transmissão automatizada, todos os sistema de segurança citados acima, como controles de tração e estabilidade, além do Hill Holder.

Entre os opcionais, basicamente o Uno 2017 tem dois pacotes, o Comfort e o Tech, que variam de conteúdo de acordo com a versão do compacto. Praticamente todos os itens do Kit Comfort deveriam ser de série, no mínimo nas versões 1.3, que passeiam e superam a marca de R$ 50.000.

Foto do banco traseiro do Fiat Uno Sporting 2017

Mesmo custando R$ 50.000, cinto de três pontos e apoio de cabeça para o passageiro central traseiro são opcionais no Uno 2017

Conheça abaixo os conteúdos, lembrando que, se a versão do Uno já tiver algum dos itens abaixo de série, ele não fará parte do pacote (o deixando um pouco mais barato):

  • Kit Comfort (entre R$ 890 e R$ 1.300): 3º apoio de cabeça do banco traseiro; alças de segurança traseiras retráteis; apoia braço dianteiro; apoia-pé para o motorista; banco do motorista com regulagem de altura; banco traseiro bi partido; bolsa porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros; cinto de segurança traseiro central retrátil de 3 pontos; comando interno de abertura do porta-malas (280/290 litros) e da tampa do tanque de combustível; console porta objetos no teto; espelho no para-sol lado motorista; porta objetos para celular; porta-óculos; revestimento dos bancos extra série; revestimento interno da soleira das portas)
  • Kit Tech (entre R$ 2.970 e R$ 3.740): alarme antifurto; chave canivete com telecomando para abertura e fechamento das portas; Hill Holder + ESC + ASR; maçanetas e retrovisores na cor do veículo; rádio Connect integrado ao painel com RDS, entrada USB e auxiliar, viva-voz Bluetooth e função Audio Streaming – inclui volante com comandos do rádio e telefone; retrovisores externos elétricos com luzes indicadoras de direção integradas e função Tilt Down (rebatimento automático retrovisor direito ao acionar a ré); revestimento externo nas colunas das portas; e vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento.

Na gama de cores a oferta é: para a Attractive são três opções sólidas, Vermelho Alpine, Branco Banchisa e Preto Vulcano, e mais cinco metálicas, Vermelho Oppulence, Prata Bari, Cinza Scandium, Preto Vesúvio e Branco Alaska (perolizado). As versões Way podem receber ainda a sólida Branco Kalahari e as metálicas Cinza Telurium e Verde Amazon, enquanto o Sporting oferece a exclusiva Vermelho Modena.

O interessado no Uno 2017 conta ainda com acessórios desenvolvidos pela Mopar, como central multimídia, câmera de ré com imagem em tela de LCD acoplada ao retrovisor interno, interior customizado, rodas de liga leve, suporte para bicicleta, entres outros. Para fechar, uma importante novidade da linha Uno 2017 é que o modelo tem agora garantia total de três anos.

Foto do Fiat Uno Attractive 2017

Fiat Uno Attractive 2017 – Gostei do visual, mas prefiro o antigo

Mas vale a pena comprar um Uno 2017?

Sim, vale! Mas esse caso merece uma boa escolha, bem de acordo com a sua necessidade.

Como comentei no início, a linha 2017 do Uno trouxe bem-vindas e importantes mudanças, tornando o modelo um produto muito mais atraente em quase todos os sentidos. Porém, realmente, tudo isso teve um preço, e alto, sentido diretamente no bolso do consumidor, especialmente nas versões com câmbio manual automatizado. Dessa forma, eu não investiria nas versões Dualogic Plus, ainda mais porque elas passam de R$ 50.000 – algo inconcebível para um Uno, carro que não tem um câmbio automático de verdade, nem cinto de três pontos e apoio de cabeça para todos os ocupantes.

Foto da dianteira do Fiat Uno Attractive 2017

Versão 1.3 sem ser Way ou Sporting, manual, seria a ideal do Uno 2017

Eu acho que o Uno 2017 vale a compra, especialmente se você procura um carro 1.0 econômico, maior e mais moderno do que o Mobi. Logo, eu iria na versão Attractive com os dois pacotes de opcionais, que levam o preço para R$ 46.880).

Mas eu realmente senti falta de uma versão 1.3 que não seja nem “off-road” (Way), nem “esportiva” (Sporting). Provavelmente, seu preço seria inferior aos R$ 47.640 pedidos pelo Uno Way 1.3 – cerca de R$ 1.130, ou seja, uma versão mais “comum”, 1.3, por cerca de R$ 46.510. Com certeza absoluta, essa seria a minha escolha.

Comentários (6)

  1. Parizzi mais uma vez parabéns pela matéria,onde você dissecou as mudanças importantes ocorridas no Fiat Uno 2017.No entanto,fica faltando o teste drive feito por você no mesmo,para podermos assim entender melhor estas alterações no modelo.Acho o Uno um veiculo interessante,mas gostaria sinceramente conhecer melhor,afim de poder avaliar se realmente “vale a compra”.

    • Obrigado! Eu concordo e gostaria de muito de testar o carro, mas isso depende mais da Fiat do que de mim, uma vez que a marca tem a sua política de empréstimo de carros (e convite para eventos) para jornalistas. blogueiros e influenciadores digitais.

  2. “Os inéditos motores 1.0 de três cilindros e 1.3 de quatro cilindros adotam duas válvulas por cilindros para oferecer mais torque em baixas rotações e, segundo a marca, baixo consumo de combustível.”

    Adotam duas válvulas por cilidro por economia, mas não de combustível, e sim para a FIAT. Motores de baixa de cilindrada e três cilindros das demais montadoras são todos 4 válvulas por cilindro (que dá melhor potência, melhor consumo e mais elasticidade no motor) e para a questão do torque (que nos 4 válvulas por cilindro não é baixo, apenas deslocado para valores de giros mais altos) é resolvido com os comandos variáveis.

  3. pode ser um excelente carro pelo motor e equipamentos de segurança mas o carro em si q nao passa de um palio fire com carroceria nova nao vale mais de 50mil de forma alguma… melhor partir pra um carro maior de outra marca como um 208, hb20, onix

  4. Mais uma vez o marketing da Fiat foi sensacional, resumindo o carro em apenas uma frase:

    UNO 2017
    “MUITO CARRO NUM UNO SÓ”

    E é verdade. Pra um carro que tem atributos (itens de conforto e principalmente de segurança) que não são disponíveis nem mesmo como opcionais em veículos acima dos 100 mil, é sim um bom carro! E concordo com você, Parizzi. Gosto do visual da versão 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *