Alta Roda – De olho no consumo de combustível nos automóveis modernos

Desenho de bombas de combustível: etanol e gasolina

A utilização de recursos eletrônicos nos automóveis modernos levou à crescente disponibilidade de medidores de consumo de combustível. No começo a precisão não era grande, mas agora os resultados permitem ao motorista avaliar consumo médio e instantâneo em várias condições de utilização. Tornou-se dispositivo relativamente barato, presente em computadores de bordo até de modelos compactos.

Continuar lendo

Alta Roda – Pesadelo acabou para o mercado automotivo brasileiro

A recuperação do mercado automotivo brasileiro chegou e se consolidará em 2018. Essa foi a tônica da maioria dos palestrantes no Congresso Autodata Perspectivas 2018, realizado no começo da semana em São Paulo. As razões derivam da mudança de humor e de confiança – para melhor – tanto por parte dos consumidores como dos empresários.

E é respaldada pelo aumento do volume de crédito, queda dos juros (ainda lenta no caso do financiamento de automóveis), diminuição da inadimplência (no caso há apenas uma tendência ainda não muito firme, segundo as projeções da Ford) e recuperação paulatina do nível de emprego (ver abaixo em Roda Viva).

Continuar lendo

Alta Roda – Melhor ser sincero com os carros elétricos e híbridos

Eletroposto para abastecer carros elétricos e híbridos

Eletroposto para abastecer carros elétricos e híbridos

A curiosa catilinária dos carros elétricos e híbridos, assumida em discursos de governos de alguns países, grupos de pressão (alguns bem intencionados) e até fabricantes de veículos, sempre repercutidos pelo sabor da novidade, continua. Análise mais prudente deveria ser simplória: querer, não é poder. Na vida real há bem mais dificuldades do que se imagina. Voluntarismo nunca funciona pois, afinal, erros podem sair muito caro.

Continuar lendo

Fábrica Jeep (FCA) em Pernambuco alcança 300 mil veículos produzidos

Fábrica da Jeep (FCA) em Pernambuco

Fábrica da Jeep (FCA) em Pernambuco

Inaugurada há cerca de dois anos e meio, a fábrica Jeep (FCA) em Pernambuco alcança 300 mil veículos produzidos. O desempenho é fruto do bom desempenho de mercado dos modelos Jeep Renegade e Compass e do Fiat Toro.

Continuar lendo

Alta Roda – Novo Polo de atrações

Novo Volkswagen Polo

Novo Volkswagen Polo

Um modelo fabricado no Brasil, inteiramente novo, estrear praticamente em sincronia com a Europa, é caso raro. O novo Polo, no entanto, vai bem além disso ao se tornar referência entre os compactos oferecidos aqui. Não se trata de opção para a base desse segmento, mas no extrato superior onde já trafegam Fiesta, C3, 208, Fit e o mais recente, Argo.

Continuar lendo

Nissan comemora impressionante marca de 150 milhões de veículos produzidos no mundo

Fábricas e veículos globais da Nissan

Um pouco da história da Nissan em imagens

A Nissan atingiu a impressionante marca de 150 milhões de veículos produzidos em todo o mundo. Desde o início de suas atividades, em 1933, a fabricante japonesa levou 73 anos para produzir seus primeiros 100 milhões de veículos e outros 11 anos para produzir as últimas 50 milhões de unidades.

Continuar lendo

Volkswagen Brasil eleva em 62% as exportações entre janeiro e agosto de 2017

Exportações da Volkswagen para a América Latina

Exportações da Volkswagen para a América Latina

Maior exportadora de veículos da história do País, com mais de 3,5 milhões de unidades embarcadas, a Volkswagen Brasil registrou um aumento de 62% nas exportações nos primeiros oito meses de 2017, em comparação com o mesmo período de 2016.

Continuar lendo

Alta Roda – Convergência necessária para automóveis e comerciais leves

Nissan Kicks na fábrica do Rio de Janeiro

Se alguém ainda duvidava, os resultados da indústria nos três principais indicadores – vendas internas, produção e exportação – ao final de agosto apontaram recuperação sem qualquer viés de baixa ou reversão das expectativas. Em comparação aos sete primeiros meses do ano passado, os percentuais são positivos: 5,3%, 25,5% e 56,1%, respectivamente. Os números se referem a automóveis e comerciais leves e pesados.

Continuar lendo

Alta Roda – Em busca de rumos corretos com o programa Rota 2030

O Brasil parece estar deixando de pensar só no curto prazo e planeja estratégias de crescimento e inserção mundial mais em longo prazo. Embora a instabilidade política atrapalhe, até novembro se esperam as diretrizes governamentais que orientarão para onde e em que ritmo a indústria automobilística instalada no País deve chegar. O programa Rota 2030 estabelece, pela primeira vez, um prazo de 13 anos, incluído o ano de 2018, para que metas de eficiência energética, segurança veicular e novas tecnologias agreguem valor ao veículo brasileiro. Isso sem escalada descontrolada de aumento de custos, que poderia elevar demais o preço final ao consumidor.

Continuar lendo

Alta Roda – Depois do inverno para o mercado de veículos

Continua difícil prever o que acontecerá nesse segundo semestre em termos de recuperação do mercado de veículos no Brasil (automóveis e comerciais leves representam 95% do total). Depois da boa reação de junho, julho voltou a mostrar desaceleração no ritmo de vendas diárias. Ainda assim, é provável que no balanço final do ano o crescimento supere os 4% sobre os 12 meses de 2016, previstos pela Anfavea. São números descolados do aumento do PIB (soma de tudo que se produz no País) estimados em apenas 0,5% em relação ao ano passado.

Continuar lendo