Impressões: Nissan Kicks aos olhos de uma criança de 5 anos

Nissan-Kicks-2017-capa

Nissan Kicks – Kids

Quando eu estava gravando o teste do Nissan Kicks, que em breve será publicado, a Giovana, minha sobrinha de 5 anos, achou super divertido o que eu estava fazendo e pediu para que eu gravasse a análise dela sobre o carro! É exatamente isso que vocês conferem no vídeo abaixo!


De 0 a 5 especial – Nissan Kicks (Kids)

Ela achou o teto laranja do veículo muito bonito e brincou bastante com a câmera de ré e com a câmera de 360º do veículo. Achei muito curioso que, no início, ela achava que o carro se chamava Kids (crianças), ao invés de Kicks.

O porta-malas também foi outra fonte de muita diversão por ser “grandão”, como ela disse no vídeo. Ele tem 432 litros de capacidade com os bancos traseiros na posição normal – bom tamanho, dentro da média dos principais concorrentes.

Foi um grande divertimento vê-la fazendo as análises dela, de maneira espontânea. O vídeo ficou mesmo muito divertido!

Nissan-Kicks-2017-SL-topo-de-linha

Visual do Nissan Kicks agrada

Nissan Kicks

O Kicks é um dos SUVs mais interessantes do Brasil no momento. Econômico, o modelo é confortável e tem espaço interessante, superior, por exemplo, ao do Jeep Renegade.

O Nissan tem ainda um custo/benefício atraente em relação a vários dos seus rivais. Seu motor 1.6 16V é bom e, recentemente, passou a ser fabricado no Brasil.

Comentários (4)

  1. Renato, me explica porque a Nissan não consegue passar a imagem da qualidade japonesa assim como a Toyota e a Honda? Não consegue despertar o interesse do brasileiro?

  2. A Nissan tem alguns pontos a melhorar.
    Primeiro, o design dos seus modelos – que começou a indicar evoluções com o Kicks e com o novo Micra. Além disso, o calcanhar de Áquiles continua sendo o pós-venda. As concessionárias não atendem de maneira satisfatória, empurram serviços desnecessários, não seguem o manual de garantia… Eu mesmo ajuizei uma ação contra uma concessionária Nissan por descumprimento de cláusula de garantia.
    Vejamos o caso do Etios: feio bagarai, mas a Toyota atende de maneira satisfatória quem o comprou, além de o carro possuir mecânica excelente.
    Já a Honda não oferece carros de entrada no Brasil, então é mais difícil comparar. Recentemente saí de um Nissan March 1.6 SV 2015 para um Fit LX 2017. Vamos ver se é tudo isso mesmo.

    • Comprei em 2014 um FIT 2009 AT pra rodar apenas um ano e depois comprar um mais novo, mas acabei ficando com ele até esse ano, pois o carro não apresentou nenhum problema. Nos três anos fiz apenas a manutenção básica e troquei os discos e pastilhas de freio.
      Só troquei pq tive um filho e precisei de uma mala um pouco maior e peguei um Civic 2014. Já o carro que comprei zero em 2013, uma Ecosport, me trouxe muita dor de cabeça. No quesito pós venda e manutenção, a dupla Toyota e Honda é imbatível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *