Uma viagem no tempo a bordo de um Chevrolet Classic na Argentina

Chevrolet-Classic-LS-2016

Chevrolet Classic LS 2016

Quem diria que, depois duas décadas, eu, finalmente, voltaria à Argentina, onde disputei um campeonato de basquete nos anos 1990. Pude, inclusive, voltar a algumas cidades onde disputei várias partidas, como Buenos Aires e Rosário. Além de exaustiva, trabalhosa e divertida, essa visita foi muito curiosa, pois, literalmente, voltei 20 anos no tempo, pois aluguei um Chevrolet Classic, modelo que, basicamente, não mudou nada em seus 21 anos de mercado!

Realmente fui ao passado no sentido automotivo, pois o modelo da Chevrolet nasceu lá no final de 1995, como Corsa Sedan, mas, desde 2003, se chama Classic (é a única “classe” que o carro tem desde então). Com isso em mente, fiz dois textos de análise, um, como se fosse há 20 anos, e outro, atual, de 2016. É interessante notar como poucas coisas mudaram e como chega a ser até surpreendente um carro com um projeto tão antigo durar tanto tempo.

Continuar lendo

In memoriam – Chevrolet Astra, Astra Sedan, Vectra, Vectra GT e Corsa Sedan

Parece difícil de acreditar mas, finalmente, a Chevrolet está renovando (de verdade) toda a sua linha de carros no Brasil. Se não bastasse os lançamentos do hatch Agile, da nova picape Montana e dos sedãs Cruze e Cobalt, a marca segue firme e forte aposentando seus veículos mais antigos.

Em pouco tempo, Astra, Astra Sedan, Vectra, Vectra GT e Corsa Sedan deram adeus primeiro à fábrica, depois às concessionárias e agora ao site da marca. Comprar uma unidade desses modelos 0 km só em uma oportunidade.

Continuar lendo

Entre os irmãos de mesmo nome, quem vende mais?

O mercado brasileiro de carros é realmente muito interessante e bastante peculiar. Temos o mesmo carro com visuais diferentes. O Fiat Siena, por exemplo, é vendido com três (3) designs: o da geração 3 (Fire), o da geração 4 (EL) e o da 4,5 (ELX e HLX). Mas qual carroceria é a mais procurada?

Pensando nisso, em parceria com a consultoria Jato Dynamics, a revista Quatro Rodas de junho publicou uma matéria interessante, respondendo parcialmente à esta pergunta. Eles pegaram a tabela de vendas de janeiro a março de 2010 e selecionaram cinco modelos que possuem mais de um visual, revelando assim qual design vende mais.

Na tabela, existe apenas o CORSA SEDAN, que engloba o Corsa Sedan e o Classic. E quem vende mais?
. Classic: 43.341 (77,2%)
. Corsa Sedan: 12.809 (22,8%)

Realmente o atual Corsa Sedan nunca caiu definitivamente no gosto do brasileiro, enquanto o Classic (antigo Corsa Sedan) tem uma boa relação/benefício, embora o seu nível de segurança seja muito baixo.

Já a Mitsubishi entrou na pesquisa com duas linhas de modelos: L200 e PAJERO. Confiram:

. Pajero TR4: 4.657 (59,9%)
. Pajero Sport: 1.655 (21,3%)

. Pajero Full: 864 (11%)
. Pajero Dakar: 603 (7,8%)

. L200 Triton: 4.194 (44,4%)

. L200 Outras: 5.251 (55,6%)

E o GOL, como fica? Desde a chegada da nova geração, quem será que vende mais: o G4 ou o G5?
. Gol G4: 37.397 (28,8%)
. Gol G5: 92.967 (71,2%)

Não existe dúvida aqui: o Gol G5 é infinitamente melhor do que o G4 que, cada vez mais, tende a sair de linha. Veremos se ele estará entre nós até 2014.

Diferente do Gol, a situação do PALIO é o oposto no mercado. Atualmente ele é vendido com duas opções de carroceria: G3 e G4,5. Vejam:

. Palio Fire (G3): 53.283 (70,5%)
. “Novo” Palio (G4,5): 22.263 (29,5%)

A Fiat realmente não foi muito feliz com a “evolução” do Palio. A carrocria G4 foi um desastre tão grande que a marca logo lançou a 4,5, que melhorou um pouco a situação. Ainda assim, o atual Palio Fire Economy tem o ápice visual da história do Palio no Brasil.

Por que os chineses merecem um Chevrolet Classic melhor que o dos brasileiros?

O lançamento da nova “geração” do Chevrolet Classic no Brasil já está quase perdendo a graça. Assim como aconteceu com o Agile, o excesso de flagrantes está tirando o brilho da chegada do modelo reestilizado. Mas a maior questão em relação ao “novo” Classic é o fato dele não ser novo de verdade.

Por R$ 28.294, Chevrolet lança Classic 2011 com visual do Sail chinês, antigo e fora de linha

A Chevrolet apresentou oficialmente hoje a já ultrapassada linha 2011 do Classic. Com visual copiado da antiga geração do Sail chinês, mas inédito para o consumidor brasileiro, o sedã compacto da General Motors chega com o já conhecido motor 1.0 VHCE, uma versão de acabamento (LS) e preço sugerido a partir de R$ 28.294.

Continuar lendo

Da China para o Brasil: Chevrolet lança o Classic 2011

Chevrolet-Classic-sedan-General-Motors-Brasil-flex

Velho X “novo” Classic

E finalmente a Chevrolet lançou o Sail no Brasil… digo o Classic 2011 no Brasil!

Por mais que o sedã compacto da General Motors seja uma cópia do modelo chinês, que já foi substituído por uma versão totalmente nova por lá, aprovo a mudança de design do Classic.

Continuar lendo

BuRaco 040

BuRaco-040-BR-estrada-Brasil
BR-040 – Foto de Rodrigo Clemente -17/3/08/Reprodução da internet – otempoonline – 5/1/08

Depois de trabalhar 72 horas em oito dias, durante o natal, finalmente recebi cinco dias de folga para o reveillon. Resolvi pegar a “BuRaco-040” e seguir para duas belas cidades histórias de Minas Gerais: São João Del Rei e Tiradentes. Além dos belos lugares e construções, e da excelente companhia, a viagem foi muito interessante para observar, mais uma vez, o triste estado das estradas brasileiras e o ridículo comportamento de alguns motoristas durante o caminho. Vou ilustrar o que aconteceu tomando como base quatro carros. Mas antes gostaria de deixar claro que ninguém é santo; nenhum motorista respeita todas das leis. Mas acho válido e importante ilustrar os episódios.

Continuar lendo

Chevrolet Classic: Mais uma chance perdida, agora na linha 2009

Chevrolet-Classic-Brasil-flex
Fabio Gonzalez/Chevrolet/Divulgação

A Chevrolet, mais uma vez, perdeu uma ótima chance de dar um “upgrade” mais consistente em um dos seus carros. A linha 2009 do Classic sofreu tantas alterações que eu nem sei por onde começar. Ou melhor, começo e paro quase por aqui: nova grade do radiador, “gravata” dourada, novo painel e adesivos nas colunas. Nem as rodas têm novo desenho!

Continuar lendo