Fernando Calmon – Ousar ou esperar pelos veículos elétricos

Nissan Leaf Brasil

Nissan Leaf

Pela primeira vez, uma fábrica de veículos elétricos faz um lançamento ambicioso no Brasil. Não que as pioneiras BMW (230 unidades vendidas em cinco anos) e Renault (cerca de 20 veículos, em sete meses) tenham fraquejado tanto até aqui. A primeira investiu na abertura de um corredor de abastecimento na rodovia Rio-São Paulo e a segunda acaba de iniciar estratégia na ilha de Fernando de Noronha. Jaguar, com seu I-Pace, foi discreta. Já a Nissan lança a segunda geração do Leaf com empenho explícito e meta informal de vender umas 200 unidades, no primeiro ano cheio, em uma rede de sete concessionárias (em cinco estados e Distrito Federal).

Continuar lendo

Fernando Calmon – A aposta certa no carro a etanol

Gráfico da importância do etanol

Gráfico da importância do etanol

Na próxima semana a Fiat vai relembrar os 40 anos da homologação do primeiro carro  a etanol (100% brasileiro). Em julho de 1979 o compacto 147, apresentado à Secretaria de Tecnologia Industrial. Começou, então, o período superior a 10 anos de participação ativa do combustível renovável no mercado brasileiro. Hoje, o mundo está às voltas com mudanças nos meios de propulsão veicular e o vilão da vez passa a ser o CO2, um dos gases de efeito estufa.

Continuar lendo

Fernando Calmon – Como virar o jogo da Peugeot no Brasil

Peugeot 2008 2020

Entre as inúmeras frases de efeito criadas no mundo dos negócios está BTR (De Volta à Corrida, na sigla em inglês). Esse termo se aplica bem ao esforço recente da Peugeot no Brasil em mudar sua imagem. A marca teve algo em torno de 2,5% de participação de mercado e caiu para menos de 1%. Hoje, ronda 1,2% ou metade do que já representou. Este cenário coincidiu com dificuldades financeiras da matriz na França, agora lucrativa, depois do controle tripartite das ações entre família fundadora, governo francês e chinesa Dongfeng.

Continuar lendo