Maior corredor para carros elétricos do Brasil e da América Latina é inaugurado no Brasil

BMW i3 elétrico

BMW i3 elétrico: 25 minutos para encher 80% do “tanque” elétrico

O maior corredor com postos de carregamento para carros elétricos do Brasil e a América Latina entrou em funcionamento há pouco tempo, na Rodovia Presidente Dutra, em São Paulo. Uma pena que essa realidade ainda ainda esteja muito longe da nossa de verdade.

Continuar lendo

Nissan chega a 200 mil motores produzidos em Resende (RJ)

Motor-1.6-Nissan-Kicks-March-Versa

Motor 1.6 dos Nissan Versa, Kicks e March

Com menos de quatro anos de operação, a Nissan atingiu a marca de 200 mil motores produzidos em seu Complexo Industrial em Resende (RJ). A unidade histórica foi do modelo 1.6 que equipa o trio March, Versa Kicks. A planta fabrica ainda outro propulsor: o 1.0, disponível para a dupla March e Versa.

Continuar lendo

Nissan Kicks brasileiro chega com potencial de emplacar de vez

Nissan Kicks 2018 Brasil

Nissan Kicks 2018 agora é fabricado no Brasil

Nissan Kicks brasileiro: sem limites mensais e com potencial para emplacar de vez. É assim que vejo a tão esperada (e, de certo ponto, até demorada, mas compreensível) nacionalização do SUV lançado oficialmente em agosto do ano passado. Antes importado do México em duas versões, o Kicks será vendido agora nos acabamentos S, SV e SL – além do aguardadíssimo modelo modelo voltado para pessoas com deficiência (PcD) e taxistas.

Continuar lendo

Nissan passa a exportar March e Versa para o mercado argentino

Nissan March e Versa fabricados em Resende (RJ), no Brasil, tem exportação para Argentina

Nissan March e Versa agora são exportados para a Argentina

A marca japonesa encontrou mais uma manter a sua planta carioca em funcionamento pleno nesse momento de retração da economia brasileira. A Nissan passa a exportar March e Versa para o mercado argentino.

Continuar lendo

Produção do Nissan Kicks brasileiro começa na fábrica de Resende (RJ)

Nissan Kicks na fábrica de ResenteCurioso de observar, dando o que falar e esbanjando economia de combustível entre os concorrentes, o próximo grande passo será conseguir a cidadania tupiniquim – e falta pouco para isso. A produção do Nissan Kicks brasileiro foi iniciada no Complexo Industrial de Resende (RJ), começando pela preparação do maquinário que irá fabricar o crossover global por aqui. As vendas começam em 2017.

Continuar lendo

Nissan prepara March Midnight Edition para o Salão do Automóvel de São Paulo

Foto do Nissan March série especial Midnight Edicion

Nissan March Midnight Edicion

A Nissan prepara uma série especial para o seu March, compacto produzido no Complexo Industrial de Resende (RJ), chamada de Midnight Edition. Com foco na esportividade, a novidade é um “ensaio de estilo”, e será uma das atrações da marca no Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece entre os dias 10 e 20 de novembro.

Continuar lendo

Por que vender o Nissan Kicks no México é bom para o Brasil?

Nissan Kicks 2017 vendido no México

Nissan Kicks agora é vendido no México

Você já deve ter lido na internet que o Nissan Kicks agora é vendido também no México. Mas por que isso é bom para o Brasil?

Continuar lendo

Alta Roda – Sinal de mudanças

Será que os Jogos Olímpicos recém-encerrados se tornarão o fato que começaria a consolidar a virada no pensamento dos consumidores? Afinal, a organização teve falhas, mas o balanço final foi positivo, à exceção do número baixo de medalhas para os atletas brasileiros. Isso apesar do incentivo da torcida e de competir em casa.

Na verdadeira corrida de obstáculos em que se transformou a recuperação de confiança, um dos últimos envolve o fim do processo de impedimento da presidente da República com o desfecho esperado. Mas há quem afirme que entre o comprador se sentir mais seguro para gastar e efetivamente entrar numa loja para comprar um carro novo, ainda vai uma boa distância.

Continuar lendo

Alta Roda – Inspeção ambiental veicular precisa voltar

carro-automovel-poluicao-meio-ambiente-fumacaA proximidade das eleições municipais em todo o País leva os candidatos a prefeito a apresentar suas propostas para ao menos mitigar, entre outros problemas graves, o de poluição atmosférica nos grandes centros urbanos. São Paulo, cidade mais populosa e com maior frota de veículos (cerca de 5,5 milhões, incluídas as motocicletas), conseguiu implantar entre 2008 e 2013 uma polêmica inspeção ambiental veicular (IAV). Houve mais erros do que acertos, porém nada justifica a falta de ação ao longo de quatro anos, além de simples encerramento do programa.

Continuar lendo