Honda Fit 2018 ficou ainda melhor, embora tenha espaço para evoluir

Honda Fit EXL 2018

Honda Fit EXL 2018

Depois de ter unicamente a sua “parte de cima” mexida em 2017, o Honda Fit 2018 chega mais consistente ao mercado, com mínimas mudanças visuais, mas com mais equipamentos de série disponíveis, especialmente de segurança. Carro ficou ainda melhor, embora preços continuem altos.

Continuar lendo

Alta Roda – Carros autônomos irreversíveis

Mercedes-Benz: carro autônomo

Os carros autônomos chegam ao nosso dia a dia e, cedo ou tarde, serão dominantes. Mas não haverá a tecnologia dominante. Há tempos essa Coluna apontou que os gigantes da teleinformática, em especial Google e Apple, acostumados a ganhar muito dinheiro e a enfrentar riscos relativamente baixos, teriam desagradáveis surpresas quando fizessem contas para produzir um veículo. Isso acabou se confirmando e ambas desistiram.

Continuar lendo

Conheça o sistema Android Auto à bordo de Volkswagen Fox Highline 2017

Tela do Android Auto no Volkswagen Fox Highline 2017

Tela do Android Auto no Volkswagen Fox Highline 2017

Depois do Park Pilot, pude conhecer, também à bordo do bom Volkswagen Fox Highline 2017, o sistema Android Auto, uma das mais modernas maneiras de conexão entre celular e carro que existe no momento. A tecnologia funciona bem e tem um enorme potencial, mas ainda pode (e precisa) evoluir.

Continuar lendo

Alta Roda – Abre-te, sésamo: comando por voz

Android Auto - Comando por voz

Comando por voz chegou ao automóvel de forma meio capenga. A novidade era interessante porque proporcionava uma forma mais natural de acessar funções, sem provocar distrações, desviar os olhos do caminho à frente e, portanto, com potencialidade de evitar acidentes. Entretanto, o sistema apresentava falhas. Além de se limitar a frases exatas, o reconhecimento de voz muitas vezes deixava a desejar. Era motivo de constante reclamação de motoristas nos EUA, onde a novidade começou a se expandir.

Continuar lendo

Alta Roda – Dilema do preço dos carros no Brasil

Situação difícil do mercado garante ao consumidor, mais do que nunca, a decisão de escolher. Entre os sedãs médios-compactos trava-se uma verdadeira batalha para atrair os possíveis (e poucos) compradores. Este ano vem sendo marcado pela renovação em diferentes níveis. Começou com a atualização do Nissan Sentra, seguido pelo inteiramente novo Chevrolet Cruze. Esta semana começam as vendas da décima geração do Honda Civic. A Citroën aproveitou o embalo para lançar o C4 Lounge 2017 apenas com motor turbo de 1.6 L/173 cv (etanol), conforme antecipado pela Coluna.

Continuar lendo