Nissan March vai mal em novo teste de segurança automotivo do Latin NCAP

Nissan March SV CVT 2017

Nissan March perdeu estrelas de segurança no teste da Latin NCAP

O Nissan March, fabricado no México e no Brasil, obteve uma estrela para a Proteção do Ocupante Adulto e duas estrelas para a Proteção do Ocupante Infantil no mais recente teste de segurança automotivo feito pelo Latin NCAP.

Segundo a entidade, o Nissan March foi avaliado em 2015 e auditado em 2016, que por meio do protocolo anterior sua qualificação para a Proteção do Ocupante Adulto tinha sido reduzida de quatro para três estrelas.

Em 2018, como realizado em outros modelos, o Latin NCAP estendeu a avaliação do modelo para analisar como o veículo se desempenhava sob o novo protocolo incluído o impacto lateral.

Resultados

A compressão frontal do peito foi alta e a estrutura se mostrou instável, contribuindo para o resultado de uma estrela a respeito da proteção do ocupante adulto. O peito no impacto lateral recebeu proteção marginal.

A falta de Lembrete de Cinto de Segurança (SBR) como equipamento padrão, elemento-chave para os passageiros serem cientes do uso do cinto de segurança, também, contribuiu para a baixa pontuação.

O March não oferece ancoragens ISOFIX como equipamento padrão; portanto, os Sistemas de Retenção Infantil (SRI) foram instalados utilizando os cintos de segurança que mostraram, junto com os SRIs selecionados, proteção limitada para os ocupantes, fato que explica as duas estrelas para a proteção do ocupante infantil.

Novíssimo Nissan March

Novíssimo Nissan March cairia como uma luva para a marca no merca brasileiro

Futuro

Resta saber quais são os planos da Nissan para o bom March no Brasil. Fato é que a companhia já anunciou que pretende renovar o seu hatch por aqui, o mesmo válido para o sedã Versa.

Para o compacto, são três opções:

  • Substituir a atual versão pela nova e moderna existente na Europa – os problemas de segurança seriam praticamente sanados.

  • Lançar por aqui um novo March para “países emergentes” (opção mais provável), com plataforma diferente e menos sofisticação em relação ao March europeu (Micra por lá). Possibilidade que também deve dar mais segurança (e conforto) ao veículo.
  • A Nissan pode ainda manter o atual March por aqui por mais alguns anos. Mas, para isso, com certeza o carro receberia o lembrete de cinto de segurança e, muito provavelmente, ancoragens ISOFIX no banco traseiro. E, quem sabe, como aconteceu com o Chevrolet Onix, até reforço estrutural na carroceria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *