Fernando Calmon – De fatos a boatos: General Motors fora do Brasil?

Sede da General Motores em Detroit, nos EUA

Começo de ano dos mais movimentados, tanto no Brasil quanto no exterior. Entre as notícias que chamaram atenção, um comunicado interno da General Motors interpretado como possibilidade da empresa se retirar do País. Não há sustentação nos fatos. Depois de anunciar, em 2018, 20 novos produtos, de 2019 a 2022, além de 10 “séries especiais”, fica claro que este risco é remotíssimo.

Continuar lendo

Mercedes-Benz CLA 180 chega ao Brasil para ser popular

Mercedes Benz CLA 180

Mercedes-Benz CLA 180

O Mercedes-Benz CLA 180 acaba de ser lançado no Brasil com uma receita para ficar mais “popular”, mirando no público jovem: preço mais “acessível” e atraente visual coupé.

Continuar lendo

Motor bicombustível chega aos Mercedes-Benz Classes A, B, CLA e GLA

Mercedes-Benz-motor-flex-bicombustivel-gasolina-etanol-alcoolO motor bicombustível, depois de muito tempo, chega agora aos Mercedes-Benz Classes A, Classe B, CLA e GLA. Desenvolvidos exclusivamente para atender às demandas do mercado nacional, que será o único país a contar com essa tecnologia, os propulsores dos modelos A 200, B 200, CLA 200 e GLA 200 passam a oferecer aos consumidores a alternativa de abastecer também com etanol, além da gasolina.

Continuar lendo

Alta Roda – Frota parou de rejuvenescer

Nos últimos anos a frota brasileira de veículos, além de aumentar pela grande expansão do mercado interno, passou por rejuvenescimento. Mas essa tendência começou a ser revertida no ano passado, quando as vendas declinaram 9%, incluídos veículos leves e pesados. Segundo estudo do Sindipeças, a idade média de toda a frota circulante de 41,5 milhões de unidades (não confundir com os números irreais do Denatran) passou de 8 anos e seis meses em 2013 para 8 anos e 8 meses em 2014. Em 2007, por exemplo, os veículos em circulação tinham em média 9 anos e dois meses.

Continuar lendo

Alta Roda – Provisório ou definitivo?

Janeiro concentrou acontecimentos no universo automobilístico como faz tempo não se via. Há uma coincidência fortuita, claro, mas entre as cinco medidas que começaram a valer, duas já sofreram adiamento e outra enfrentou uma tentativa. Seria trágico, se não desse vontade de rir: esse é o país em que o provisório tende a ser definitivo e o definitivo pode muito bem descambar para o provisório por meios de sucessivas postergações e/ou correções. Vamos repassar.

Continuar lendo