Renault Captur CVT e Duster CVT são as versões definitivas da dupla no momento

Renault Captur Intense com câmbio automático CVT

Renault Captur 1.6 16V SCe (Zen e Intense) agora conta com a opção de câmbio automático CVT

Até o motor 2.0 16V ser atualizado, ganhando uma transmissão automática de verdade, não existe dúvida: Renault Captur CVT e Duster CVT são as versões definitivas da dupla no momento.

Continuar lendo

Alta Roda – Influências do passado no automobilismo de competição

Porsche Le Mans

Automobilismo de competição tem demonstrado longo histórico de contribuições aos automóveis convencionais utilizados em ruas e estradas de todo o mundo. Claro que categorias de ponta como Fórmula 1, protótipos do WEC (em inglês, Campeonato Mundial de Resistência) e de Rali desenvolvem projetos sofisticados cujas inovações são bastante caras e dificultam a migração direta para carros do dia a dia.

Continuar lendo

Alta Roda – Balanço otimista para setor de peças de reposição e reparação automotiva

Se existe segmento do setor de veículos que sentiu menos o enorme tranco da recessão brasileira foi o de peças de reposição e de reparação automotiva. Sem recursos, financiamentos e medo de perder emprego, os motoristas cuidaram melhor de seus carros. Fabricantes que tradicionalmente têm forte atuação nesse mercado não estão reclamando da vida graças a um salto no faturamento.

Continuar lendo

Alta Roda – Aposta dupla: SUVs Renault

Renault Captur Intense 2018

Renault Captur Intense

A suvinização, neologismo para a crescente aceitação de modelos do tipo SUV ou mesmo de crossovers inspirados neles, continua sacudindo o mercado brasileiro. De pouco adianta argumentar que são veículos pesados, gastam mais combustível, têm menor desempenho e centro de gravidade desfavorável. As projeções, no entanto, apontam crescimento, nos próximos três anos, de 15% para 20% na preferência do consumidor. E o fenômeno se repete até na Europa, onde alcançaram 25% das vendas totais.

Continuar lendo

Novo Renault Captur 2018 chega com qualidades de protagonista do segmento de SUVs

Renault Captur 2018 Brasil

Renault Captur 2018 chega às concessionária no Brasil em março

Demorou, mas finalmente ele está quase entre nós (vendas em março). O novo Renault Captur 2018 chega com qualidades de protagonista do segmento de SUVs no Brasil e tem tudo para fazer sucesso. Mas a marca ainda tem espaço para fazer melhorias na sua novidade.

Continuar lendo

O que esperar do novo Hyundai Creta?

Foto do Hyundai Creta

Novo Hyundai Creta

Ótimas vendas e um duro trabalho aos concorrentes. Isso é o que eu espero do Hyundai Creta, novo SUV da marca coreana que chega ao mercado na segunda quinzena de janeiro de 2017 em cinco versões, custando entre R$ 72.990,00 e R$ 99.490.

Continuar lendo

Alta Roda – Apelo otimista no Salão do Automóvel de São Paulo

O Salão do Automóvel de São Paulo, que vai até o próximo dia 20, será marcado não apenas pelas novas instalações amplas, modernas e pelo conforto do ar-condicionado (apenas nos primeiros dois dias, para imprensa, houve pane). É uma das edições com maior número de lançamentos, reestilizações, exercícios de criatividade e marcação de tendências. Houve um esforço dos expositores em levantar o moral dos compradores abatidos pela situação política, econômica e do desemprego no País. A mensagem subliminar era que o pior já passou e chegou a hora de levantar a cabeça.

Continuar lendo

Alta Roda – Jeep Compass no rumo certo no Brasil

Foto do Jeep Compass Trailhawk 2017

Jeep Compass

A Jeep, marca do Grupo FCA, tem uma missão definida para o Compass, seu novo SUV médio-compacto: vender de 2.000 a 2.400 unidades por mês quando a produção estiver estabilizada. Naturalmente conta com alguma recuperação do mercado brasileiro em 2017. A grade de preços ficou competitiva, entre R$ 100.000 e 150.000, dividida em três níveis de acabamento e motores flex (um novo 2-litros ainda sem dados técnicos liberados) e diesel (170 cv, 4×4 e câmbio automático de nove marchas).

Continuar lendo

Alta Roda – Cliente ficou digital na hora de escolher um novo carro

O Brasil se desindustrializou antes de enriquecer e passar a ser uma sociedade em que os setores de serviço e consumo respondem pela maior parte do PIB, como acontece nos países chamados centrais. Essa dura realidade foi apontada por alguns palestrantes do seminário sobre tendências da indústria automobilística, organizado pela revista Quatro Rodas, em São Paulo.

Continuar lendo

Alta Roda – Segmento de SUVs em expansão

Foto dos novos novos Renault Kwid, Captur e Koleos 2017

Renault Kwid, Captur e Koleos

Tradicionalmente o mercado brasileiro recebe influência do europeu em particular pela preferência por modelos de menores dimensões. O Brasil, no entanto, seguiu alguns caminhos próprios ao criar dois segmentos. Um deles só existe aqui, até hoje: picapes pequenas com capacidade de carga de até quase 700 kg. A pioneira Fiat 147 surgiu em 1978. Outra “criação” nacional foi o SUV compacto derivado de um hatch convencional, ou seja, com estrutura monobloco. O Ford EcoSport estreou em 2003 e só oito anos depois chegou o rival direto, Renault Duster.

Continuar lendo