Alta Roda – Automóveis líderes de vendas no Brasil no primeiro semestre

Chevrolet Onix e Prisma nas versões LTZ 2017

Foi uma surpreendente recuperação do mercado brasileiro, acima do esperado. Nos primeiros seis meses de 2017 as vendas cresceram quase 4% em relação ao mesmo período de 2016. A média diária de comercialização no mês passado superou 9.000 unidades pela primeira vez este ano. Por enquanto os bons resultados concentraram-se nas vendas corporativas, mas o segundo semestre historicamente costuma ser melhor que o primeiro. Confira quais são os automóveis líderes de vendas no Brasil no primeiros semestre.

Continuar lendo

Alta Roda – Vencedores e vencidos do mercado automotivo brasileiro 2016

Em ano tão difícil para o mercado automotivo brasileiro 2016, as preferências do consumidor não mudaram tanto. Continuou a forte aceitação de utilitários esporte compactos: cresceram 7% em um mercado que recuou 19%. A maior surpresa aconteceu entre picapes médias. A Toro, enquadrada por carregar até uma tonelada, além de garantir liderança, foi a principal razão desse segmento ter subido nada menos de 21% sobre 2015.

Continuar lendo

Alta Roda – Líderes do primeiro semestre de 2016

Chevrolet-Onix-2015-LT-LTZ-MyLink-Brasil

Chevrolet Onix: carro mais vendido do primeiro semestre de 2016 no Brasil

As estreias de novos carros levaram ao aumento da competição nas vendas do primeiro semestre. Onix manteve a liderança absoluta (mesmo sem a ajuda do Prisma). Corolla ampliou sua vantagem, pelo menos enquanto os novos Cruze e Civic não começarem a chegar às lojas no segundo semestre. Briga entre os SUVs compactos continua acirrada, mas o HR-V defendeu bem a posição.

Continuar lendo

Alta Roda – Vencedores e vencidos

Nissan-Kicks-2017-SUV-Crossover

Em um ano tão depressivo como 2015, com queda geral nas vendas de 26,6% (houve recuos mais expressivos de 41%, em 1981, 33%, em 1987 e 28%, em 1998), todos os 15 segmentos em que esta coluna divide o mercado sofreram bastante com exceção de um, os SUVs compactos. Enquanto os carros esporte e stations mergulharam 48% e 34%, respectivamente, os utilitários esporte pequenos subiram nada menos de 34% sobre os resultados de 2014.

Continuar lendo

Alta Roda – Líderes do primeiro semestre de 2015

Chevrolet-Onix-2015-LTZ-Brasil-Mylink

No primeiro semestre de 2015 aconteceram algumas reviravoltas de peso nos 15 segmentos em que a Coluna divide o mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves. A primeira surpresa foi a dupla Onix/Prisma assumir a liderança e ser seguido de perto por HB20 hatch e sedã. Interromperam uma longa série histórica protagonizada por modelos da Volkswagen e da Fiat.

Continuar lendo

Alta Roda – Vencedores e vencidos 2014

Fiat-Palio-Fire-Rua-2015

Primeiro ano em que as novas regras de segurança forçaram o fim de linha de veículos superados – Kombi, Mille e Gol Geração 4 – o fechamento de 2014 deixou executivos da Fiat e da Volkswagen de plantão até o dia 31 de dezembro. É que estava em jogo a liderança de 27 anos do Gol, depois do Fusca o mais bem-sucedido modelo já fabricado no País.

Continuar lendo

Alta Roda – Líderes do semestre

Em cenário de comercialização em recuo, marcado pelo fim de produção de modelos como Gol G4 e Uno Mille e chegada do up! e do novo March, os tradicionais dominadores de vendas sofreram abalos. Hatches e sedãs são somados na segmentação da coluna, mas é interessante ver mudanças em curso, quando se analisam os números apenas dos hatches, que são a maioria nas vendas entre os compactos, principal produto do mercado brasileiro.

Continuar lendo

Alta Roda – Vencedores e vencidos 2013

bandeira-Brasil

Depois de um primeiro semestre forte, 2013 terminou com números de venda acumulados inferiores a 2012 entre automóveis e veículos comerciais leves. Nos 17 segmentos em que a coluna divide o mercado interno, a liderança só mudou em dois: monovolumes pequenos e médios com ascensão de Spin e C4 Picasso, respectivamente.

Continuar lendo

Alta Roda – Vencedores e vencidos 2012

O ano passado recebeu impacto de fatores que ajudaram a desarrumar um pouco a segmentação de modelos no mercado brasileiro. O aumento de IPI atingiu em cheio os importados e vários ficaram sem condições de competir. Cotas para produtos mexicanos também prejudicaram o abastecimento de certos modelos. Alguns segmentos se esvaziaram. É o caso de monovolumes médios (pararam Zafira e Xsara Picasso) e de stations médias, sem a Mégane Grand Tour. Stations pequenas também perderam fôlego (Parati ficou pelo caminho).

Continuar lendo