Fernando Calmon – Dois acordos à mão para o Ford Territory

Ford Terriroty 2021

Aposta na crescente aceitação dos SUVs levou a Ford a confirmar o lançamento do Territory, no Brasil e na Argentina. Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado, era fácil de prever que este modelo estava nos planos de comercialização. Além do mercado receptivo, o Jeep Compass vem alcançando sucesso como veículo mais vendido do segmento e praticamente sem concorrentes entre os utilitários esporte médio-compactos. Passará a ter…

Continuar lendo

Fernando Calmon – Ousar ou esperar pelos veículos elétricos

Nissan Leaf Brasil

Nissan Leaf

Pela primeira vez, uma fábrica de veículos elétricos faz um lançamento ambicioso no Brasil. Não que as pioneiras BMW (230 unidades vendidas em cinco anos) e Renault (cerca de 20 veículos, em sete meses) tenham fraquejado tanto até aqui. A primeira investiu na abertura de um corredor de abastecimento na rodovia Rio-São Paulo e a segunda acaba de iniciar estratégia na ilha de Fernando de Noronha. Jaguar, com seu I-Pace, foi discreta. Já a Nissan lança a segunda geração do Leaf com empenho explícito e meta informal de vender umas 200 unidades, no primeiro ano cheio, em uma rede de sete concessionárias (em cinco estados e Distrito Federal).

Continuar lendo

Fernando Calmon – Exportar carros é crucial

Hyundai-HB20X-Paraguai-exportacao

Como o Brasil poderá se inserir no contexto de abertura de mercado que vem sendo prometida pelo ministro da economia Paulo Guedes? Este foi um dos temas mais debatidos no Congresso Latino-Americano da Indústria Automobilística, que acaba de ser realizado pela Editora Autodata. Há duas frentes imediatas em discussão em relação aos veículos: comércio sem barreiras tarifárias com União Europeia e com o México – exportar carros é crucial.

Continuar lendo

Fernando Calmon – Prudência com os veículos elétricos

BMW i3 elétrico no corredor elétrico no Brasil

Organizar, desde 2002, uma exposição focada apenas em veículos elétricos em um país que dispõe de frota registrada de cerca de 400 unidades movidas a bateria, somente a partir dos últimos quatro anos, é realmente demonstração de persistência. Assim mesmo, Ricardo Guggisberg continua animado e abriu esta semana em São Paulo, em parceira com a Nürnberg Messe Brasil, a 14ª edição do que pode se chamar simplificadamente de Salão do Veículo Elétrico. Nos dois primeiros dias, dos três do evento, um congresso debateu os cenários atual e futuro no Brasil e no mundo.

Continuar lendo

Fernando Calmon – Idas e vindas, sem razões, da nova placa de identificação de veículos

Nova placa para veículos (carros e motos) no Brasil, padrão Mercosul

Nova placa para veículos (carros e motos) no Brasil, padrão Mercosul

Uma das trapalhadas que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) protagonizaram nos últimos anos vem da exigência de nova placa de identificação de veículos, a fim de seguir um novo padrão chamado Mercosul. A iniciativa apresenta razões técnicas, pois o atual sistema de três letras e quatro dígitos tem limitação de combinações.

Continuar lendo

Alta Roda – Redondamente enganado pular os automóveis híbridos

O futuro da indústria automobilística aponta, ninguém sabe com certeza em que ritmo, para a tração elétrica e avanço das tecnologias de condução autônoma. É uma aposta industrial e de infraestrutura caríssima, sujeita a altos riscos econômicos e de difícil implantação fora de países ricos ou superpopulosos como a China e, eventualmente, a Índia. Pular a etapa racional dos automóveis híbridos pode se tornar um erro grave, talvez tarde demais para reverter.

Pneu do futuro da Goodyear

Pneu do futuro da Goodyear

Continuar lendo

Alta Roda – Pesadelo acabou para o mercado automotivo brasileiro

A recuperação do mercado automotivo brasileiro chegou e se consolidará em 2018. Essa foi a tônica da maioria dos palestrantes no Congresso Autodata Perspectivas 2018, realizado no começo da semana em São Paulo. As razões derivam da mudança de humor e de confiança – para melhor – tanto por parte dos consumidores como dos empresários.

E é respaldada pelo aumento do volume de crédito, queda dos juros (ainda lenta no caso do financiamento de automóveis), diminuição da inadimplência (no caso há apenas uma tendência ainda não muito firme, segundo as projeções da Ford) e recuperação paulatina do nível de emprego (ver abaixo em Roda Viva).

Continuar lendo

Alta Roda – Cliente ficou digital na hora de escolher um novo carro

O Brasil se desindustrializou antes de enriquecer e passar a ser uma sociedade em que os setores de serviço e consumo respondem pela maior parte do PIB, como acontece nos países chamados centrais. Essa dura realidade foi apontada por alguns palestrantes do seminário sobre tendências da indústria automobilística, organizado pela revista Quatro Rodas, em São Paulo.

Continuar lendo

Alta Roda – Acorda Brasil

consumo-combustívelA eficiência energética é tema importante e que veio para ficar. Pode-se considerar até uma conquista e o único aspecto merecedor de apoio incondicional do controvertido programa Inovar-Auto implantado no quinquênio 2013-2017. Sua principal consequência está sendo a modernização e o lançamento de motores novos por quase todos os fabricantes de veículos leves no Brasil.

Continuar lendo

Alta Roda – Prejuízo Brasil: os preços dos carros

Toyora-Corolla-XEi-Brasil-2015-CVT-Multi-Drive-dianteira

Deu para notar que, de repente, não se comparam mais preços dos carros no Brasil com os de outros mercados, em especial dos EUA? Na maioria das vezes versões diferentes em equipamentos e motorização dificultavam as avaliações, fora frete e impostos lá cobrados à parte. Esta Coluna sempre citou variações cambiais como causa de aberrações para cima e para baixo.

Continuar lendo