Fernando Calmon – Reservar forças para as novidades automotivas

Ferrari Monza SP1

Ferrari Monza SP1

O apelo este ano foi menor, mas o Salão do Automóvel de Paris manteve-se atraente ao público, mesmo com a ausência recorde de 16 marcas. A indústria mundial enfrenta pesados investimentos em quatro níveis de alta tecnologia – eletrificação, conectividade, direção autônoma e compartilhamento – e sem descuidar dos atuais veículos. Por isso tem havido seletividade nos dispêndios. Reservar forças para as novidades automotivas compatíveis às datas das grandes feiras mundiais. A exposição francesa completou 120 anos em 2018 (assim como a Renault) e encerra no próximo dia 14.

Continuar lendo

Fernando Calmon – Fascínio da mobilidade terrestre

Renault Zoe

Renault Zoe

Discutir o futuro nunca foi tão fascinante como nos tempos atuais. E a indústria automobilística faz parte ao ter sob sua responsabilidade produzir os meios de mobilidade terrestre. Tudo passa por longas discussões e apostas cautelosas ou até radicais. O XXVI Simpósio Internacional organizado pela Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, semana passada em São Paulo, destacou muitas facetas e soluções.

Continuar lendo

Alta Roda – Doença curável para o congestionamento de trânsito

Trânsito de Los Angeles, nos Estados Unidos

Trânsito de Los Angeles, nos Estados Unidos, é um dos piores do mundo

Congestionamento de trânsito é algo que afeta, além da paciência dos motoristas, a qualidade de vida dos habitantes, a arquitetura das cidades e custa muito dinheiro para governos e população. Motores dos veículos sofrem e aumentam os gastos de manutenção. No Brasil começou a alterar hábitos de consumo, a exemplo da súbita ascensão do câmbio automático, antes restrito a modelos grandes. Agora, avançou muito em carros médios e até começou a crescer entre os compactos.

Continuar lendo

Alta Roda – Automóveis autônomos em foco

Automóvel autônomoUm debate interessante começa a tomar corpo nos EUA na medida em que avançam as pesquisas para chegar ao almejado nível quatro de automóveis autônomos. Ainda se desconhece quando essa tecnologia estará suficientemente desenvolvida e todo o arcabouço jurídico montado para permitir um automóvel se autoguiar. Cinco anos para os otimistas e 10 anos para os realistas são as previsões mais recorrentes.

Continuar lendo

Impressões – Volkswagen Golf TSI 1.2 Bluemotion manual é superado, mas agrada muito

Volkswagen Golf Bluemotion com motor 1.2 TSI turbo

Volkswagen Golf TSI 1.2 Bluemotion agradou e muito!

Como amante público de hatches médios, eu não poderia fugir dessa categoria de carros na primeira vez em que fui dirigir um automóvel na Europa. Eu estava em Bordeaux, na França, e escolhei um Volkswagen Golf TSI 1.2 Bluemotion manual para fazer a minha estreia em grande estilo, afinal, não importa a versão, o Golf é um SENHOR carro.

Continuar lendo

Alta Roda – Indústria automobilística: Mudar ou desaparecer

Que a indústria automobilística mundial terá de se reinventar nas próximas duas décadas ninguém mais duvida. Alguns especialistas acreditam em prazo ainda mais curto – talvez 10 anos – para mudanças profundas em direção à mobilidade diversificada e onipresente. A consolidação, porém, seria gradual e irreversível porque certamente a produção tende a se acomodar não muito acima de 120 milhões de veículos/ano (hoje em torno de 85 milhões).

Continuar lendo

Alta Roda – Pés no chão para o futuro do carro elétrico

Que o futuro nos reserva o carro elétrico, poucos duvidam. O problema é saber quando e como isso deve acontecer. Há dois meses um dos países mais engajados nos incentivos para a substituição dos motores a combustão, a Noruega, desmentiu haver algum prazo ou obrigatoriedade. No país nórdico carros elétricos são isentos de impostos de compra, de circulação e de pedágio urbano. Podem transitar nos corredores de ônibus, e recebem recarga e estacionamento gratuitos.

Toyota-Prius-2017

Toyota Prius é um carro híbrido

Continuar lendo

Alta Roda – Salão do Automóvel de Paris, entre o futuro e a realidade

O Salão do Automóvel de Paris, o mais longo entre as exposições internacionais e que se encerra no próximo dia 16, evidenciou a aposta da maioria dos fabricantes em modelos híbridos, híbridos plugáveis e elétricos. Embora a indústria veja esse cenário como oportuno, ainda não se tem certeza de como os consumidores dos mercados maduros do Hemisfério Norte vão “abraçar a causa”. Nos elétricos, a autonomia tem aumentado, mas não há a segurança de recarga rápida e capilar. E por ainda demandar subsídios governamentais para trazer os preços a uma realidade aceitável, mesmo para compradores de alto poder aquisitivo, sobram dúvidas.

Continuar lendo

Renault e Waze agora são parceiros por um trânsito melhor

Painel de um carro da Renault mostrando o Waze

Renault e Waze agora são parceiros

A Renault anunciou uma parceria com os desenvolvedores do Waze com o objetivo de melhorar a navegação e a experiência no trânsito dos clientes e condutores de veículos da marca. Mas, na prática, como esse acordo será diferente do uso normal do aplicativo?

Continuar lendo

Alta Roda – Consumo de combustíveis continuará a baixar

carro-automovel-poluicao-meio-ambiente-fumaca

Os dois maiores emissores do planeta de gases de efeito estufa – basicamente CO2, mas também outros – finalmente chegaram a um acordo para homologar a meta de redução estabelecida na última conferência mundial sobre mudanças climáticas. Estados Unidos e China aproveitaram a recente reunião do G20 (grupo de países que representa 90% do PIB mundial) e se comprometeram a baixar o consumo de combustíveis fósseis. No caso de veículos, gasolina e diesel deverão ceder espaço a biocombustíveis e eletrificação de forma híbrida ou total.

Continuar lendo