Alta Roda – Convergência necessária para automóveis e comerciais leves

Nissan Kicks na fábrica do Rio de Janeiro

Se alguém ainda duvidava, os resultados da indústria nos três principais indicadores – vendas internas, produção e exportação – ao final de agosto apontaram recuperação sem qualquer viés de baixa ou reversão das expectativas. Em comparação aos sete primeiros meses do ano passado, os percentuais são positivos: 5,3%, 25,5% e 56,1%, respectivamente. Os números se referem a automóveis e comerciais leves e pesados.

Continuar lendo

Alta Roda – Em busca de rumos corretos com o programa Rota 2030

O Brasil parece estar deixando de pensar só no curto prazo e planeja estratégias de crescimento e inserção mundial mais em longo prazo. Embora a instabilidade política atrapalhe, até novembro se esperam as diretrizes governamentais que orientarão para onde e em que ritmo a indústria automobilística instalada no País deve chegar. O programa Rota 2030 estabelece, pela primeira vez, um prazo de 13 anos, incluído o ano de 2018, para que metas de eficiência energética, segurança veicular e novas tecnologias agreguem valor ao veículo brasileiro. Isso sem escalada descontrolada de aumento de custos, que poderia elevar demais o preço final ao consumidor.

Continuar lendo

Alta Roda – Depois do inverno para o mercado de veículos

Continua difícil prever o que acontecerá nesse segundo semestre em termos de recuperação do mercado de veículos no Brasil (automóveis e comerciais leves representam 95% do total). Depois da boa reação de junho, julho voltou a mostrar desaceleração no ritmo de vendas diárias. Ainda assim, é provável que no balanço final do ano o crescimento supere os 4% sobre os 12 meses de 2016, previstos pela Anfavea. São números descolados do aumento do PIB (soma de tudo que se produz no País) estimados em apenas 0,5% em relação ao ano passado.

Continuar lendo

Alta Roda – Carros autônomos irreversíveis

Mercedes-Benz: carro autônomo

Os carros autônomos chegam ao nosso dia a dia e, cedo ou tarde, serão dominantes. Mas não haverá a tecnologia dominante. Há tempos essa Coluna apontou que os gigantes da teleinformática, em especial Google e Apple, acostumados a ganhar muito dinheiro e a enfrentar riscos relativamente baixos, teriam desagradáveis surpresas quando fizessem contas para produzir um veículo. Isso acabou se confirmando e ambas desistiram.

Continuar lendo

Alta Roda – Automóveis líderes de vendas no Brasil no primeiro semestre

Chevrolet Onix e Prisma nas versões LTZ 2017

Foi uma surpreendente recuperação do mercado brasileiro, acima do esperado. Nos primeiros seis meses de 2017 as vendas cresceram quase 4% em relação ao mesmo período de 2016. A média diária de comercialização no mês passado superou 9.000 unidades pela primeira vez este ano. Por enquanto os bons resultados concentraram-se nas vendas corporativas, mas o segundo semestre historicamente costuma ser melhor que o primeiro. Confira quais são os automóveis líderes de vendas no Brasil no primeiros semestre.

Continuar lendo

Corrigindo uma série de erros, novo Ford EcoSport promete voltar a brigar pela ponta

Novo Ford EcoSport Titanium 2018

Novo Ford EcoSport Titanium 2018

Aprender com os nossos erros é um claro sinal de amadurecimento. E isso também acontece no mercado automotivo. Depois de reinar absoluto e de ver o seu protagonismo ser despedaçado, o novo Ford EcoSport 2018 promete voltar a brigar, a partir de agosto, pela liderança do segmento.

Continuar lendo

Alta Roda – Bons ares no Salão do Automóvel de Buenos Aires

Salão Automóvel de Buenos Aires 2017

Realizado nos anos ímpares, o Salão do Automóvel de Buenos Aires alterna-se nos anos pares com o de São Paulo. Naturalmente é bem menor em área de exposição e nas edições anteriores tinha em geral poucas novidades. A mostra que estará aberta até o próximo dia 20 dessa vez surpreendeu. Até modelos previstos para estrear primeiro aqui e depois lá foram exibidos no centro de exposições La Rural.

Continuar lendo

Alta Roda – Novo Argo redime a Fiat

Fiat Argo 2018

Fiat Argo 2018

Se os hatches compactos ainda representam de longe a preferência dos brasileiros, apesar de todos os avanços dos SUVs e crossovers, o ano de 2017 ficará caracterizado pela renovação e atualização tecnológica dos projetos em nível poucas vezes vistos na história da indústria. O primeiro a chegar é o Fiat Argo, cujas vendas já se iniciaram, enquanto o novo Polo vai demorar um pouco mais (ver abaixo).

Continuar lendo

Alta Roda – Indústria automobilística: Mudar ou desaparecer

Que a indústria automobilística mundial terá de se reinventar nas próximas duas décadas ninguém mais duvida. Alguns especialistas acreditam em prazo ainda mais curto – talvez 10 anos – para mudanças profundas em direção à mobilidade diversificada e onipresente. A consolidação, porém, seria gradual e irreversível porque certamente a produção tende a se acomodar não muito acima de 120 milhões de veículos/ano (hoje em torno de 85 milhões).

Continuar lendo

Nissan Kicks brasileiro chega com potencial de emplacar de vez

Nissan Kicks 2018 Brasil

Nissan Kicks 2018 agora é fabricado no Brasil

Nissan Kicks brasileiro: sem limites mensais e com potencial para emplacar de vez. É assim que vejo a tão esperada (e, de certo ponto, até demorada, mas compreensível) nacionalização do SUV lançado oficialmente em agosto do ano passado. Antes importado do México em duas versões, o Kicks será vendido agora nos acabamentos S, SV e SL – além do aguardadíssimo modelo modelo voltado para pessoas com deficiência (PcD) e taxistas.

Continuar lendo