Nissan comemora impressionante marca de 150 milhões de veículos produzidos no mundo

Fábricas e veículos globais da Nissan

Um pouco da história da Nissan em imagens

A Nissan atingiu a impressionante marca de 150 milhões de veículos produzidos em todo o mundo. Desde o início de suas atividades, em 1933, a fabricante japonesa levou 73 anos para produzir seus primeiros 100 milhões de veículos e outros 11 anos para produzir as últimas 50 milhões de unidades.

Continuar lendo

Recall Jeep Compass – FCA convoca donos de 1.395 unidades do SUV por problema no câmbio

Jeep Compass Trailhawk 2018 a diesel

Jeep Compass Trailhawk a diesel

Recall Jeep Compass – a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) convoca os proprietários do SUV, exclusivamente com motor a diesel (Longitude, Limited e Trailhawk), ano/modelo 2016/2017 para agendarem, a partir de 25/09, o seu comparecimento a uma das concessionárias Jeep por um problema no câmbio.

Continuar lendo

Alta Roda – Viagem ao futuro no salão do automóvel de Frankfurt

Frente (front) da Ferrari Portofino

Ferrari Portofino

Ausência de dez marcas no salão do automóvel de Frankfurt, o maior do mundo, que vai até o próximo dia 24, levou ao debate se esse tipo de exposição estaria em crise. Há exagero nessa suposição. Maioria das desistentes nada tinha a mostrar ou sua presença é fraca no mercado alemão. Claro que organizadores de exposições precisam reagir, mas os salões ainda atraem multidões, despertam sonhos e indicam tendências.

Continuar lendo

Alta Roda – Convergência necessária para automóveis e comerciais leves

Nissan Kicks na fábrica do Rio de Janeiro

Se alguém ainda duvidava, os resultados da indústria nos três principais indicadores – vendas internas, produção e exportação – ao final de agosto apontaram recuperação sem qualquer viés de baixa ou reversão das expectativas. Em comparação aos sete primeiros meses do ano passado, os percentuais são positivos: 5,3%, 25,5% e 56,1%, respectivamente. Os números se referem a automóveis e comerciais leves e pesados.

Continuar lendo

Com poucas novidades, Fiat Strada 2018 chega mais barata, mas com menos equipamentos de série

Fiat Strada Adventure 2017

Fiat Strada Adventure 2018

Depois de ficar mais equipada, cara e com menos versões na linha 2017, a Fiat Strada 2018 chega com poucas novidades. A mais vistosa está no acabamento Adventure. Mas a principal delas foi a redução de preço em algumas versões, fruto do enxugamento da lista de equipamentos de série.

Continuar lendo

Alta Roda – Ponto de partida para o carro autônomo

Audi A8 autonomous car 2018

Audi A8 2018 – Autônomo

No próximo dia 14, quando se abrirem as portas do maior salão de automóveis do mundo em área de exposição, na cidade alemã de Frankfurt, o público verá o primeiro carro autônomo homologado para circular em vias públicas. Trata-se da nova geração do Audi A8, um dos sedãs grandes mais caros da indústria, que poderá se valer das novas regras de trânsito implantadas pela Alemanha em maio último, porém passível de revisão dentro de dois anos.

Continuar lendo

Alugando carro na Localiza #2: Nissan March S 1.0

Nissan March S da Localiza

Nissan March S da Localiza: calotas dianteiras da Nissan

Alugando carro na Localiza #2

Na primeiro post dessa série, a locação foi aprovada. Nesse segundo episódio, a situação não foi das melhores. Dessa vez o problema não estava nas pessoas, mas sim no automóvel, um Nissan March S 1.0 que deixou bastante a desejar, mas qual era o problema dele?

Continuar lendo

Alta Roda – Em busca de rumos corretos com o programa Rota 2030

O Brasil parece estar deixando de pensar só no curto prazo e planeja estratégias de crescimento e inserção mundial mais em longo prazo. Embora a instabilidade política atrapalhe, até novembro se esperam as diretrizes governamentais que orientarão para onde e em que ritmo a indústria automobilística instalada no País deve chegar. O programa Rota 2030 estabelece, pela primeira vez, um prazo de 13 anos, incluído o ano de 2018, para que metas de eficiência energética, segurança veicular e novas tecnologias agreguem valor ao veículo brasileiro. Isso sem escalada descontrolada de aumento de custos, que poderia elevar demais o preço final ao consumidor.

Continuar lendo