Alta Roda – Vencedores e vencidos do mercado automotivo brasileiro 2016

Em ano tão difícil para o mercado automotivo brasileiro 2016, as preferências do consumidor não mudaram tanto. Continuou a forte aceitação de utilitários esporte compactos: cresceram 7% em um mercado que recuou 19%. A maior surpresa aconteceu entre picapes médias. A Toro, enquadrada por carregar até uma tonelada, além de garantir liderança, foi a principal razão desse segmento ter subido nada menos de 21% sobre 2015.

Continuar lendo

Alta Roda – Líderes do primeiro semestre de 2016

Chevrolet-Onix-2015-LT-LTZ-MyLink-Brasil

Chevrolet Onix: carro mais vendido do primeiro semestre de 2016 no Brasil

As estreias de novos carros levaram ao aumento da competição nas vendas do primeiro semestre. Onix manteve a liderança absoluta (mesmo sem a ajuda do Prisma). Corolla ampliou sua vantagem, pelo menos enquanto os novos Cruze e Civic não começarem a chegar às lojas no segundo semestre. Briga entre os SUVs compactos continua acirrada, mas o HR-V defendeu bem a posição.

Continuar lendo

20 carros que ficaram bem mais caros no Brasil no último ano. Preços impressionam

Volkswagen-up-move-high-red-white-black-I-Motion-Brasil-2015

Um ano; 12 meses; 365 dias; 8760 horas. Apenas esse período foi suficiente para os carros no Brasil passarem a custar bem mais do que gostaríamos. Por mais que o ex-presidente da Anfavea gostasse de dizer que os preços dos automóveis eram bastante bons, e da entidade sempre culpar quase que exclusivamente os impostos, vimos uma forte elevação. Prova disso está nesse post: conheça 20 carros que ficaram bem mais caros no Brasil no último ano!

Continuar lendo

Alta Roda – Líderes do semestre

Fiat-Palio-Weekend-Attractive-2015-Brasil

Ao término do melhor primeiro semestre em vendas da história, houve mudanças significativas em alguns dos 16 segmentos em que esta coluna Alta Roda divide o mercado. Com a dinâmica de lançamentos e o redirecionamento das preferências dos compradores, stations pequenas saíram da classificação porque apenas dois modelos estão disponíveis: Palio Weekend e SpaceFox. Três opções é o mínimo necessário. Peruas médias e grandes, embora vendam menos que as compactas, ainda têm oferta de oito modelos.

Continuar lendo

Entre os irmãos de mesmo nome, quem vende mais?

O mercado brasileiro de carros é realmente muito interessante e bastante peculiar. Temos o mesmo carro com visuais diferentes. O Fiat Siena, por exemplo, é vendido com três (3) designs: o da geração 3 (Fire), o da geração 4 (EL) e o da 4,5 (ELX e HLX). Mas qual carroceria é a mais procurada?

Pensando nisso, em parceria com a consultoria Jato Dynamics, a revista Quatro Rodas de junho publicou uma matéria interessante, respondendo parcialmente à esta pergunta. Eles pegaram a tabela de vendas de janeiro a março de 2010 e selecionaram cinco modelos que possuem mais de um visual, revelando assim qual design vende mais.

Na tabela, existe apenas o CORSA SEDAN, que engloba o Corsa Sedan e o Classic. E quem vende mais?
. Classic: 43.341 (77,2%)
. Corsa Sedan: 12.809 (22,8%)

Realmente o atual Corsa Sedan nunca caiu definitivamente no gosto do brasileiro, enquanto o Classic (antigo Corsa Sedan) tem uma boa relação/benefício, embora o seu nível de segurança seja muito baixo.

Já a Mitsubishi entrou na pesquisa com duas linhas de modelos: L200 e PAJERO. Confiram:

. Pajero TR4: 4.657 (59,9%)
. Pajero Sport: 1.655 (21,3%)

. Pajero Full: 864 (11%)
. Pajero Dakar: 603 (7,8%)

. L200 Triton: 4.194 (44,4%)

. L200 Outras: 5.251 (55,6%)

E o GOL, como fica? Desde a chegada da nova geração, quem será que vende mais: o G4 ou o G5?
. Gol G4: 37.397 (28,8%)
. Gol G5: 92.967 (71,2%)

Não existe dúvida aqui: o Gol G5 é infinitamente melhor do que o G4 que, cada vez mais, tende a sair de linha. Veremos se ele estará entre nós até 2014.

Diferente do Gol, a situação do PALIO é o oposto no mercado. Atualmente ele é vendido com duas opções de carroceria: G3 e G4,5. Vejam:

. Palio Fire (G3): 53.283 (70,5%)
. “Novo” Palio (G4,5): 22.263 (29,5%)

A Fiat realmente não foi muito feliz com a “evolução” do Palio. A carrocria G4 foi um desastre tão grande que a marca logo lançou a 4,5, que melhorou um pouco a situação. Ainda assim, o atual Palio Fire Economy tem o ápice visual da história do Palio no Brasil.