Carros brancos continuam os mais populares; azuis crescem. Confira a palheta automotiva de cores de 2019

Cores automotivas em 2019

Popularidade das cores automotivas em 2019

Como já virou costume, a PPG divulgou a sua pesquisa anual de tendências de cores automotivas válida para o ano de 2019. A “surpresa” é que os carros brancos continuam os queridinhos, enquanto os azuis foram os que mais cresceram. Continuar lendo

Fernando Calmon – FCA e PSA e a pergunta sem resposta

PSA FCA

PSA e FCA

Se este mundo afora anda meio complicado, na indústria automobilística está complicado e meio. As consolidações de grupos de marcas continuam a acontecer e reservam surpresas. O casamento dos grupos FCA e PSA está entre essas reviravoltas. A história remonta a 2008 quando a Fiat procurou a Peugeot pela primeira vez. Os franceses rechaçaram. Com crise financeira bancária nos EUA, em 2009, o Grupo Chrysler (dona da Jeep) não resistiu. Foi estatizado pelo governo americano, mas a Fiat se voluntariou a assumir o espólio a partir de investimentos mínimos.

Continuar lendo

Fernando Calmon – Alternativas japonesas para veículos autônomos e carros elétricos

O Salão do Automóvel de Tóquio, que se encerrará no próximo dia 4, é bienal, mas está em sua 46ª edição. Sempre voltado às nove principais marcas nacionais e, em muito menor escala, às de luxo: Lexus (Toyota), Acura (Honda) e Infiniti (Nissan). As três nunca empolgaram os compradores locais. Este ano a exposição apresenta poucas novidades, embora sirva de palco aos avanços a serem demonstrados nos Jogos Olímpicos do próximo ano, em especial os veículos autônomos e carros elétricos.

Novo Honda Fit 2021

Novo Honda Fit 2021

Continuar lendo

Fernando Calmon – 2019 repleto de novidades com carros híbridos flex

Toyota Corolla híbrido

A transformação em lei do programa Rota 2030 e a regulamentação de alguns dos seus itens principais vão impactar as estratégias de lançamentos de produtos fabricados no Brasil ou na Argentina, já a partir do próximo ano. Um dos pontos sensíveis foi o enquadramento de carros híbridos flex, em uma nova categoria fiscal. Eles não estavam contemplados com nenhuma diferenciação de imposto sobre os que utilizam apenas gasolina.

Continuar lendo

Alta Roda – Briga será muito boa no mercado de SUVs

Honda-HR-V-Brasil-2016

Cenário raro em termos de lançamento no Brasil: três modelos estreiam ao longo de 30 dias para disputar o mesmo mercado de SUVs compactos, que os americanos também chamam de crossovers só por ter aspecto de utilitário porém com estrutura monobloco e mais baixos. Conceitualmente crossover é mais do que isso e o Honda HR-V “abre os trabalhos”, seguido nas próximas três semanas pelo Jeep Renegade e Peugeot 2008. Um degrau acima em porte, ainda em abril, estreará o chinês JAC T6.

Continuar lendo

Alta Roda – Lugar ao sol

Nissan-March-2015-Brasil-novo

Hatches compactos têm excessiva representação no mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves, nada menos que 45%. Por isso, a Nissan elegeu esse segmento para acelerar seu plano de crescer e se tornar a número um entre as marcas japonesas no Brasil. Não se trata de missão fácil, mas o erro inicial de depender de importações da fábrica mexicana foi superado com a fábrica de Resende (RJ) toda nova (inclusive de motores, como essa coluna antecipou).

Continuar lendo

Suzuki lança Jimny 4Sport 2015 com novos para-choques e mais caro: R$ 64.990. SUV quase sobe parede

Suzuki-Jimny-4Sport-2015-Brasil-lama-off-road

Tentando reviver os seus bons momentos no Brasil, a Suzuki acaba de lançar o Jimny 4Sport 2015, que tem como destaque os novos para-choques dianteiro e traseiro e side steps integrados atrás das portas. Com preço sugerido de R$ 64.990 (R$ 2.000 mais caro), o modelo é ótimo na terra e nas péssimas ruas e estradas brasileiras.

Continuar lendo

Alta Roda – Interesses em jogo

auto-escola-Nissan-Tiida-Brasil

Segurança no trânsito pode ser abordada por vários aspectos e pelo menos três estão na ordem do dia. O mais estranho é essa espécie de rebelião na Câmara dos Deputados que, de repente, resolveu trazer para discussões em regime de urgência um projeto que dispensa as autoescolas de instalação obrigatória de simuladores de direção. A iniciativa assemelha-se à mobilização, 15 anos atrás, que extinguiu a exigência de kit de primeiros socorros em todos os veículos. De fato, era uma proposta mal elaborada e, pior, mal executada pela má qualidade do kit.

Continuar lendo